SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. ” 2 Corintios 5.17
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
29 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 29 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 02:13 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Ontem à(s) 22:18 por Henrique

» PASTOR JOSUÉ BRANDÃO - N°026 - A CHAMADA DE MATEUS
Qua 22 Mar 2017, 22:12 por Paulo Cezar

» Após 500 anos, Reforma Protestante ainda está em curso, afirma importante líder cristão
Qua 22 Mar 2017, 20:30 por Henrique

» Pastor e escritor Paul Washer sofre ataque cardíaco e é internado em estado grave
Qua 22 Mar 2017, 20:20 por Henrique

»  AS SETE TROMBETAS 2ª.Parte Ap.8.1-6
Seg 20 Mar 2017, 22:11 por guganic

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 3: MÁS PRÁTICAS NO EVANGELISMO
Dom 19 Mar 2017, 06:47 por Henrique

» Uma nova porta
Sab 18 Mar 2017, 13:46 por M.Rogério

» MARAVILHADOS COM A DOUTRINA DE CRISTO Mt. 22.15-33
Sab 18 Mar 2017, 09:08 por guganic

»  ERROS MONUMENTAIS & ERROS COMUNS Dt. 4.1-9
Sex 17 Mar 2017, 16:54 por guganic

» Eleitos para a Salvação em Cristo ???
Sex 17 Mar 2017, 00:21 por M.Rogério

» É De Arrepiar! A voz desta cantora Deficiente Visual vai tocar seu coração!
Qui 16 Mar 2017, 21:01 por Paulo Cezar

» 3 perguntas para fazer antes de ouvir qualquer sermão
Qua 15 Mar 2017, 21:04 por Henrique

»  AS SETE TROMBETAS Ap.1.1-3 - 1ª. Parte -
Qua 15 Mar 2017, 12:15 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Dom 12 Mar 2017, 10:49 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 1 comentários
Sab 11 Mar 2017, 21:59 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 2: O TESTEMUNHO E EVANGELISMO
Sab 11 Mar 2017, 21:56 por Henrique

» Duas verdades infinitamente fortes e doces DEVOCIONAL
Sab 11 Mar 2017, 19:14 por Henrique

»  UM NOVO DIA NA VIDA DE JAIRO Mc. 5.21-24 e 41 (Ou na tua vida!)
Sex 10 Mar 2017, 23:30 por guganic

» . Sublime Amor -N:031 Hinário Adventista
Ter 07 Mar 2017, 11:00 por elizeu crepaldi

» Quem salva é Jesus e ninguém mais! - "Dedos de Davi" !!!
Seg 06 Mar 2017, 23:30 por Paulo Cezar

» Hora da mensagem .
Dom 05 Mar 2017, 13:03 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 1
Sab 04 Mar 2017, 23:12 por Henrique

» FAZENDO O CERTO DE MANEIRA ERRADA. I Cr. 13.
Sex 03 Mar 2017, 15:10 por guganic

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 QUIBROTE-HATAAVÁ. (Nm.11) A Sepultura dos desejos.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2050
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: QUIBROTE-HATAAVÁ. (Nm.11) A Sepultura dos desejos.   Sex 02 Mar 2012, 16:40

Nm. 11.34
Pelo que o nome daquele lugar se chamou Quibrote-Hataavá, porquanto ali enterraram o povo que teve o desejo das comidas dos egípcios.

Depois de terem saído do Egito e ficarem no deserto do Sinai por dois anos e dois meses, (Nm. 10.11) chegou à hora do povo começar a sua primeira jornada propriamente dita para Canaã.

Está escrito: Pela primeira vez se puseram em marcha (Nm. 10.13) segundo o mandado do Senhor a Moisés.

Deveria ser um momento de grande euforia; partindo para uma vida melhor, havia uma expectativa no ar, pois era sabido que a terra manava leite e mel; (Não literalmente).

Entre a terra dos sonhos, a terra prometida e o deserto do Sinai, ou entre eles e Canaã, somente um deserto.

O que deixaram para trás? Somente lembranças amargas; traumas na mente e no corpo; alguns traziam em seus corpos as cicatrizes de um período de muita angustia dor e sofrimentos.

Após a morte de José e toda aquela geração (Ex.1.6,8.) se levantou novo rei sobre o Egito, que não os conhecera e com este novo rei, um tempo prolongado de angustias dores e sofrimentos.

Esta gente agora em direção a Canaã deveria concentrar-se em obedecer a Deus e Moisés e viver e respirar um novo tempo que se avizinhava.

Pelo Deus que professavam e pelos líderes que tinham (Moisés, Josué, e Arão) além dos grandes sinais miraculosos de Deus entre eles no Egito, confiança e esperança deveria ser a tônica da viagem até Canaã.

Mas os relatos bíblicos provam justamente o contrário.

Está escrito: Queixou-se o povo da sua sorte aos ouvidos de Moisés (Nm. 11.1) ouvindo-o o Senhor acendeu-se-lhe a ira.

Não há nada mais perturbador do que pessoas queixosas; elas têm o dom de serem perturbadas e perturbarem os que as cercam.

A paz e a tranqüilidade que Moisés e seus auxiliares precisavam para conduzir o povo a Canaã, agora estavam sob ameaça.

Queixar-se da sorte é murmurar aos ouvidos de Deus é o mesmo que declarar a insuficiência de Deus em ajudar-nos.

O “queixou-se o povo da sua sorte” a “murmuração” levou-os a uma crise espiritual sem precedentes: Fogo do Senhor ardeu entre eles (Nm. 11.1) e consumiu as extremidades do arraial.

Queixar é diferente de clamar; está escrito: clamou o povo a Moisés (Nm. 11.2) e este, orando ao Senhor, o fogo se apagou.

Temos o direto de clamar ao Senhor; queixar-se ao Senhor é o mesmo que aponta-lo como culpado dos nossos percalços.

Quando o povo saiu do Egito, (Ex.12.38.) está escrito que: subiu também com eles um misto de gente, ovelhas, gado, muitíssimos animais.

Estes certamente eram aventureiros da sorte; oportunistas de ocasião, sempre de plantão, e de olhos abertos para as promessas materiais.

Sabedores que os israelitas estavam de partida para uma terra promissora, como disse Moisés a Hobabe: Estamos de viagem... Vem, (Nm. 10.29) porque o Senhor prometeu coisas boas a Israel...

Diferentemente de Hobabe, alguns egípcios deixaram para trás a terra natal em busca de riquezas.

Ainda hoje encontramos esta classe de pessoas no meio evangélico; oportunistas ocasionais e oportunistas de plantão.

Este tipo de gente tem os olhos sempre voltados para as coisas materiais, eles vêm em cada versículo da Bíblia as oportunidades de ganhar dinheiro fácil: enganando o povo.

Dão nomes absurdos a campanhas absurdas como: “Carnê das grandes conquistas” ou “culto dos empresários”, ou “culto da prosperidade financeira”.

Está escrito: e o populacho, que estava no meio deles (Nm. 11.4) veio a ter grandes desejos das comidas dos egípcios...

Os filhos de Israel foram contaminados, influenciados pelos mesmos desejos e choraram e disseram, murmuraram: quem nós dará carne a comer?

Hoje tem muita gente vindo a Jesus só para ter suas contas (dívidas) pagas e bens matérias adquiridos.

Sobre os supostos milagres financeiros e materiais, o que não falta é gente contratada para testemunhar que em determinada igreja os alcançou. É mole?

Deus conseguiu tirar o povo do Egito, mas nunca consegui tirar o Egito do povo.

Ainda hoje, Deus tem tirado muitos evangélicos do mundanismo, mas não consegue tirar o mundanismo de alguns evangélicos. – É o populacho.

Esta é a mistura de gente, o povão, o pessoal do louvorzão sertanejo, 2011,2012; é a turma do clube de Jesus, do Show da fé, e por aí afora.

Esta gente diz estar indo para o céu; mas desejando e obtendo tudo que o mundo os oferece.

Somos aconselhados (Rm. 12.2) a não nos conformar com o mundo deste presente século. Com o populacho é justamente o contrário que está acontecendo.

Pois o mundo está neles e eles estão no mundo do comércio das coisas santas: negociadores do evangelho; quem recebe e quem paga esperando ter.

A coisa foi tão seria que o maná recebido por eles com alegria recebeu o nome de “pão tão vil”. (Nm. 21.5).

O desejo pelas iguarias do Egito, (pepinos, melões, cebolas e alhos) foi tão intenso que declaram diante de Deus e Moisés: Seca-se a nossa alma, (Nm. 11.6) e nenhuma coisa vemos senão este maná.

Desejos irrealizados, paixões não correspondidas faz adoecer a alma, enfraquece o espírito e nos leva até a debilidade física; uma porta aberta para as enfermidades.

Santificai-vos! Foi à resposta de Deus (Nm. 11.18.) para mudar o quadro de vida daquela gente.

Santificar para quê? Na visão deles o problema não seria resolvido com a santificação. (Para muitos ainda hoje também não) Para eles a saída não era santificar e sim voltar para o Egito.

Quem nós dará carne a comer? De cara já eliminaram Moisés, Josué e Arão; consequentemente também eliminaram Deus desta possibilidade: conclusão: Voltar ao Egito resolveria tudo.

Olha a expressão: íamos bem no Egito.

Se trabalhar de graça é ir bem? Se comer só cebolas e pepinos é ir bem. Se levar chicotadas e for escravo de alguém é ir bem?

Realmente deveriam voltar ou nunca ter saído de lá, do Egito.

Estamos vendo uma classe de evangélicos deste mesmo naipe.

Já me deparei com evangélicos na casa de Deus reclamando pelo passado que vivia no mundo e hoje não vive mais.

Um disse para mim certa ocasião: Irmão Guganic, quando eu traficava drogas faturava tantos mil reais por semana. Hoje só vivo “durango kid” sem dinheiro.

Não se espante! Esta é uma realidade do populacho que diz andar servindo a Cristo, ou melhor: se servindo de Cristo.

Deus enviou o socorro provou para eles e para Moisés que de fome eles não morreriam no deserto e de fome realmente não morreram.

O Senhor soprou um vento oriental (Nm. 11.31) trouxe codornizes do mar e as espalhou pelo arraial.

Não se registra nesta passagem, uma vírgula se quer de arrependimento ou pedido de perdão, ou agradecimento a Deus por mais este feito.

Por mais esta razão, por não darem graças pelo alimento, (Nm. 11.33) antes mesmo de mastigarem o primeiro naco de uma codorna: acendeu-se a ira do Senhor contra eles.

Ali foi aberta uma sepultura chamada: Quibrote-Hataavá; e lemos a seguir: ali enterraram o povo que teve o desejo das comidas dos egípcios.

Você sabia que ainda hoje há muitas sepulturas abertas esperando por aqueles que são controlados pelos desejos que ferem a realidade de Deus?

Somos feitura de Deus (Ef. 2.10) criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.

As obras do populacho, as obras da mistura de gente, não se coadunam com o que Deus tem preparado para nós.

Que o Senhor nos guarde deste mal: a mistura de gente; o populacho dos desejos malditos.

Bom final de semana com Cristo,a todos.

Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
QUIBROTE-HATAAVÁ. (Nm.11) A Sepultura dos desejos.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» QUIBROTE-HATAAVÁ. (Nm.11) A Sepultura dos desejos.
» QUIBROTE-HATAAVÁ. (Nm.11) A Sepultura dos desejos. Sua participação aqui!
» Transfiguração!?
» Mais um dogma científico jaz na sepultura
» ELE VAI SENTIR TESÃO E GOZAR SÓ COMIGO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: