SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Provem e vejam como o Senhor é bom. Como é feliz o homem que nele se refugia! Salmos 34:8

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg


BOAS FESTAS, DEUS LHE DIRIJA NESTE ANO NOVO
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
40 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 40 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Ontem à(s) 01:42 por Paulo Cezar

»  ATRAÍDOS PARA A CAUSA DO AMOR -- Rm.8.28-
Sex 15 Dez 2017, 01:24 por guganic

» Um suicida tem alguma possibilidade de salvação eterna
Qui 14 Dez 2017, 22:25 por jairo nuness

» PASTOR JULIO CESAR,SE SUICIDA. Ex-presidente da Assembleia de Deus Min. Madureira comete suicídio
Qui 14 Dez 2017, 22:22 por jairo nuness

» Jornalista da Globo afirma que fé dos cristãos na volta de Jesus Cristo é “maluquice”
Qui 14 Dez 2017, 15:39 por Henrique

» Tópico Exclusivo Pregações
Qua 13 Dez 2017, 07:35 por M.Rogério

» Se eu fosse presidente, reconheceria Jerusalém como capital de Israel”, afirma Jair Bolsonaro
Ter 12 Dez 2017, 21:44 por Henrique

» VERSICULO DO DIA
Ter 12 Dez 2017, 18:53 por Paulo Cezar

» Livre do alcoolismo e curado de câncer, atacante Roger testemunha: “Hoje vivo o Evangelho de Jesus”
Seg 11 Dez 2017, 23:17 por M.Rogério

» 05 Razões Porque A Igreja Deve Voltar A Cantar Os Velhos Hinos
Seg 11 Dez 2017, 11:52 por Henrique

» Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro
Seg 11 Dez 2017, 07:25 por M.Rogério

» Evangélicos pressionam governo Temer a também reconhecer Jerusalém capital de Israel
Dom 10 Dez 2017, 23:34 por Henrique

» É pecado o uso de camisinha ( preservativo ) nas relações sexuais?
Dom 10 Dez 2017, 23:19 por Henrique

» Governo brasileiro NÃO apoia decisão dos EUA sobre Jerusalém
Dom 10 Dez 2017, 18:14 por M.Rogério

» Quando acaba o Reteté!
Dom 10 Dez 2017, 18:10 por M.Rogério

» O Tempo está acabando!
Dom 10 Dez 2017, 18:06 por M.Rogério

» A cada dez casos de perseguição religiosa no mundo, oito são cometidos contra cristãos
Sab 09 Dez 2017, 23:45 por Henrique

» Político iraniano: Jerusalém nunca se tornará capital de Israel
Qui 07 Dez 2017, 22:49 por Henrique

» DEVOCIONAL - O magnífico Deus de Maria
Seg 04 Dez 2017, 21:47 por Henrique

» Design inteligente: Wikipedia censura a teoria científica que explica a vida e o universo
Sab 02 Dez 2017, 19:20 por Henrique

» IDEOLOGIA DE GÊNERO Butler em recuo estratégico
Sab 02 Dez 2017, 18:59 por Henrique

» A ciência tem evidências comprovadoras de que o homem foi criado por Deus.
Ter 28 Nov 2017, 10:10 por Henrique

» Quais os requisitos bíblicos para o batismo?
Seg 27 Nov 2017, 02:26 por Assuero

» O atual papa se proclama O VIGÁRIO DE CRISTO,deus na Terra!
Seg 27 Nov 2017, 02:17 por Assuero

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A Fé atua pelo amor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3320
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 45
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: A Fé atua pelo amor   Qua 25 Maio 2016, 20:46




Partes de um sermão de Charles Haddon Spurgeon, traduzidas e adaptadas pelo Pr Silvio Dutra.

"A fé que atua pelo amor." (Gálatas 5.6)

Todas as formas de justificação pelas obras humanas e as formas exteriores são deixadas de lado pelo Apóstolo. Em uma única frase ele fecha cada estrada que é moldada pelo homem e abre o caminho do Senhor, o único caminho da salvação que é pela graça mediante a fé em Cristo Jesus. 

Alguns esperam ser salvos pelo ritualismo, mas suas esperanças são quebradas com estas palavras: "nem a circuncisão para nada aproveita." Por outro lado, muitos estão confiando em sua liberdade de todas as cerimônias e colocam a sua confiança em uma espécie de anti-ritualismo, eles são atingidos pelas palavras, "nem a incircuncisão." 

Se pensarmos que as coisas exteriores irão nos salvar porque elas são biblicamente simples, vamos errar tanto quanto aqueles que multiplicam os seus cultos lindos e procissões pomposas. Paulo diz: "nem a circuncisão para nada aproveita", mas ele não para por aí, pois acrescenta, "nem a incircuncisão." O exterior, seja decorado ou sem adornos, seja fixo ou livre, não pode salvar - a única coisa que pode nos salvar é a fé em Jesus Cristo, a quem Deus propôs como propiciação pelo pecado.

A fé nos põe em contato com a fonte de cura e por isso a nossa doença natural é removida. Ela se apropria, em nosso favor, do resultado do serviço e sacrifício do Redentor e por isso nos tornamos aceitos nEle. Mas qualquer coisa menos do que isso deve ser deixada - isto é o rompimento do vestuário, enquanto o coração está inquebrantável - a lavagem do exterior do copo e do prato, enquanto a parte interna está cheia de imundícia. O Apóstolo, no entanto, faz mais do que simplesmente condenar outros fundamentos além do da fé, pois distingue aqui entre a fé, em si, e suas muitas imitações. Não é todo o tipo de fé que vai salvar a alma.

A verdadeira fé, sem dúvida, salvará um homem ainda que ela seja como um grão de mostarda. Mas deve ser a verdadeira fé - a prata genuína e não um mero artigo banhado em prata. "O dinheiro responde a todas as coisas", diz o sábio, mas então deve ser a moeda corrente do reino, porque o dinheiro falso para nada servirá, exceto para condenar o homem que o tem em sua posse! A verdadeira fé nos salvará, mas falsificações irão aumentar a nossa conta e risco. A Segurança é de Deus, mas a presunção é do diabo. A prova da verdadeira fé é que ela trabalha - "a fé que atua", diz o texto. Para o efeito, deve, antes de tudo, ser viva, pois está claro que uma fé morta não pode trabalhar. Deve haver coração em nossa fé e o sopro do Espírito de Deus nela, ou não será a fé viva de um filho vivo de Deus.

Sendo viva, a verdadeira fé não dormirá, mas deve estar desperta, uma vez que o sono é um primo da morte. A fé torna-se ativa e vigilante, e em sua atividade encontra-se muito de sua prova. "Pelos seus frutos os conhecereis" é uma das próprias regras de Cristo para os homens – conhecemos a fé por aquilo que resulta dela - pelo que ela faz por nós e em nós e através de nós. Não vale a pena ter fé, se é infrutífera. Ela tem um nome de que vive mas está morta. Se ela não funciona não pode justificar a sua posse. Um deus morto pode ser servido por uma fé morta, mas apenas uma viva, despertada e atuante fé pode agradar ao sempre vivo e operante Jeová.

"Não foi somente por palavras que custou ao Senhor comprar o perdão para o seu povo. Tampouco será uma alma restaurada somente por palavras do Salvador.”

Uma outra distinção também é apresentada, ou seja, que a verdadeira fé "opera pelo amor." Há alguns que fazem muitas obras como o resultado de uma espécie de fé que, no entanto, não são justificados. Como por exemplo, Herodes, que acreditou em João e fez muitas coisas e ainda matou seu ministro. Sua fé funcionou, mas funcionou por medo e não por amor e ele temia a linguagem do segundo Elias e os julgamentos que viriam sobre ele se ele rejeitasse as suas advertências, e assim sua fé trabalhou através do medo. 

O grande teste do funcionamento da fé salvadora é este: que "opera pelo amor."Se você é conduzido por sua fé em Jesus Cristo por amá-Lo e assim servi-Lo, então você tem a fé dos eleitos de Deus. Você é, então, sem dúvida, um homem salvo e pode seguir o seu caminho e se alegrar na liberdade com que Cristo o libertou.

Será uma alegria para você servir ao Senhor, porque o amor é a mola mestra do seu serviço. 

Então, a FÉ sempre produz AMOR - "A fé que opera pelo amor." As duas graças divinas são inseparáveis. Como Maria e Marta, elas são irmãs e permanecem juntas em sua casa. A fé, como Maria, senta-se aos pés de Jesus e ouve as Suas palavras e então o amor vai atuar diligentemente sobre a casa e alegrar-se em honrar o Senhor Divino. A fé é a luz, enquanto o amor é o calor e em cada feixe da Graça do Sol da Justiça, você vai encontrar uma medida de cada um. A verdadeira fé em Deus não pode existir sem o amor a Ele, nem o amor sincero, sem a fé. Eles estão unidos como gêmeos siameses, e onde você encontra um pode ter a certeza de que o outro está presente.

Isso acontece por uma necessidade da própria natureza da fé. No momento em que um homem crê em Jesus Cristo, ele o adora em consequência disto. Porque confiar no Cordeiro que sangrou por nós e não amá-lo é uma coisa que não se pode imaginar! 

Assim, a fé recebe as promessas e o amor alimenta o fruto delas. Ela faz isso ainda mais docemente pela familiaridade com Deus que ela gera no coração, pois a fé é o hábito de ir a Deus com todas as suas carga e volta com a sua carga removida. A fé tem a prática diária de suplicar promessas junto a Deus, falar com Ele face a face como um homem fala com seu amigo e recebe favores da mão direita do Altíssimo! A fé começa com Deus pela manhã, como Abraão fez, e caminha com Ele no campo à noite, como Isaque. A fé abriga-se com Deus como a andorinha que construiu seu ninho sob o beiral do telhado do templo. A vida da fé está em Deus, assim como a vida de um peixe está no mar.

O seio de Jesus Cristo é o travesseiro da fé e o coração de Deus é o pavilhão da fé. Porque a fé assim nos mantém perto de Deus, que nos leva a amá-Lo. Oh, pobre alma cega, se você pudesse ver Jesus, você iria amá-Lo! Vocês que mais se opõem a Ele se tornariam Seus amigos! Não é possível para um crente estar na companhia de Cristo por uma hora que seja sem sentir seu coração aquecido. 

Porque a fé, portanto, faz-nos familiarizados com o nosso Senhor Divino, deve inevitavelmente produzir amor na alma. 

Assim, o santo e o Salvador crescem unidos depois de anos de convivência –crescemos n`Ele em todas as coisas, pois é a Cabeça. Oh que nossa semelhança a Cristo seja tão clara e completa como nossa semelhança com os nossos queridos companheiros aqui embaixo! Você vê como o amor é assim nutrido na alma por uma semelhança cada vez maior de disposição. Onde quer que haja simpatia de gosto, mente, visão, e espírito, o amor torna-se forte e bem estabelecido. E, assim, a fé, por gerar em nós semelhança a Cristo, leva-nos a amar a Cristo para se tornar um grande poder na alma! 

O amor deve ser livre, ele não pode ser comprado ou forçado. Se você crê, você vai adorar. Se você não crê, nunca vai amar até que você creia. Vá à raiz da questão. Não tente fazer crescer o jacinto de amor sem o bulbo da fé. 

Deixe-me agora fazer uma observação – o AMOR é totalmente dependente da FÉ. "A fé que atua pelo amor." O amor, então, não funciona por si só, exceto na força da fé. O amor é tão inteiramente dependente da fé que, como eu já disse, não pode existir sem ela! Pode haver uma admiração do caráter de Cristo, mas a emoção que a Escritura trata como "amor", só vem ao coração quando nós confiamos em Jesus. "Nós amamos porque Ele nos amou primeiro." O amor a Jesus não pode existir sem a fé n`Ele.

Certamente o amor não pode desabrochar exceto quando a fé floresce. Se você duvidar de seu Senhor, você vai pensar em coisas duras acerca d`Ele e deixará de amá-lo como deveria. Se você cair em apuros e você duvidar de Sua sabedoria, ou da Sua bondade, a próxima coisa que vai ocorrer é que seu coração vai ficar frio em relação a Ele - você vai começar a pensar que seu Senhor é tirânico e cruel contigo e lutará com Ele. As duas Graças devem diminuir ou aumentar juntas! Se você alcançar uma confiança simples e infantil que se apoia em Cristo como um bebê no colo de sua mãe repousa inteiramente no seu cuidado, então o seu amor será perfeito! 

Como Jesus nos amou, assim também devemos amar uns aos outros. E como Ele amou o Pai e por amor do Pai, que Ele pudesse glorificá-Lo, cumprindo a Lei e fazendo-se um sacrifício por nós, assim também, devemos estar dispostos a dar nossa vida pelos irmãos e para a glória e honra do Pai. 

O amor é a essência de toda boa obra. Se há alguma virtude, zelo, consagração ou santa ousadia, sua essência é o amor. Todas as grandes obras que os heróis da Cruz apresentaram são compostas do metal sólido de amor a Jesus Cristo. Seja ela grande ou pequena, aquele que tem servido a Deus corretamente sempre trouxe para dentro do santuário uma oferenda de amor puro comparável ao ouro de Ofir. 

A falta de confiança mútua na vida conjugal é a morte do amor, mas o amor expulsa qualquer suspeita relativa ao amado querido e fiel. Mesmo quando se supõe que há um erro, o amor o coloca para baixo e conclui que pode haver uma sensação de que ele está certo, pois o amor tudo crê, tudo suporta e não vai tolerar a desconfiança que sabe ser um verme no âmago do coração. Então você vê, onde há um grande amor de Cristo, que proíbe a dúvida e, assim, mata as raposas de desconfiança que estragam as vinhas da fé. O amor a Jesus sente que seria melhor desconfiar de todos os homens e anjos do que duvidar do querido Redentor, que derramou Seu sangue para provar o seu amor! Além disso, o perfeito amor lança fora o medo, porque o medo tem tormento e o perfeito amor lança fora o medo - a fé tem espaço para mostrar a sua força. O amor não aprendeu a ter medo, nem vai permitir que o trabalho da fé diminua e se torne o trabalho de um escravo.

O amor dá coragem e é ainda muito reverente – reverência familiar. Calafrios não são para os filhos de Deus – eles são chamados à íntima comunhão com o Pai celestial e o lugar de encontro deles não é no Sinai, mas no Calvário! 

Oh Amado, esta é a alegria do amor, que nos traz a tão estreita comunhão pessoal com Deus em Jesus Cristo! Estamos familiarizados com Ele e confiamos n`Ele implicitamente. Oh, queridos amigos, confiem no seu Deus em tudo! Confiem n`Ele nas pequenas coisas! Confiem n`Ele em grandes coisas! Confiem n`Ele em suas alegrias para mantê-los sóbrios! Confiem n`Ele em suas tristezas para mantê-los livres de desespero! 


web servos 

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Fé atua pelo amor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 100 VEZES MAIS ?!
» Pelo Amor, ou Pela Dor... / Ricky Medeiros
» O SOFRIMENTO E O AMOR PELO EVANGELHO... (PAULO DE TARSO)
» Amor de Deus... o Grande Amor de Deus pelos homens
» Pode um camelo passar pelo fundo de uma agulha?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM DOS AMIGOS E ASSUNTOS GERAIS.-
Ir para: