SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» E.B. Tema: DISSE JESUS: EU SOU A VIDA! II Semestre outubro de 2018 Pt III
Sab 20 Out 2018, 20:19 por guganic

» Islâmicos pedem o enforcamento de cristã que questionou a crença em Maomé, no Paquistão
Ter 16 Out 2018, 21:04 por M.Rogério

» O que devemos orar?
Ter 16 Out 2018, 20:56 por M.Rogério

» A Crescente Crise por trás da História Evangélica de Sucesso no Brasil
Ter 16 Out 2018, 20:46 por M.Rogério

» O Papel da Lei na Evangelização
Ter 16 Out 2018, 20:39 por M.Rogério

» E.B. Tema: DISSE JESUS: EU SOU A VERDADE! II Semestre outubro de 2018 Pt II
Sab 13 Out 2018, 12:03 por guganic

» O que é a Oração do Senhor?
Seg 08 Out 2018, 21:00 por Henrique

» E.B. Tema: DISSE JESUS: EU SOU O CAMINHO! II Semestre outubro de 2018 Pt I
Sab 06 Out 2018, 07:25 por guganic

» 13 razões porque não vou votar no PT
Ter 02 Out 2018, 08:19 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! A Terceira e a Quarta! (Aula 4 - Setembro/2018)
Dom 30 Set 2018, 19:57 por B.V.

» Líderes evangélicos lançam manifesto pedindo que fiéis apoiem candidatos conservadores
Sex 28 Set 2018, 21:17 por Henrique

» Columa50 Seja bem vindo.
Qui 27 Set 2018, 23:51 por guganic

»  A CONTRADIÇÃO E O CAMINHO DE CORÉ. Nm.16.(Uma palavra pastoral)
Qui 27 Set 2018, 23:43 por guganic

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! A Segunda! (Aula 3 - Setembro/2018)
Qua 26 Set 2018, 21:20 por B.V.

» “Tô vivo por uma obra de Deus”, diz Jair Bolsonaro
Ter 25 Set 2018, 19:35 por M.Rogério

» Com que atitude devemos orar?
Seg 24 Set 2018, 21:55 por Henrique

» Dizimos a vergonha no meio da graça
Dom 23 Set 2018, 13:06 por Henrique

» O Lutador !!
Dom 23 Set 2018, 12:11 por jairo nuness

» O que produz um sermão poderoso?
Sab 22 Set 2018, 17:44 por Henrique

» Mostrando aquilo que a Igreja não prega
Sex 21 Set 2018, 22:34 por M.Rogério

» “Espelho da Vida”: Nova novela da Globo ensinará espiritismo
Sex 21 Set 2018, 22:30 por M.Rogério

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Sex 21 Set 2018, 21:23 por M.Rogério

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! A Primeira! (Aula 2 - Setembro/2018)
Ter 18 Set 2018, 21:57 por B.V.

» O que é a oração?
Seg 17 Set 2018, 21:21 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 Quais são os resultados de um estado assistencialista?

Ir em baixo 
AutorMensagem
Henrique

avatar

RELIGIAO : Cristão, denominação: Batista
Masculino Mensagens : 5536
nascido em : 27/01/1961
inscrito em : 09/09/2011
Idade : 57
Localização : São Paulo, capital

MensagemAssunto: Quais são os resultados de um estado assistencialista?   Qui 22 Mar 2018, 21:04

Quais são os resultados de um estado assistencialista?




Transcrição



Consideremos algumas questões econômicas básicas relacionadas ao assistencialismo como uma forma de intervencionismo na economia.

Primeiro, lembre-se que o governo não pode produzir nada, só pode redistribuir, redirecionar, controlar ou reprimir. Ele só pode tomar o dinheiro de outras pessoas que estão produzindo. Lembre-se também que esse tipo de intervenção cria o tipo de erro em cálculos econômicos que se espera.

Conforme o governo tira mais e mais dinheiro daqueles que são produtivos, ele acaba controlando mais e mais a economia em geral, o que nos dá menos informações pelas quais devemos tomar decisões.

De fato, o pior é que acabamos tirando o dinheiro da esfera produtiva, com dinheiro trabalhando para criar mais riqueza, e acaba sendo dinheiro consumido. De quanto dinheiro estamos falando aqui? Considere o seguinte: desde 1934, o ano da criação da lei de seguridade social até 2008, o gasto do governo – não o gasto privado – em pensões, assistencialismo e saúde somam 45 trilhões de dólares. Isso é muito dinheiro.

Isso cria grupos enormes e em constante crescimento de pessoas que são parcial ou totalmente dependente não de seu próprio trabalho, não de sua própria mordomia, não de seu próprio chamado, mas do Estado como seu provedor. Isso é prejudicial para eles e para a sociedade. Os programas do governo são projetados supostamente para aliviar a pobreza, mas acabam criando mais pobreza. Esse é um princípio básico da economia. O que você subsidia, você faz crescer. Então olhemos para algumas consequências não-intencionais que vêm de alguns desses programas.

Dê uma olhada nesses gráficos que nos mostram, por exemplo, o crescimento no número de dependentes do assistencialismo desde o crescimento radical de programas de assistência social, o programa Great Society nos anos 60. Nós temos outro gráfico que mostra, ao mesmo tempo, que muito menos abstrato, o crescimento do número de mães solteiras e o colapso das famílias em assistência social.

Por último, o terceiro gráfico nos mostra o crescimento de toda a classe de assistência social. Entenda que esse crescimento cria uma carga crescente naqueles membros da sociedade que estão produzindo. Os cristãos devem se preocupar com os pobres, e pode parecer que o que estamos dizendo é que não devemos nos preocupar, mas a realidade é que não estamos dizendo isso. Não é dever dos cristãos ajudar, não importa qual seja a fonte? Vê? Esse é o problema.

Deus nos chamou para ajudar as pessoas, mas estabeleceu as fontes pelas quais as pessoas de fato serão ajudadas, e o Estado não é uma delas. Nós queremos ajudar as pessoas, e é por isso que Deus chama indivíduos e a igreja para fazer isso, e não o Estado.

Mas você pode estar se perguntando: Ora essa, todas essas pessoas, todo esse dinheiro que o governo gasta para cuidar das pessoas, é claro que a igreja não pode assumir o fardo todo para si, pois não tempos os recursos para isso… Exatamente. Nós nos metemos nessa bagunça ao longo do tempo, e levará um longo período para sairmos dela. Mas entenda o seguinte: conforme começamos a repelir a perspectiva assistencialista, vamos ver aqueles que eram capazes, repentinamente entrando na produtividade, na liberdade, saindo da dependência.


Por: R. C. Sproul Jr. ©️ Editora Fiel

-







-
Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105



Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quais são os resultados de um estado assistencialista?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Gametogênese
» Carro apreendido por tráfico vendido à revelia do Estado
» quais sao as diferenças entre o Cristianismo e o Judeu Messianico?
» utilidade publica: quais cuidados que devemos ter com o cpf?
» Quais as traduções dessas frases?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: VÍDEOS-
Ir para: