SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus - Hebrus 12.2

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
33 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 33 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» “Tô vivo por uma obra de Deus”, diz Jair Bolsonaro
Ontem à(s) 19:35 por M.Rogério

» Com que atitude devemos orar?
Seg 24 Set 2018, 21:55 por Henrique

» Dizimos a vergonha no meio da graça
Dom 23 Set 2018, 13:06 por Henrique

» O Lutador !!
Dom 23 Set 2018, 12:11 por jairo nuness

» O que produz um sermão poderoso?
Sab 22 Set 2018, 17:44 por Henrique

» Mostrando aquilo que a Igreja não prega
Sex 21 Set 2018, 22:34 por M.Rogério

» “Espelho da Vida”: Nova novela da Globo ensinará espiritismo
Sex 21 Set 2018, 22:30 por M.Rogério

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Sex 21 Set 2018, 21:23 por M.Rogério

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! A Primeira! (Aula 2 - Setembro/2018)
Ter 18 Set 2018, 21:57 por B.V.

» O que é a oração?
Seg 17 Set 2018, 21:21 por Henrique

» GRUPO DE RISCOS II Tm 3.1-10
Qui 13 Set 2018, 01:32 por guganic

» Líderes evangélicos lançam manifesto pedindo que fiéis apoiem candidatos conservadores
Ter 11 Set 2018, 21:54 por Henrique

» Deus espera que os Cristãos votem?
Seg 10 Set 2018, 22:16 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! Considerações iniciais (Aula 1 - Setembro/2018)
Dom 09 Set 2018, 11:37 por B.V.

» Pastores explicam como escolher em quem votar e a importância da decisão na urna
Qua 05 Set 2018, 21:07 por Henrique

» O que cremos a respeito do Espírito Santo?
Ter 04 Set 2018, 21:44 por Henrique

» Minuto com Deus!!!
Qui 30 Ago 2018, 01:50 por Paulo Cezar

» ESCOLA BÍBLICA AGOSTO 2018 - FÉ, CRER E SALVAÇÃO - PARTE IV
Ter 28 Ago 2018, 22:34 por Henrique

» Uma palavra aos amigos
Dom 26 Ago 2018, 16:39 por M.Rogério

» “Estou Perdendo a Minha Fé”
Dom 26 Ago 2018, 16:27 por M.Rogério

» Danilo Gentili denuncia hostilidade de ativista a culto em praça de NY: “Pessoal do bem”
Qui 23 Ago 2018, 22:42 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA AGOSTO 2018 - FÉ, CRER E SALVAÇÃO - PARTE III
Dom 19 Ago 2018, 13:17 por Henrique

» Votar em partidos de esquerda é ser anti-cristão
Dom 19 Ago 2018, 12:44 por Henrique

» VERSICULO DO DIA
Ter 14 Ago 2018, 15:08 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã?

Ir em baixo 
AutorMensagem
Henrique

avatar

RELIGIAO : Cristão, denominação: Batista
Masculino Mensagens : 5531
nascido em : 27/01/1961
inscrito em : 09/09/2011
Idade : 57
Localização : São Paulo, capital

MensagemAssunto: A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã?   Qua 30 Ago 2017, 22:50

A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã?


Há um grande mal-entendido nas igrejas sobre o propósito da música na adoração cristã. Igrejas rotineiramente anunciam um culto “dinâmico” e “transformador”, o qual “levará você para mais perto de Deus” ou “que irá mudar a sua vida”. Certos CD’s de adoração prometem que a música irá “levá-lo para dentro da presença de Deus”.  Até mesmo um panfleto, anunciando uma conferência para líderes de adoração, dizia:

“Junte-se a nós para essa dinâmica aula, a qual irá colocar você no caminho certo e inspirador, onde você poderá se encontrar com Deus e receber a energia e o amor que você precisa para ser um agente e um agitador no mundo de hoje… Além disso, nossos programas de ensino são eventos de adoração que irão colocar você em contato com o poder e o amor de Deus.”

O problema com o panfleto e com muitos anúncios de igrejas é que esse tipo de promessa revela um significante erro teológico. A música é vista como um meio para facilitar um encontro com Deus. Ela irá nos levar para perto de Deus. Nesse esquema, a música se torna um mediador entre Deus e o homem. No entanto, essa ideia está mais próxima das práticas pagãs do que da adoração cristã.

Jesus é o único mediador entre Deus e o homem. Somente Ele é quem nos leva para Deus. A noção popular – porém errônea – relativa à música de adoração mina a fundamental verdade da fé cristã. É irônico que muitos cristãos neguem o papel das ordenanças sacramentais, as quais o próprio Senhor deu para sua igreja (batismo e a Santa Ceia), mas anseiem em dar poderes sacramentais para a música. A música e a “experiência da adoração” são vistas como meios pelos quais nós entramos na presença de Deus e recebemos seus benefícios salvíficos. Não há simplesmente nenhuma evidência na Escritura que diga que a música media diretamente encontros ou experiências com Deus. Essa é uma noção comum no paganismo. Está bem longe do Cristianismo.

Em seu útil livro “True Worship” (Verdadeira Adoração), Vaughan Roberts mostra quatro consequências de se ver a música como um encontro com Deus. Vou resumi-los.

1. A palavra de Deus é marginalizada.

Em várias igrejas e encontros cristãos, não é incomum a Palavra de Deus ser deixada de lado. A música dá uma elusiva sensação de “entorpecimento”, enquanto a Bíblia é algo mundano. Os púlpitos têm diminuído e até mesmo desparecido, enquanto as bandas e as luzes têm crescido. Mas a fé não vem da música, experiências dinâmicas ou supostos encontros com Deus. A Fé nasce por meio da proclamação da Palavra de Deus (Rom. 10.17).

2. Nossa certeza é ameaçada.

Se associarmos a presença de Deus com uma particular experiência ou emoção, o que acontecerá quando não sentirmos mais isso? Nós procuraremos igrejas cujas bandas de louvor, orquestras ou órgãos produzam em nós os sentimentos que nós estamos procurando. Mas a realidade de Deus em nossas vidas depende da mediação de Cristo, não de experiências subjetivas.

3. Músicos ganham status sacerdotais.

Quando a música é vista como meio de encontro com Deus, os líderes de louvor e músicos começam a exercer o papel de pastor. Eles se tornam aqueles – no lugar de Jesus Cristo, o único que já cumpriu esse papel – que trazem até nós a presença de Deus. Dessa forma, quando um líder de louvor ou banda não me ajuda a experimentar Deus, então ele falhou e deve ser substituído. Por outro lado, quando acreditamos que eles tiveram sucesso em nos levar à presença de Deus, então eles terão em nossa mente um status elevado.

4. A divisão aumenta.

Quando nós identificamos um sentimento como um encontro com Deus, e apenas uma determinada música produz esse sentimento, então nós insistiremos que aquela música deverá ser tocada regularmente em nossa igreja e reuniões. Se todos tiverem o mesmo gosto que o nosso, não haverá problema. Mas se outros dependem de outra música para produzirem esse sentimento, então é importante para eles que a divisão seja cultivada. E porque nós rotineiramente classificamos esses sentimentos como encontros com Deus, nossas demandas para que esse sentimento seja produzido se tornam rígidas. Esse é o motivo pelo qual muitas igrejas sucumbem ao oferecerem múltiplos estilos de culto. Fazendo isso, eles, sem querer, sancionam a divisão e a centralização do ego no meio do povo de Deus.

A Escritura é cheia de exortações para o povo de Deus cantar e fazer músicas para o Senhor. Nosso Deus foi gracioso em nos dar esse meio de adorá-lo. Mas é importante entender que a música, em nossa adoração, é para dois propósitos específicos: honrar a Deus e edificar a comunidade dos crentes. Infelizmente, muitos cristãos tendem a dar à música um poder sacramental sobre o qual a Escritura jamais falou.

Original: A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã? © 2014 Reforma21. Tradução: Victor Bimbato.

-







-
Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105



Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3420
nascido em : 19/07/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 46
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã?   Qui 31 Ago 2017, 07:14

Bom dia irmãos,ando meio corrido mas na  nativa na certeza que Deus esta presente em nossas caminhadas.

 Sobre o post acima,todas a igrejas estão tendenciosas a isso,visando a busca do almento do público.Não gostei do título inserindo *sua igreja* onde o correto seria *nossa igreja*   É importante deixa bem claro que quando se aproximamos da apostasia,a credibilidade da igreja chegará a níveis baiximos até zerar a palavra de Deus perderá sua força nas religiões de auto ajuda,permanecerá viva dentro dos que foram guiados pelo Espírito do Senhor por isso é importante entendemos que somente ações do próprio Deus é que garante a nossa Salvação no tocante da obediência e observância dos fatos religiosos.

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A adoração em sua igreja é mais pagã do que cristã?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» LOUVOR E ADORAÇÃO! Levitas na igreja atual! (Aula 03 - Janeiro 2014)
» Igreja Católica Apostólica Cristã (ICAC)
» O QUE TODA IGREJA DEVERIA PREGAR?
» O arrebatamento é só da igreja "evangélica"?
» Obama felicita novo chefe da igreja ortoxa russa.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM DOS AMIGOS E ASSUNTOS GERAIS.-
Ir para: