SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque eu nào vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento. Mateus 9.13

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
28 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 28 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 01:56 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Ontem à(s) 00:24 por Paulo Cezar

» E ai, tudo bem?
Ter 18 Jul 2017, 21:13 por Henrique

» Os 10 pastores que não respeito e não admiro
Sab 15 Jul 2017, 20:04 por Henrique

» Nós trabalhamos por meio da graça
Sab 15 Jul 2017, 15:39 por Henrique

» Você não pode plantar uma igreja se não sabe o que é uma
Sex 14 Jul 2017, 21:04 por Henrique

» Bispo Edir Macedo Volta A Acenar À Militância LGBT E Diz Que Jesus Não Condenou A Homossexualidade
Qui 13 Jul 2017, 21:10 por guganic

» A cristã sudanesa que chegou a ser condenada à morte por causa da fé
Qua 12 Jul 2017, 19:51 por Henrique

» Vilson Lemes, seja bem-vindo
Qua 12 Jul 2017, 14:11 por guganic

» Se Deus é o autor da Escritura, então a Escritura é verdadeira
Ter 11 Jul 2017, 20:45 por Henrique

» As surpresas da vida
Ter 11 Jul 2017, 13:53 por M.Rogério

» Como ocorre a verdadeira conversão!
Dom 09 Jul 2017, 21:15 por M.Rogério

» Aniversario do nosso forum .7 anos.
Sex 07 Jul 2017, 02:55 por M.Rogério

» O Evangelho fraudulento o magico Simão
Qui 06 Jul 2017, 23:41 por M.Rogério

» O PODER DA TENTAÇÃO Mt. 6.9-13
Qui 06 Jul 2017, 10:25 por guganic

» Deus está conosco mesmo na passagem desta vida para a eternidade.
Qua 05 Jul 2017, 23:39 por Henrique

» QUEM NÃO SE MANIFESTA TORNA-SE CÚMPLICE
Ter 04 Jul 2017, 21:27 por Henrique

»  Muitos caem na idolatria por adorar a teologia da prosperidade
Seg 03 Jul 2017, 13:43 por Henrique

» Culto da vitória: pastor diz que não há base bíblica para essas reuniões e mostra cinco motivos
Dom 02 Jul 2017, 23:24 por M.Rogério

» Eu não vim chamar justos, mas pecadores
Dom 02 Jul 2017, 18:42 por Henrique

» Lei transforma em crime pregações que denunciem homossexualidade e ideologia de gênero como pecado
Sab 01 Jul 2017, 23:30 por Henrique

» Confrontar o pecado com a Bíblia não é falta de amor
Sex 30 Jun 2017, 19:55 por Henrique

» Cientistas da atualidade que professam o Cristianismo
Qui 29 Jun 2017, 10:41 por Henrique

» Marco Antonio Villa diz que “igreja é um negócio” e por isso deve pagar impostos
Qua 28 Jun 2017, 21:44 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 Refugiados convertidos ao Evangelho se tornam alvo de massacre na Alemanha, denunciam entidades

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Henrique

avatar

RELIGIAO : Cristão, denominação: Batista
Masculino Mensagens : 5200
nascido em : 27/01/1961
inscrito em : 09/09/2011
Idade : 56
Localização : São Paulo, capital

MensagemAssunto: Refugiados convertidos ao Evangelho se tornam alvo de massacre na Alemanha, denunciam entidades   Qua 10 Maio 2017, 02:01

.

Refugiados convertidos ao Evangelho se tornam alvo de massacre na Alemanha, denunciam entidades



Os refugiados muçulmanos que chegam à Europa estão sendo alcançados pelo Evangelho e, depois de convertidos, passam a ser perseguidos pelos antigos companheiros de crença. Na Alemanha, vários novos seguidores de Jesus estão sendo assassinados.

O caso mais recente de martírio é o de uma refugiada afegã esfaqueada na frente dos filhos por questões “religiosas” no último dia 29 de abril. Com 38 anos, ela vivia na Alemanha desde 2011 e havia se convertido ao Evangelho logo que chegou ao país.

A Polícia da Baviera, no sul da Alemanha, investiga um homem afegão, de 29 anos, requerente de asilo e considerado “mentalmente instável”. O assassinato foi cometido no estacionamento de um supermercado, e de acordo com informações do portal DW, o criminoso passava por tratamento psiquiátrico.

A cristã ex-muçulmana era participante de um projeto social que atende refugiados e durante seu funeral, o pastor Karl-Friedrich Wackerbath, líder da igreja que ela frequentava, afirmou que os muçulmanos o procuraram para manifestar condolências pelo crime.


“Eles expressaram esperança de que o incidente não leve a uma campanha de difamação geral contra muçulmanos”, informou o portal.

Perseguição recorrente


Mesmo com a atitude de reprovação do ato extremista por parte dos muçulmanos, o número de relatos sobre ataques a refugiados cristãos ou novos convertidos ao Evangelho só cresce desde 2015.

Em muitas matérias publicadas pela imprensa em geral, as vítimas se queixam de não terem suas queixas levadas a sério. Uma pichação na casa de uma família cristã dizia: “É hora de matar os infiéis”.

Na Alemanha, principal país europeu que abriu as portas para os refugiados, muitos deles acabam em albergues públicos, e mesmo nesses locais – mantidos pelo governo – os muçulmanos não se intimidam em pregar ódio aos cristãos. Em um dos abrigos, uma placa improvisada tenta intimidar: “O impuro não pode entrar”.


Reportagens diversas mostram que refugiados que se arriscam a usar roupas ocidentais, ou exibem crucifixos são alvo de agressões, insultos, ameaças e, no caso das mulheres, assédio sexual e estupros coletivos, praticados por vários extremistas.

A contagem de mártires é imprecisa, mas está, certamente, na casa das dezenas. Entidades cristãs que desenvolvem projetos de auxílio aos refugiados denunciam os mais diversos tipos de perseguição.

O pastor Gottfried Martens, que dirige uma igreja que tem recebido vários ex-muçulmanos, queixou-se da postura das autoridades, que sempre tratam as denúncias como “casos isolados”, como forma de não alarmar a opinião pública e despertar hostilidade por parte dos alemães.

“Essa teoria do caso isolado já foi refutada”, disse Ado Greve, porta-voz da Missão Portas Abertas em Frankfurt, frisando que os voluntários da entidade não esperavam verem esse tipo de hostilidade na Alemanha, mas decidiram investigar a situação quando os crimes de ódio contra os refugiados cristãos se multiplicaram.

Nessa investigação, a Portas Abertas fez descobertas preocupantes, mas foi criticada por apresentar dados que supostamente não seriam “confiáveis”. No entanto, em outubro passado, o relatório de uma nova pesquisa feita pela missão foi publicado, reiterando os números do levantamento anterior e mostrando um agravamento da situação.

“56% falaram sobre ataques físicos e 83% dos entrevistados admitiram que foram ameaçados verbalmente mais de uma vez”, destacou Greve, observando que os entrevistados foram refugiados, cristãos, oriundos do Irã (304), da Síria (263) e do Afeganistão (63).

Ado Greve salienta que apesar da perseguição, não há registros de ex-muçulmanos que pretendam voltar para o islamismo.

Os agressores eram, em todos os casos, imigrantes conterrâneos e, em alguns casos, pertencentes a etnias rivais. Até o assassinato de refugiada cristã, nenhum caso denunciado levou a uma condenação, pois a Polícia continua tratando a situação com displicência.

https://goo.gl/5EIp7B

-







-
Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105



Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Refugiados convertidos ao Evangelho se tornam alvo de massacre na Alemanha, denunciam entidades
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dez coisas que tornam os seres humanos especiais
» A Loucura do Evangelho ou as Loucuras dos Evangélicos?
» Final do evangelho de Marcos: Invenção de copistas
» > Regulamento do Fórum Evangelho
» O evangelho já foi pregado em todo o mundo ??

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: NOTÍCIAS DO MOMENTO E AVISOS GERAIS.-
Ir para: