SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade. 1 Coríntios 5:7,8

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
27 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 26 Visitantes :: 2 Motores de busca

Henrique

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
»  Já que ninguém consegue guardar a lei, qual é o seu propósito?
Ter 17 Abr 2018, 22:21 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - O ARREBATAMENTO DA IGREJA !!! Uma Verdade Escatológica !!! (Aula 2 - Abril/2018)
Seg 16 Abr 2018, 22:10 por B.V.

» Deus! Salva me - Mensagem Impactante
Dom 15 Abr 2018, 17:25 por M.Rogério

» O que é providencia de Deus?
Dom 15 Abr 2018, 17:16 por M.Rogério

» Frase do dia.
Dom 15 Abr 2018, 16:49 por Henrique

» Em resposta ao tema da nossa E.B. O “Arrebatamento da Igreja”.
Sab 14 Abr 2018, 21:27 por B.V.

» Governo fecha 6 mil igrejas cristãs alegando “reuniões ilegais com más intenções”, em Ruanda
Sex 13 Abr 2018, 10:35 por Henrique

» ORAÇÕES PRECIOSAS Hb 4.14-16
Sex 13 Abr 2018, 10:25 por guganic

» O Problema do Brasil
Qui 12 Abr 2018, 12:04 por guganic

» Minuto com Deus!!!
Qui 12 Abr 2018, 01:32 por Paulo Cezar

» Por que tanta gente segue falsos mestres?
Seg 09 Abr 2018, 10:16 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA - O ARREBATAMENTO DA IGREJA !!! Considerações iniciais !!! (Aula 1 - Abril/2018)
Dom 08 Abr 2018, 20:47 por B.V.

» O DEUS DESCONHECIDO DE NOSSOS DIAS Escola Bíblica Março 2018 Quinta parte: CONFORMIDADE DA IGREJA
Qua 04 Abr 2018, 23:10 por Henrique

»  SEMEANDO ANDANDO E CHORANDO Sl.126.,5,6.
Qua 04 Abr 2018, 12:07 por guganic

» A apresentação especial da Nessa. Umas revistas Tirinhas Etc..
Ter 03 Abr 2018, 23:11 por Henrique

» 4 coisas que podemos aprender com Judas
Sex 30 Mar 2018, 21:11 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 5 A PASCOA E A CEIA Parte 5
Sex 30 Mar 2018, 12:39 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 4 A PASCOA E A CEIA Parte 4
Sex 30 Mar 2018, 12:38 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 3 A PASCOA E A CEIA Parte 3
Sex 30 Mar 2018, 12:32 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 2 A PASCOA E A CEIA Parte 2
Sex 30 Mar 2018, 12:31 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 1 A PASCOA E A CEIA Parte 1
Qua 28 Mar 2018, 18:32 por Henrique

»  A PÁSCOA
Qua 28 Mar 2018, 18:21 por Henrique

» O DEUS DESCONHECIDO DE NOSSOS DIAS(At 17.16-34)Escola Bíblica Março 2018 Quarta parte:homossexulismo
Ter 27 Mar 2018, 23:40 por Henrique

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Dom 25 Mar 2018, 08:50 por M.Rogério

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

  AS PALAVRAS SÃO COMO SEMENTES EM SOLO PROPÍCIO. Ef.4.29 (Pate 1)

Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2121
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: AS PALAVRAS SÃO COMO SEMENTES EM SOLO PROPÍCIO. Ef.4.29 (Pate 1)   Sex 03 Jul 2015, 22:43

AS PALAVRAS SÃO COMO SEMENTES EM SOLO PROPÍCIO  (Parte 1)




Ef. 4.29
Não saia da vossa boca nenhuma palavra que cause destruição, mas somente a que seja útil para a edificação, de acordo com a necessidade, a fim de que comunique graça aos que a ouvem. (BKJ)
 
Devemos levar a sério esta recomendação bíblica; proferindo palavras que sejam úteis para a edificação de quem nos ouve.
 
Assim como a semente lançada ao solo, tendo achado condições favoráveis germina, cresce e também frutifica, assim são as palavras ditas às pessoas que nos cercam ou nos ouvem.
 
São dois os tipos de frutos que as palavras podem produzir: Bênçãos ou maldições; edificação ou destruição.
 
A Bíblia diz que: A morte e a vida (Pv.18.21) estão no poder da língua.
 
Isto implica dizer que aquele que usa o poder que a sua língua tem de proferir palavras, poderá viver bem se corretamente proferir palavras, que edificam; palavras que constroem.
 
O contrario disto é viver mal, gerando morte, destruindo vidas, aos poucos e continuadamente.
 
Biblicamente podemos afirmar que as palavras têm o poder de construir situações tanto favoráveis quanto adversas: bênçãos ou maldições.
 
Longe de eu querer evidenciar aqui a teoria do “pensamento positivo”; mais a realidade bíblica neste sentido é única: as palavras constroem e as palavras também destroem.
 
Abençoar é declarar o bem de uma pessoa ou o nosso próprio bem crendo que Deus vai endossar nossas palavras.
 
Amaldiçoar é simplesmente autorizar que o inimigo de nossas almas venha a exercer a sua autoridade ou sua influência malévola sobre alguém que já amaldiçoamos.
 
Balaque o rei dos moabitas enviou mensageiro a Balaão com o intuito de este amaldiçoar Israel. Disse Balaque a Balaão:

Vem, pois agora, rogo-te amaldiçoa este povo; (Nm. 22.6) porque eu sei que, a quem tu abençoares será abençoado, e quem tu amaldiçoares será amaldiçoado.
 
Para que serve uma maldição?

Serve para autorizar o diabo atuar na vida das pessoas que vivem sobre a nossa autoridade seja esta autoridade espiritual, ou paternal/maternal ou familiar ou intelectual.
 
Também, quando criticamos as pessoas, quando difamamos alguém ou quando murmuramos estamos abrindo esta possibilidade para os demônios conturbar a vida do nosso semelhante.
 
A recomendação bíblica com relação aos que nos perseguem é: abençoar!

Rm. 12.14
Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não maldiçoeis.



Isto nos leva a entender que até mesmo a maldição proferida contra nossos perseguidores pode levá-los a um resultado mais trágico que a própria perseguição imposta a nós por eles os nossos perseguidores.
 
Subindo pela estrada de Jericó a caminho de Betel, um grupo de rapazes em uma atitude desrespeitosa para com o profeta Eliseu zombava dele: sobe calvo; sobe calvo! (II Rs 2.22,23)
 
Eliseu olhando para trás os viu e os amaldiçoou por conta da irreverência deles.

A Bíblia não registra qual maldição foi impetrada; mais registra que quarenta e dois deles foram despedaçados por duas ursas ferozes.
 
Há pessoas que vivem se amaldiçoando e amaldiçoando as pessoas.
 
Quando alguém se declara um (perfeito) idiota, quando alguém se declara um azarado,quando alguém se declara incapaz de vencer na vida, ou ainda:
 
Acha-se um frustrado na vida e confessa tudo isto tomado pela ira ou penalizado de si mesmo está autorizando os demônios a conturbá-lo.
 
Segundo a Bíblia aquele que ama a maldição é apanhado por ela; quem não quer a bênção esta se afasta dele.
 
Sl. 109.17
A maldição que ele tanto amou, veio sobre ele; a bênção, a que ele não deu preferência, dele se afastou.



Há pessoas que têm a prática doentia de depreciar os outros por conta da aparência; se é muito magra, ou muito gorda, muito alta ou muito baixa; criticam o modo de andar ou de falar; se o cabelo é duro ou loiro e etc.
 
Os olhos destas pessoas só vêm defeitos e suas criticas causam mal-estar.
 
Tais pessoas só sabem provocar a ira dos demais, pois as suas palavras são como aguilhões afiados, maldizentes inveterados que rejeitam as bênçãos em troca das maldições que tanto ama impetrar aos outros.  
 
Está escrito (Ec.7.20) “que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque”. – O povo baiano costuma dizer: não há bom que não tenha defeito – Isto é uma realidade.
 
Por outro lado assim como devemos ter cuidado com o que falamos ou com as palavras que proferimos, também devemos ter os mesmos cuidados com as palavras que ouvimos ou que falam da gente; falam ao nosso respeito.
 
Está escrito: (Ec.7.21) “Não apliques o teu coração a todas as palavras que se disserem para que não venhas a ouvir o teu servo amaldiçoar-te”.
 
Isto quer dizer que se eu tenho a curiosidade em saber as conversas alheia e sou melindroso, posso ficar ofendido quando alguém até sem perceber a minha presença pronunciar alguma maldição contra mim.
 
No instante que eu me sentir melindrado por conta da minha curiosidade em saber sobre a conversa alheia e ofendido eu ficar, meu coração irá me lembrar que eu também com palavras já ofendi a alguém na ausência dele.
 
Ec. 7.22
Porque o teu coração também já confessou que muitas vezes tu amaldiçoaste a outros.
 
Ou seja, aquilo que eu fiz para alguém, agora alguém está fazendo comigo.
 
Por isto devo ser paciente e compreensivo a fim de evitar desentendimentos e tristezas impregnando o ambiente ou a relação que temos com palavras chulas e de conotações fúteis que só irão piorar o clima entre nós.
 
Tudo porque nestas situações buscamos ofensas e palavras antigas e malditas que só servirão para azedar ainda mais o presente.
 
Pessoas ofendidas gostam de visitar o passado para amargar o presente ainda mais.

Está escrito que a resposta branda (Pv.15.1) desvia o furor mais a palavra dura suscita a ira.
 
Palavras ásperas, palavras impiedosas, palavras ditas ou escritas quando semeadas germinam e produzem grandes estragos.
 
Não são poucos os lares, não são poucas as famílias, não são poucas as amizades que tiveram um fim catastrófico por conta de palavras ofensivas, pejorativas, irrefletidas e carregadas de maldições.
 
Segundo a Bíblia por nossas palavras seremos justificados ou condenados.
 
Mt.12.36
Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.
Vs.37
Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.
 
Veja que poder as palavras tem; elas têm o poder de alimentar ou anular as ações de Satanás contra nós mesmos ou contra alguém.
 
Para prevenir-se de pecar pela maledicência ou até mesmo amaldiçoar outras pessoas o salmista com singeleza e sinceridade de coração pediu a Deus que colocasse uma guarda na sua boca um vigia para seus lábios.
 
Sl. 141.3
Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios
 
 
Davi não queria que seus lábios fossem uma fonte de maldição e suas palavras instrumentos de desgraças e destruições.
 
Davi preferia ficar calado a ofender alguém, pois sabia que as palavras podem tanto aproximar como afastar as pessoas uma das outras.
 
Muitas pessoas vivem cercadas de pessoas e são solitárias, pois seus lábios são fontes de maldições.
 
Outras também solitárias e de poucos pouquíssimos amigos vivem assim porque suas palavras proferidas são sementes de discórdias, e, os poderes de suas línguas são destruidores de amizades e relacionamentos.

Que Deus tenha misericórdia de nós.
 
 
Na segunda parte desta mensagem falaremos sobre palavras que produzem bênçãos.
 
 
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
AS PALAVRAS SÃO COMO SEMENTES EM SOLO PROPÍCIO. Ef.4.29 (Pate 1)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Menino de 9 anos ensina, em livro, como conquistar garotas
» Sentidos iguais de palavras.
» Sais e acidez do solo
» Ângulo θ em relação ao solo
» Calculo da pressao exercida no solo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: