SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Ontem à(s) 23:37 por B.V.

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» Minuto com Deus!!!
Qui 01 Dez 2016, 09:52 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Qui 24 Nov 2016, 15:42 por guganic

» Evangelista Mauro Ferreira , Mensagens aos jovens
Qui 24 Nov 2016, 15:10 por elizeu crepaldi

» Que a Biblia diz sobre batismo pelos mortos.
Qua 23 Nov 2016, 21:20 por Henrique

» Papa estende a todos os padres poder de perdoar aborto
Qua 23 Nov 2016, 21:09 por Henrique

»  O ALFA E ÔMEGA: O PRINCÍPIO E O FIM. Ap.1.8.
Qua 23 Nov 2016, 11:28 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 Apostasia – uma análise das Cartas a Timóteo.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Assuero
organizadores
organizadores


RELIGIAO : Batista do Sétimo Dia.
Masculino Mensagens : 4194
nascido em : 20/01/1968
inscrito em : 12/07/2011
Idade : 48
Localização : Rio de janeiro

MensagemAssunto: Apostasia – uma análise das Cartas a Timóteo.   Seg 17 Fev 2014, 11:10

“Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;” 1 Timóteo 4:1

Ouço/leio muitos textos sobre a doutrina da Perseverança dos Santos. São comuns perguntas do tipo:
Uma vez salvo, salvo para sempre?

Pode um eleito se perder?
Um crente pode perder a salvação?

Qual o significado da palavra “apostasia”, 2 Ts 2.3, e de tantas advertências a perseverança na fé, até o fim? Mt 10.33, 24.13, Mc 13.13, Hb 3.6, 3.14, 6.11

Exemplos:
“Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.” Mt 24.13

“E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.” Mc 13.13

[color:0158=#3333ff“Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim.” Hebreus 3:14]

Pretendemos ajudar a esclarecer estas dúvidas.

Iniciaremos com o significado e a raiz da palavra “apostatarão” utilizada no texto de I Tm 4.1

Segundo o Dicionário bíblico de Grego e Hebraico, James Strong, “aphistemi” (αφιστ ημι) Significa : 1) fazer retroceder, fazer afastar-se, remover, excitar à revolta; 2) retroceder, manter-se de lado, ir embora, deixar alguém, abandonar, afastar-se de alguém, abandonar, tornar-se infiel, afastar-se de, fugir de, parar de atormentar alguém, afastar-se de, abandonar, guardar-se de, ausentar-se de;

A palavra “aphistemi” deriva de “apostasia” que significa: 1) separação, deserção, apostasia.
E por sua vez αποσ τασιο ν apostasion, que representa 1) divórcio, repúdio 2) uma carta de divórcio.

Utilizando o dicionário Léxico Grego/Português, F. Wilbur Gingrich, αποστασία, ας, ή Significa: rebelião, abandono, apostasia At 21.21; 2 Ts 2.3.
Qualquer que seja o sentido escolhido como significado, o mais claro indicativo é separação, apartar-se, divorcia-se, trazendo um sentido definitivo ou de estado de deserção, abandono.

Voltando ao texto de I Tm 4.1 “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé…”

Outro sentido não pode ser aplicado, a não o de deserção, abandono, divórcio com a fé. Por mais que alguém tente amenizar o significado do termo para indicar um esfriamento espiritual, isto não é compatível com nenhum dos sentidos e modo de uso das palavras acima descritas. Por outro lado, só pode apartar-se quem esteve junto, divorciar-se, o casado, abandonar quem estava presente, quem era participante, então em qualquer sentido escolhido, trata-se de que antes a pessoa esteve unida a Cristo, a fé, junto, participando e deixou, se apartou, divorciou-se.

Instruções a Timóteo

O contexto da Carta de Paulo a Timóteo é o de instrução, de um líder mais experiente para um líder mais jovem, é o repartir experiências. Na 1ª Epístola uma Carta amorosa de um pai (na fé) para o filho, e um tom de despedida na 2ª Carta, isto porque o Apóstolo Paulo escreveu a segunda epístola já ciente da proximidade de sua morte. II Tm 4.6-7
Os objetivos das Cartas são claros, fortalecer e transmitir experiências. Então vejamos alguns textos relacionados à apostasia.

Himeneu e Alexandre

“Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia; Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé.
E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.” 1 Timóteo 1:18-20


Este primeiro texto mostra-nos muito claramente que Paulo encontrou dois irmãos que posteriormente “fizeram naufrágio na fé”, apostataram, se apartaram da fé, e a consequência é que o apóstolo diz que os entregou a Satanás, em um sentido de que os deixou a própria sorte.
Na segunda Carta, novamente aparece uma citação sobre Himeneu, vejamos:
“Mas evita os falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade.
E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto;
Os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.” 2 Timóteo 2:16-18


Mais cristalino que isso, eu não faço ideia como seria possível, “os quais desviaram-se da verdade”, isto é, porque um dia estiveram nela, e “perverteram a fé de alguns”. Mas não é isto que foi dito em I Timóteo, que alguns apostarão da fé? E Paulo torna a destacar esta realidade observada na vida de Himeneu e Fileto. A orientação é para que se afaste de tais desertores.

2. Conselho: “Tem cuidado de ti mesmo”
Outra dica do apóstolo Paulo ao discípulo Timóteo diz respeito a sua vida pessoal, a perseverança pessoal.
A conclusão do capítulo 4, da primeira epístola, que iniciou advertindo sobre a apostasia de alguns é:

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.” 1 Tm 4.16

Percebemos que Paulo quer deixar muito claro que devemos tomar cuidado com os perigos espirituais e ser zelosos com a doutrina, para que nós mesmos não venhamos a ser vitimas da apostasia.
A conclusão da 1ª Carta: “Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência,
A qual professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém.” 1 Tm 6.20-21


É uma clara advertência a perseverança, “guarda o depósito”, (2 Tm 1.12,14) “a qual professando-a alguns, se desviaram da fé”, ou seja, um dia estiveram nela, mas se desviaram, apostataram.
Amados, “se desviar da fé!” Isto também foi mencionada pelo Apóstolo Tiago:

“Irmãos, se algum DENTRE VÓS se tem desviado da verdade, e alguém o converter,
Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.”Tg 5:19-20


Algo semelhante ao relatado em At 13.8 “Mas resistia-lhes Elimas, o encantador (porque assim se interpreta o seu nome), procurando apartar da fé o procônsul.”

“Tem cuidado de ti mesmo”.

“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” 2 Tm 2.15
“Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” 2 Tm 4.5


E novamente cita o infeliz do Alexandre, companheiro de Himeneu:

“Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras. Tu, GUARDA-TE também dele, porque resistiu muito às nossas palavras.”
2 Tm 4.14-15


Pois bem, eu não sei como você (irmão, leitor) vê (ou via) a questão da apostasia, mas ao que percebemos para Paulo era algo muito sério e verdadeiro, que Ele viu acontecer na Prática com Himeneu, Fileto e Alexandre, e advertiu ao jovem e amado pastor Timóteo a respeito, e a ter cuidado, vigiar, guardar o depósito, se afastar dos corruptores da fé, dos que naufragaram na fé, se afastar daqueles que se desviaram.

3. Principais objeções – análise teológica do tema “apostasia”.

A doutrina “Perseverança dos Santos”, popularmente conhecida como “uma vez salvo, salvo para sempre”, é erroneamente atribuída aos calvinistas, quando na verdade é (mais propriamente) uma doutrina dos arminianos de 4 pontos, presente na teologia, por exemplo, de Norman Geisler, Edgar Young Mullins, e Henry C. Thiessen.

No arminianismo clássico, aquele que afirma que o crente pode desertar da fé, como os textos acima nos deixaram claro, a segurança é “Em Cristo”, Nele, ou enquanto Nele estamos seguros. Apartados (aphistemi), só resta condenação.

O Calvinista R. C. Sproul diz que a Perseverança dos Santos, ou seja, a doutrina que ensina que os santos de Deus hão de perseverar até o fim, na verdade, no âmbito da teologia calvinista, deveria ser denominada “Preservação dos Santos”, isto porque (para um calvinista) não é o santo/crente que persevera, como se algo de sua vontade estivesse envolvido no processo, mas Deus o livra da destruição conforme a eleição incondicional. Eu discordo diametralmente do calvinismo, mas concordo com o raciocínio do Sproul, é mais apropriado aos calvinistas denominar-se defensores da Preservação dos Santos e não da “Perseverança”, pois quem persevera é o crente.

4. Principais dúvidas e objeções

a) Uma vez salvo, salvo para sempre?
RESPOSTA
A própria pergunta é confusa. É muito comum calvinistas fazerem trocadilhos e mal uso de palavras, acredito que involuntariamente o fazem, mas vejamos bem, “salvo de quê”? Paulo disse que Timóteo salvaria a ele mesmo e aos ouvintes se perseverassem na doutrina. I Tm 4.16. Salvaria de quê? Da apostasia. I Tm 4.1
Na pergunta ocorre o mal uso da palavra “salvo”.

Exemplo: Alguém pode estar a salvo agora em sua casa, bem guardado e amanhã ao andar pela rua, com tanta violência, não sentir-se (e nem encontrar-se) tão a salvo assim. Deus é nossa segurança, só Ele.

No que diz repeito a fé, a nossa segurança e fortaleza é Cristo, longe dele não estamos a salvo, pessoas podem louvá-lo hoje e negá-lo amanhã, quantas vezes vimos isto?
Como muito bem asseverado pelos remonstrantes arminianos e pelos metodistas posteriores a segurança está em Cristo, e não fora dele, e não em algo misterioso, mas na certeza que temos em Cristo.
“Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim.” Hb 3.6

“Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo.
Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado;
Porque nos tornamos participantes de Cristo, SE retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim.” Hb 3.12-14


Se o “salvo” refere-se a estado final, é claro que estado final só pode ser verificado ao final, os que perseveraram, mas se “salvo” refere-se ao agora, seguros estamos somente em Cristo, se permanecermos até o fim. Hb 3.6, 3.14, 6.11 Não nos firmamos em uma eleição incondicional, predestinação ou outra ideia humana, mas em Cristo, SE (condicional) Nele, então estamos seguros.
E quanto ao Retroceder?

A Bíblia é muito clara neste assunto, Deus não tem prazer naquele que retrocede.

“Mas o justo viverá pela fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma. Hb 10.38-39

b) Pode um crente “perder a salvação”?
Vemos aqui outro mal uso de termo, agora a palavra “perder“ ou da expressão “perder a salvação”. Veja bem, isto não ocorre na Bíblia, ninguém perde a salvação, a salvação é para aquele que perseverar até o fim, se morremos em Cristo seremos salvos, esta é a promessa.
Uma pessoa pode ser crente, nascer de novo, e vir a naufragar na fé, vide Himeneu e Alexandre. I Tm 1.19. Pode ser crente e se desviar. Tg 5.19-20, apartar-se, apostatar.

“Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. “ Hb 6.4-6

Um dos textos mais claros a respeito do tema é o capítulo 2 de II Pedro.

“E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.” 2 Pedro 2.1

“Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.
Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado;
Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama. 2 Pd 2.20-22


Porque confusão de termos?

O uso da expressão “perder a salvação” leva a um entendimento de algo volátil, frágil, de pouco valor, quando nós na realidade temos uma aliança feita no sangue puro de nosso Senhor Jesus Cristo, isto não é volátil, frágil, mas sim, forte. E por outro lado, ainda pior, sugere que é algo conquistado por um possuidor, detentor, sob o domínio e poder puramente humano. Nada disto, biblicamente, é verdadeiro, por isso considero o uso do termo inapropriado.

“Salvo”, no que diz respeito a morador do céu, herdeiro das promessas, é somente aquele que persevera até o fim, mas o crente pode morrer e naufragar na fé, se não vigiar, se não tiver cuidado de si mesmo. Pode experimentar os dons espirituais, ser participante da mesa do Senhor e ainda assim vir a apostatar.

C) Um eleito pode deixar de ser salvo?
Mais uma vez, espero que já esteja ficando claro o fato, há uma confusão de termos. “Eleito” é condição final, Deus fala assim dos salvos, dos que Ele sabe que se salvarão, as vezes falamos assim de nós mesmos, pela fé, e ninguém sabe quem e quantos são, e isto não tem qualquer relação com a incondicionalidade defendida por calvinistas, mas apenas com o fato de Deus conhecer todas as coisas antes de que tudo tenha sido criado. At 15.18, I Pe 1.2.

Reiteramos, um crente fervoroso, cheio do Espírito de Deus (Ex: Saul), pode vir a apostatar, mas “eleito” é condição final, é como “o salvo”, eleito é quem persevera em Cristo até o fim.
Então, chegamos ao fim de mais uma meditação, espero que tenha sido uma benção e tenha ajudado a tirar algumas dúvidas, e fica o conselho de Paulo para nós:

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.” 1 Tm 4.16





FLÁVYO HENRIQUE
Pastor, evangelista da PIB - Macapá/AP. Formado e pós-graduado em Gestão Pública, Trabalha como Analista Judiciário - área administrativa da SJAP (Justiça Federal). (Contato flavyohenriquesantos@hotmail.com)

-







-
REGRAS N° 1 E 4 DO FORUM SEMEADORES

1 - Este fórum se destina exclusivamente a debates acerca de ensinamentos bíblicos.

4 - O fórum se reserva o direito de excluir ou editar qualquer conteúdo que traga prejuízo a Palavra do Senhor, ou a uma pessoa ou entidade bem como ao próprio fórum, como palavras inadequadas , difamatórias , ou agressivas, assuntos ou títulos inadequados ou ofensivos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
jairo nuness
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : cristão
Masculino Mensagens : 3550
nascido em : 29/05/1958
inscrito em : 19/07/2013
Idade : 58
Localização : TAPIRATIBA SÃO PAULO.

MensagemAssunto: Re: Apostasia – uma análise das Cartas a Timóteo.   Qua 05 Mar 2014, 18:34

.

-







-
4 - O fórum se reserva o direito de excluir ou editar qualquer conteúdo que traga prejuízo a Palavra do Senhor, ou a uma pessoa ou  entidade bem como ao próprio fórum,  como palavras inadequadas , difamatorias , ou agressivas, assuntos ou títulos inadequados ou ofensivos a qualquer entidade ou pessoa.

http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t9043-regras-
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Apostasia – uma análise das Cartas a Timóteo.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Apostasia – uma análise das Cartas a Timóteo.
» Análise combinatória - (cartas do baralho)
» [Sugestão de leitura] A Grande Apostasia - Steve Gallagher
» ARITMETICA / Análise Matematica
» Análise matemática - (bases)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: