SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
9 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 9 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Hoje à(s) 00:07 por M.Rogério

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Ontem à(s) 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» Minuto com Deus!!!
Qui 01 Dez 2016, 09:52 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Qui 24 Nov 2016, 15:42 por guganic

» Evangelista Mauro Ferreira , Mensagens aos jovens
Qui 24 Nov 2016, 15:10 por elizeu crepaldi

» Que a Biblia diz sobre batismo pelos mortos.
Qua 23 Nov 2016, 21:20 por Henrique

» Papa estende a todos os padres poder de perdoar aborto
Qua 23 Nov 2016, 21:09 por Henrique

»  O ALFA E ÔMEGA: O PRINCÍPIO E O FIM. Ap.1.8.
Qua 23 Nov 2016, 11:28 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

  AS OBRAS, A SALVAÇÃO, E A FÉ. (tG.2.14-24

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic



Mensagens : 2017
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: AS OBRAS, A SALVAÇÃO, E A FÉ. (tG.2.14-24   Ter 04 Fev 2014, 16:29

      AS OBRAS, A SALVAÇÃO, E A FÉ.
                     Tg. 2.14-24
 
De que adianta meus caros irmãos, (14) alguém proclamar sua fé, se não tem obras? Acaso essa fé pode salvá-lo?
 
Esta passagem do apóstolo Tiago tem gerado através dos séculos uma interminável discussão sobre o plano da salvação.
 
Há pessoas que se presta a discutir insistentemente se são as obras ou a fé, que salva; quando na realidade nem uma nem outra pode salvar alguém.
 
Segundo a minha Bíblia, quem salva é Jesus, pois somente ele é o autor e consumador da nossa salvação.
 
Nem a fé nem as obras de alguém podem salva-lo, pois a salvação é um dom gratuito de Deus e não vem de obras de quem quer que seja, para que ninguém se glorie. (Ef. 2.8,9).
 
Nenhuma pessoa humana pode merecer a salvação dependendo ou mediante bom comportamento ou da observância da Lei.
 
A forma legalista de compreender a salvação, ou também o processo da salvação é sistematicamente refutada e condenada pelas Escrituras Sagradas.
 
Jesus NÃO salva quem NÃO crer nele e NÃO o recebe como seu Único e Suficiente Salvador e Senhor e Mestre, ainda que este alguém tenha boas obras.
 
Crer em Jesus é um ato de fé de nossa parte; e está fé em Jesus gera obras (ações) que comprovam que realmente cremos nele; e estas obras ou ações geradas é o testemunho da fé em Jesus.
 
Ora se eu me declaro um salvo na pessoa de Jesus porque nisto creio, mas não tenha obras de um salvo, logo não posso ser justificado como o salvo que me declaro ser.


Tg. 2.21
Ora, não foi Abraão, nosso pai na fé, justificado por obras, quando ofereceu seu próprio filho Isaque sobre o altar?
 
Sim, foi justificado por obras; foi justificado que Abraão disse: eu e o rapaz (Gn. 22.5) subiremos (Ao Moriá) e havendo adorado voltaremos. - Subir com a certeza de voltar foi uma obra de fé.
 
Sim, foi justificado por obras quando amarrou Isaque sobre a lenha e levantou o cutelo para matá-lo, só porque acreditava em Deus.
 
Se tivesse Abraão matado o filho estava justificado; pois foi um pedido de Deus.
 
Abraão sabia que no mínimo, das cinzas Isaque voltaria à vida, caso Deus não provesse um cordeiro para substituí-lo.
 
Justamente por acreditar em Deus, depois de amarrar o próprio filho levantou o cutelo para matá-lo.
 
Ficou claro que Abraão realmente tinha fé em Deus, e a prova de tudo foram estas obras na demonstração da sua fé.
 
O apóstolo Tiago NÃO está afirmando em lugar nenhum que as boas obras podem salvar.
 
O que o apóstolo Tiago está dizendo é que a fé sincera, a fé viva se manifesta e é perceptível através da obras; dizendo com outras palavras: a verdadeira fé se manifesta naturalmente através das obras.
 
A maioria das pessoas tem dificuldade de entender o que está escrito e fica aquela eterna discussão: fé e obra; obra e fé.
 
O que o apóstolo Tiago está afirmando é que a fé genuína tem como resultado natural o bom procedimento e as boas obras.
 
A prova disto é que a fé de Abrão ocorreu antes dele tentar imolar Isaque; (Gn. 22.5) se Abrão não tivesse fé nem sairia de casa.
 
O fato de Abraão levantar o cutelo para imolar o seu filho foi realmente uma obra (ainda que dolorida) de fé em Deus.
 
A fé é quem gera as obras e as obras não geram a fé. A “obra” ou a “ação” é apenas uma comprovação da fé.
 
Primeiro vem à fé que existindo de fato e de direto produzirá boas obras que justifica que realmente quem a tem.
 
Nenhum ser humano pode se orgulhar da salvação que tem em Cristo, como se houvesse por méritos próprio, conquistado uma medalha ou alcançado o primeiro lugar no pódio da maior competição da sua vida.
 
A salvação é um dom de Deus e esta só é oferecida a quem não a tem, e o requisito único é aceitar pela fé em Deus e o Senhor Jesus Cristo a oferta da mesma que Deus nos faz.
 
A justificação é justamente isto: declarar o culpado inocente.
 
E, se alguém é culpado? Que boa obra fez para ser declarado inocente? Nenhuma!
 
O homem só é capaz de realizar boas obras de acordo com as perspectiva de Deus; este foi o caso de Abraão em relação a seu filho Isaque.
 
Quando que matar o próprio filho pode ser considerado uma boa obra? Nunca.
Abrão só subiu ao Moriá para tal, porque o Senhor o solicitou.
 
Tentasse Abraão matar o próprio filho em qualquer outra circunstância e o próprio Deus o condenaria como assassino cruel; e na perspectiva de Deus esta não seria uma boa obra.


Tg. 2.24
Observais que uma pessoa é justificada por meio das suas ações, e não simplesmente por dizer que crer.
 
“Observais que uma pessoa é justificada por meio das suas ações”
 
Isto é mais claro do que o sol brilhando a pino na hora mais quente do dia.
 
Há alguma justificativa em castigar ou condenar alguém quando este alguém é inocente? Claro que não.
 
Há alguma justificativa em NÃO se castigar ou NÃO se condenar o culpado? Claro que não.
 
Qual a justificativa que a lei possui para condenar um inocente? Ou para inocentar um culpado?
 
Culpados e inocentes são analisados ou julgados, inocentados ou condenados pelas ações ou obras praticadas.
 
O único que declara o culpado inocente é o próprio Deus quando o culpado aceita Jesus como Senhor e Salvador da sua vida. E isto porque Jesus morreu por nós quando ainda éramos culpados, pecadores.
 
Rm. 5.8.
Porém, Deus comprova o Seu amor para conosco pelo fato de ter Cristo (O Inocente) morrido em nosso beneficio quando ainda andávamos no pecado. (Pecadores).
Vs.9
Agora, como fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda, por intermédio dele, seremos salvos da ira de Deus.
 
As obras e a fé precisam andar juntas, uma cooperando com a outra.
Assim sendo, as boas obras serão geradas pela fé e as obras geradas aperfeiçoarão a fé. (Tg. 2.22).
 
Conclusão: Salvação por obras praticadas por alguém, não existe e não é possível.


A única obra salvadora para todos os homens Cristo realizou na cruz.
 
Mas o homem tem que aceitar a Cristo crendo na sua Pessoa, morte na cruz e ressurreição.
 
 
Guganic
 
 
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
AS OBRAS, A SALVAÇÃO, E A FÉ. (tG.2.14-24
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» as obras da fé.
» Em que baseia a salvação afinal??
» "boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas"
» O Plano da Salvação
» Redação sobre adaptação de obras literárias

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: