SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Mateus 1:21

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
41 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 41 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 02:14 por Paulo Cezar

» Escola Bíblica junho de 2017. Tema: JESUS CRISTO O FILHO DE DEUS Lição n° 4
Sab 24 Jun 2017, 01:29 por guganic

» O DESAFIO
Sex 23 Jun 2017, 21:50 por Henrique

» A satisfação que derrota o pecado
Qui 22 Jun 2017, 11:35 por Henrique

» O pecado de temer o homem
Ter 20 Jun 2017, 22:37 por Henrique

» VASSOURAS NOVAS (Um tema para se refletir)
Ter 20 Jun 2017, 22:33 por Henrique

» Trump revoga medidas de Obama e diz que ‘com ajuda de Deus, conseguiremos uma Cuba livre em breve’
Ter 20 Jun 2017, 11:01 por Henrique

» MORADAS MUITO ALÉM DAS ESTRELAS.(Jo.14.2)
Ter 20 Jun 2017, 02:25 por guganic

» Em Resposta ao Tópico: Covardes.
Seg 19 Jun 2017, 14:15 por guganic

» Frase do dia.
Seg 19 Jun 2017, 08:40 por B.V.

» VERSICULO DO DIA
Dom 18 Jun 2017, 04:02 por Paulo Cezar

» Perseguição histórica ao cristianismo.
Sab 17 Jun 2017, 16:01 por Henrique

» Escola Bíblica junho de 2017. Tema: JESUS CRISTO O FILHO DE DEUS Lição n° 3
Sab 17 Jun 2017, 06:30 por guganic

» 10 sinais de que você está atrapalhando o crescimento da sua igreja -
Sex 16 Jun 2017, 23:03 por Henrique

» "Corpus Christi" !!!
Qui 15 Jun 2017, 19:56 por Henrique

» DEUS NÃO EXISTE! O Vídeo que o mundo parou pra ver e refletir!
Qui 15 Jun 2017, 10:12 por Henrique

» Quem matou Jesus?
Qua 14 Jun 2017, 22:00 por Henrique

» Pare de ser um fariseu!
Qua 14 Jun 2017, 21:39 por Henrique

» HOJE ANIVERSÁRIO DE NOSSO IRMÃO JAIRO!
Ter 13 Jun 2017, 22:54 por guganic

» CONHECE DESIGN INTELIGENTE?
Seg 12 Jun 2017, 21:58 por Henrique

» A JUSTIFICAÇÃO. Por obras ou pela fé?
Sab 10 Jun 2017, 23:03 por Henrique

» Escola Bíblica junho de 2017. Tema: JESUS CRISTO O FILHO DE DEUS Lição n° 2
Sab 10 Jun 2017, 14:27 por guganic

» O Islã é uma religião de paz?
Sex 09 Jun 2017, 22:19 por Henrique

» O QUE FOI A REFORMA PROTESTANTE? 500 anos da reforma.
Sex 09 Jun 2017, 21:52 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 DEVIAMOS JAMAIS JULGAR OS OUTROS?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1604
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: DEVIAMOS JAMAIS JULGAR OS OUTROS?   Sex 05 Jul 2013, 15:39

DEVIAMOS JAMAIS JULGAR OS OUTROS?
study 


Jesus disse: “Não julgueis, para que não sejais julgados” (Mateus 7:1).

Significa isto que não podemos pronunciar julgamento contra o pecado ou disciplinar uma pessoa que agiu erradamente?

A passagem é um dos grandes ditos de Jesus no Sermão da Montanha. Obviamente Jesus não pretendia que não podemos fazer escolhas ou distinções entre o bem e o mal. Nem queria Ele dizer que devíamos tolerar o pecado ou fechar os olhos para lapsos morais. Pois no verso 6 do mesmo capítulo Ele diz: “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas”. Este dito implica que precisamos fazer julgamentos sobre a definição de um cão ou um porco. Isso quer dizer que a Bíblia nunca proibe uma pessoa ou um grupo distinguir entre o certo e o errado; nem proibe medida disciplinar contra o que é considerado errado, pecaminoso ou inaceitável.

Daí, Paulo em I Coríntios 5 advertir a igreja que trate firmemente “no nome de nosso Senhor Jesus” com um certo indivíduo que tem estado a viver em pecado aberto e instou: “Tirai, pois, de entre vós, a esse iníquo” (versos 1-13).

Assim o dito de Jesus não pode ser compreendido como se significasse que nós como índivíduos ou um grupo de crentes não devêssemos condenar o pecado ou disciplinar os que erram — seja na igreja, na escola ou em família. Nem devia o dito de Jesus ser interpretado como se seres humanos não tivessem o direito de julgar.

Se ninguém pudesse julgar a outros, não haveria tribunais, nem um julgamento por quebrar a lei, nenhuma justiça e nenhum castigo. Uma sociedade sem a habilidade de julgar seus membros por violação de sua lei mergulharia no caos e acabaria se destruindo. Mesmo dentro da limitação do conhecimento e da compreensão de humanos, há necessidade de julgamento.

O que o texto proibe, portanto, não é julgamento mas o hábito de julgar — aquela atitude arrogante pela qual a pessoa assume um ar de superioridade sobre outros, comprazendo-se habitualmente em crítica e em nutrir um espírito implacável vis-à-vis de outros enquanto ignora a mesma falta em si, aquela hipocrisia que vê um argueiro no olho de um irmão enquanto é cego à trave em seu próprio olho (verso 3).

Certo  Escritor descreve como farisaico este espírito de crítica, e aconselha: “Não vos ponhais como norma. Não façais de vossas opiniões, vossos pontos de vista quanto ao dever, vossas interpretações da Escritura, um critério para outros, condenando-os em vosso coração se não atingem vosso ideal. Não critiqueis a outros, conjeturando os seus motivos, e formando juízos” .

Embora devamos nos resguardar do espírito de crítica, não devemos deixar de proteger a saúde moral e espiritual do corpo de Cristo, que inclui a nós também. É por isso que Jesus advertiu em Mateus 7: “Acautelai-vos… dos falsos profetas….Por seus frutos os conhecereis” (versos 15-20).
Proteger-se de falsos profetas e examinar a natureza dos “frutos” que as pessoas produzem envolve um discernimento espiritual que é diferente do hábito de criticar e censurar. Uma linha clara precisa ser traçada entre avaliação ética e crítica motivada, entre censura visando condenação e disciplina visando redenção.

Jesus ainda nos adverte contra sermos juízes zelosos sobre outros. A Bíblia freqüentemente usa as palavras julgar ou julgamento em termos da salvação final de um ser humano. Somos excluídos dessa área. “Não julgueis” certamente nos proíbe pronunciar julgamento quanto à salvação final de um indivíduo, não importa quão pecaminoso ele seja. A aptidão de uma pessoa para a vida eterna é algo que será decidido somente por Deus.

Silas G. de Souza
Voltar ao Topo Ir em baixo
jairo nuness
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : cristão
Masculino Mensagens : 3376
nascido em : 29/05/1958
inscrito em : 19/07/2013
Idade : 59
Localização : TAPIRATIBA SÃO PAULO.

MensagemAssunto: Re: DEVIAMOS JAMAIS JULGAR OS OUTROS?   Seg 29 Jul 2013, 18:29

.

-







-
4 - O fórum se reserva o direito de excluir ou editar qualquer conteúdo que traga prejuízo a Palavra do Senhor, ou a uma pessoa ou  entidade bem como ao próprio fórum,  como palavras inadequadas , difamatorias , ou agressivas, assuntos ou títulos inadequados ou ofensivos a qualquer entidade ou pessoa.

http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t9043-regras-
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
DEVIAMOS JAMAIS JULGAR OS OUTROS?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Feliz é aquele que vê a felicidade dos outros sem ter inveja
» O fanatismo religioso entre outros
» Uma frase para Você não esquecer jamais...
» Vetor ortogonal e coplanar a outros vetores
» A Sabedoria é muitas vezes mais útil aos outros do que àquele que a possui.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: