SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
24 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 24 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Ontem à(s) 10:40 por Paulo Cezar

»  NEM TUDO ESTÁ PERDIDO! At.13.1,2.
Ontem à(s) 08:26 por guganic

» Frase do dia.
Ontem à(s) 08:17 por B.V.

»  VIVENDO EM MEIO À CRISE DO DESÂNIMO II Co. 4.8-10
Qui 08 Dez 2016, 22:54 por guganic

» Emoção! Cabrine encontra Bíblia de Neto(chapecoense)nos destroços do avião
Qui 08 Dez 2016, 22:20 por M.Rogério

» Lula volta a Criticar os evangélicos da lava jato!
Qui 08 Dez 2016, 22:12 por M.Rogério

» Quando a morte sé torna vida
Qui 08 Dez 2016, 22:08 por M.Rogério

» Tópico Exclusivo Pregações
Qui 08 Dez 2016, 22:02 por M.Rogério

» AFINAL COMEMOREMOS O NATAL OU NÃO?
Ter 06 Dez 2016, 12:54 por Henrique

» Eu não posso viver sem ti adorar!
Seg 05 Dez 2016, 19:35 por M.Rogério

» NEEMIAS, O HOMEM MAIS IMPORTANTE DO REINO - Ne. 2.1-8. -
Seg 05 Dez 2016, 12:10 por jairo nuness

» Pedi, e dar-se-vos-á. (Mateus 7.7) DEVOCIONAL
Seg 05 Dez 2016, 09:34 por Henrique

» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Dom 04 Dez 2016, 18:27 por B.V.

»  MOVIDOS PELA GRAÇA At.4.32-35
Dom 04 Dez 2016, 15:21 por guganic

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 DESMASCARANDO A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1628
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: DESMASCARANDO A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO   Dom 02 Jun 2013, 21:06

A REENCARNAÇÃO


O crescimento do espiritismo gira especialmente em torno da REENCARNAÇÃO, pois nela muitas pessoas vêem a possibilidade de uma vida feliz após a morte, o anelo do ser humano. É tudo regido pela lei da causa e efeito, quem faz o bem é recompensado, alcançando um mundo melhor; quem faz o mal reencarna sucessivas vezes até atingir a purificação dos seus pecados. E dessa maneira que o espiritismo explica a questão do sofrimento.

Os que estão sofrendo, são os que estão se purificando do mal que fizeram em outras vidas, assim ensina a doutrina espírita. De inicio já constatamos uma controvérsia: Os seguidores do espiritismo não poderiam oferecer ajuda aos que sofrem, pois estarão interrompendo a purificação dos sofredores.

Analisemos as palavras de Kardec à luz da Bíblia e vejamos se suas declarações são confirmadas:

1º ) NASCER OU RENASCER?

João 3: 1-9 narra o seguinte dialogo ocorrido entre Nicodemos e Jesus.

“E HAVIA entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”.

Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso?”

Kardec torce as palavras de Jesus no verso 3 e diz o seguinte: “Se alguém não RENASCER da água e do espírito, não pode entrar no reino de Deus”. ( O Evangelho Segundo o Espiritismo, pág. 68)

Jesus disse NASCER e não renascer. Kardec interpreta como renascer que sugere REENCARNAÇÃO. De forma nenhuma o texto sugere o que Kardec tem ensinado.

A palavra escrita no grego e “ANOTHEN”, que significa nascer da água (batismo) e do Espírito ( a mente transformada pelo Espírito Santo).

Cristo em hipótese alguma se refere a idéia de REENCARNAÇÃO”.
O texto aos Colossenses 2:12 e cap. 3:9,10 esclarece o que Jesus quis dizer sobre o novo nascimento:

“Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, E vos vestistes do novo, que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o crio”.
O batismo nas águas é símbolo de Morte(para a vida de pecado), Sepultamento( da velha natureza com seus atos pecaminosos) e Ressurreição(para uma nova vida moldada por Cristo).

Novo nascimento a idéia de ser uma nova criatura, arrependida, cheia dos valores de Deus são distribuídos pela ação transformadora da palavra de Deus e do Espírito Santo.

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.

Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros”. Gálatas 5: 22-26

A palavra REENCARNAÇÃO significa voltar à carne, nascer novamente. Foi exatamente isso que Nicodemos pensou: “Como pode um homem nascer sendo velho? Por ventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?

Jesus poderia ter-lhe respondido sim, se estivesse ensinando sobre o nascimento físico, sobre a REENCARNAÇÃO; mas Jesus queria dizer outra coisa muito mais profunda: “Tu és mestre em Israel e não entendes estas coisas?” João 3:10. Jesus jamais ensinou a REENCARNAÇÃO, em momento algum é colocada a perspectiva de Reencarnação como forma de redenção ao homem.

A salvação está em Jesus, somente nele: “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” João 3:18
A Bíblia nos afirma que “aos homens está ordenado morrerem uma só vez vindo depois disso o juízo”. Hebreus 9:27
E não como o espiritismo ensina que o homem nasce e morre varias vezes.


QUE MÉTODO OS APÓSTOLOS,
ANUNCIAVAM A SALVAÇÃO?
Através de Jesus ou da Reencarnação?

“QUEM CRER E FOR BATIZADO SERÁ SALVO”. Marcos 16:16, eis a mensagem inicial, transmitida pelos apóstolos de Jesus Cristo.

Infelizmente os defensores do espiritismo, não entendem o significado das palavras de Cristo, e por isso criticam algumas pessoas que dizem “estar salvas”. Aqui está o ponto alto da doutrina de Jesus em relação à salvação: Crer em que? Nele, em Jesus, como único salvador; portanto nenhum valor possui essa doutrina que nega a palavra de Deus.

Iremos citar alguns exemplos de pessoas que encontraram a salvação verdadeira nos dias dos apóstolos de Cristo.
Certa vez em Cesárea um centurião por nome Cornélio, em uma visão um anjo dizia-lhe que mandasse chamar a Pedro que residia em Jope, Atos10:1-8.

Aquele ministro de Deus chegando à casa do romano não lhe doutrinou da forma espírita. Não disse a Cornélio:
“Você já veio a este mundo várias vezes e agora serve a Deus, porém mais tarde irá desencarnar e passará por outras existências e se melhorar há de alcançar melhor posição diante do Criador. Arranje uma sacola e saia de porta em porta pedindo e distribua com os pobres, para poder se purificar”.

Mas Pedro, o ministro de Cristo, não pregou este tipo de mensagem!
Notemos a seguir como agiu o apostolo ao chegar naquela casa.

De inicio Pedro explicou: “Vós bem sabeis que não é lícito a um homem judeu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros; mas Deus mostrou-me que a nenhum homem chame comum ou imundo”. Atos 10:28 Os gentios (povos não Israelitas) eram chamados de imundos pelos Judeus e fora do conserto feito a Israel por Jeová.

O sermão de Pedro continua explicando: “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo. A palavra que ele enviou aos filhos de Israel, anunciando a paz por Jesus Cristo (este é o SENHOR de todos); esta palavra, vós bem sabeis, veio por toda a Judéia, começando pela Galiléia, depois do batismo que João pregou; como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.

E nós somos testemunhas de todas as coisas que fez, tanto na terra da Judéia como em Jerusalém; ao qual mataram, pendurando-o num madeiro. A este ressuscitou Deus ao terceiro dia, e fez que se manifestasse, não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus antes ordenara; a nós, que comemos e bebemos juntamente com ele, depois que ressuscitou dentre os mortos.
E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. A este dão testemunho todos os profetas, de que TODOS OS QUE NELE CRÊEM receberão o perdão dos pecados pelo seu nome”. Atos 10:34-43.
Eis aí a pregação de Pedro, isto é a mensagem de salvação para o pecador.

Viram a diferença? Ele pregou reencarnação? Pregou que para ser salvo é necessário consultar os mortos? Pregou que era necessário ouvir os espíritos que baixam nas sessões de mesa branca, no candomblé, na umbanda, quimbanda etc. Nada disso foi ensinado pelo apostolo. Pedro instrui sobre o verdadeiro caminho para salvação que está em Jesus Cristo; que em seu nome recebemos o perdão dos pecados. E a doutrina espírita nem fala em pecado!

Em outra ocasião Pedro pregando acerca da salvação, ouviu uma multidão que lhe perguntava: Que faremos varões irmãos?
“E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, varões irmãos?

E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; Atos 2: 37-41.

SE O APÓSTOLO FOSSE ESPÍRITA DIRIA:
“Ireis reencarnar muitas vezes até chegardes à perfeição”
Outra vez Paulo foi preso por causa do Evangelho, e na ocasião quando ele e seu companheiro oravam, ouve um terremoto e o carcereiro caiu por terra e despertando disse a Paulo:

“QUE FAREI PARA ME SALVAR”?

- Quanto desapontamento poderia ver estampado na face daquele homem aflito e desejoso de uma perfeita salvação?

Felizmente Paulo não era espírita, e sendo como nós crentes em Jesus, disse ao carcereiro: “CRÊ NO SENHOR JESUS CRISTO E SERÁS SALVO TU E A TUA CASA”. ATOS 16:31

O anjo que anunciou o nascimento de Jesus disse: “ELE SALVARÁ O SEU POVO DOS SEUS PECADOS”; Mateus 1:21. Isto quer dizer que Jesus é quem dá a salvação, isto é através de sua pessoa e da fé no seu nome alcançamos o perdão de nossos pecados e o direito a vida eterna. E não por meio da REENCARNAÇÃO.

“Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: todas as nações serão benditas em ti”; Gálatas 3:8. Pedro o apóstolo afirmou:

“EM NENHUM OUTRO NOME HÁ SALVAÇÃO”.

Jesus mesmo ordenou que em seu nome pregasse o arrependimento e remissão dos pecados, começando por Jerusalém.
“E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos,
E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém; Lucas 24:46,46.

O direito de arrependimento de nossos pecados e a conversão de nossa vida ao plano de Jesus, e concedido aos homens em vida, a não aceitação deste plano leva à sentença de condenação eterna. "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,"(Hebreus 9:27).

Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.

De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?” Hebreus 10 :26- 29
A mensagem de Jesus e de seus apóstolos nem de longe se assemelha com a pregada pelo espiritismo sobre a reencarnação.

CAP. 06
4ª Tese

JOÃO BATISTA ERA ELIAS REENCARNADO


ALLAN KARDEC AFIRMA QUE JOÃO O BATISTA, ERA ELIAS REENCARNADO. Para isso se baseia no texto Bíblico de Mat. 17:10-13

“E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas; Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem.

Então entenderam os discípulos que lhes falara de João o Batista”. Jesus disse no versículo 12 que “Elias já veio” e no versículo 13 lemos que os discípulos “entenderam que falara a respeito de João, o Batista”. Parece haver uma idéia de REENCARNAÇÃO, parece que aqui os espíritas encontram defesa para suas idéias.

Mas apenas parece! A própria Bíblia combate qualquer idéia de REENCARNAÇÃO, pois quando lemos no livro de João 1:21 a pergunta feita à João; “ao que lhe perguntaram: Pois que? És tu Elias? Respondeu Ele: Não sou!...

Os espíritas refutam dizendo: Ora João não sabia que era Elias, ele não se lembrava. É assim que acontece, não nos lembramos de quem éramos. Os espíritas tentam achar razão na Bíblia para suas idéias.
Uma coisa vamos deixar claro: ou Kardec está mentindo ou o espírito que lhe fez tal revelação.

1º - Se João Batista era Elias reencarnado, Elias teria que ter morrido para reencarnar. Perguntamos aos espíritas:
Qual o texto da Bíblia que confirma a morte de Elias?
A resposta é nenhum.
Elias não morreu, será que os espíritas aceitariam ainda a Bíblia como livro inspirado por Deus, ou vão torcer o significado do texto?

2º - Se João, o Batista era Elias reencarnado, como se justifica a presença de Elias no Monte da Transfiguração.
“E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.
E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. Mat. 17: 2,3. Quem deveria ter aparecido era João e não Elias.

Segundo a Bíblia, a interpretação correta para o texto é a seguinte:

João, o Batista deveria exercer o seu ministério dentro do espírito ministerial de Elias isto é com a mesma vocação de Elias; vejamos estas confirmações:

“Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR; e ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição”. - Malaquias 4:5, 6

“E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto”. Lucas 1:17


Vejamos algumas peculiaridades entre Elias e João:


a) - Aparecimento de Elias ( I Reis 17:1 ) = Aparecimento de João (Mat. 3:1)
b) - Roupa de Elias ( II Reis 1:Cool = Roupa de João (Mat. 3:4)
c) - Elias e Acabe ( I Reis 18:17,18) = João e Herodes (Mat. 14:3-5)
d) –Perseguição à Elias (I Reis 19:2,3) = Perseguição à João (Mat.14:6-Cool


Fica claro que Jesus nunca ensinou a reencarnação. A Bíblia combate tal ensinamento; “...aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo” Hebreus 9:27. A proposta de uma vida feliz através da reencarnação não é comprovada pela Bíblia.

A palavra de Deus nos diz que é através de Jesus que o homem consegue o perdão de seus pecados João 1: 7-9; 8:24; confira: Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz. Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.

Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados.
O homem só é salvo pela graça (favor imerecido) de Deus, e não por seus méritos; está escrito: “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” Atos 4:12

“Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça”; Romanos 4:4-5. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”. Efésios 2:8-9.

Vejamos de que é composta a verdadeira caridade (Amor) de Deus, está escrito: “Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesado”.I João 5: 2,3.

“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. João 15:10

“E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai me tem dito”; João 12:50.

Ao Cristão sincero cabe o dever de fazer o bem a todos. “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus”; Mat. 5:44.

“E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem”;II Tess. 3:13.

Porém por maior atos de bondades ou caridades praticadas sem a aceitação e pratica do plano divino, o homem estará sentenciado a condenação eterna.

"E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más;" (João 3 : 19). "Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação;" (Romanos 13 : 2).


CAP. 07
5º Tese

A BÍBLIA OU OS ENSINOS MINISTRADOSPOR ESPÍRITOS?


Os espíritas não têm a Bíblia como regra de fé e pratica, mas sim os ensinos dados pelos espíritos. É de se supor portanto que, esses ensinos sejam para eles de total credibilidade. Porém o maior divulgador das teses espíritas as considera duvidosas.

O próprio Allan Kardec afirma em “O Livro dos Médiuns” Cap. XXIV, cujo título é a “Identidade dos Espíritos”.

Que a questão da identidade dos espíritos é uma das mais controvertidas, mesmo entre os adeptos do espiritismo. Porque os espíritos de fato não trazem nenhum documento de identificação e sabe-se com facilidade alguns deles usam nomes emprestado. Após discorrer sobre este problema Allan Kardec afirma no item 259: “um meio as vezes usado com sucesso para assegurar a identidade, quando o espírito se torna suspeito, é o de fazê-lo afirmar em nome de Deus todo poderoso que é ele mesmo. Após, o próprio Kardec conclui que isto nem sempre funciona, ele continua:...

Deve-se concluir disso que a recusa de um espírito em afirmar a sua identidade em nome de Deus é sempre uma prova de que usa de impostura, mas que a afirmação nos dá apenas uma presunção e não uma prova de identidade.

Ou seja, segundo Kardec, se ele se recusa a confessar em nome de Deus todo poderoso, então é um espírito mentiroso. Mas se ele confessar, pode ou não ser mentiroso. No item 260 Kardec fala da possibilidade de testar o espírito através da caligrafia e assinatura, nas mensagens psicografadas: Pode-se também colocar entre as provas de identidade a semelhança de caligrafias de assinaturas. Mas além de não ser dado a todos os médiuns obter esse resultado, ele nem sempre representa uma garantia suficiente.

Há falsários no mundo dos espíritos, como no nosso. Assim o próprio Kardec acaba admitindo que não é possível ter certeza da identidade do espírito. Se isto não é possível como aceitar a veracidade de seus ensinos? Se o espírito pode mentir até sobre quem ele é, estaria falando a verdade sobre aquilo que está ensinando? Outro fato interessante e que Allan Kardec dedica o capitulo XXIII do “Livro dos Médiuns” a estudar o que ele denomina de “obsessão” e a define como sendo o domínio de maus espíritos sobre médiuns.

KARDEC CLASSIFICA A OBSESSÃO EM TRÊS TIPOS:

Obsessões simples, fascinação e subjugação. Segundo ele a obsessão simples consiste no fato de um espírito malfazejo intrometer-se na comunicação causando sensações desagradáveis. A fascinação chegaria a iludir o médium fazendo com que aceitasse doutrinas falsas absurdas. E a subjugação produziria uma paralisação de vontade da vitima, dominando-a completamente. Neste mesmo capitulo a resposta de Allan Kardec à pergunta de nº 6, se a subjugação poderia levar à loucura, e a seguinte: Sim a loucura ordinária. Entre os que são tratados como loucos há muitos que são apenas subjugados...

Segundo a Bíblia Sagrada, os mortos não se comunicam com os vivos. Além de Deus Jeová, quem se comunica com os homens são os anjos de Deus e ainda, satanás e seus anjos caídos. Os anjos de Deus só se manifestam mediante ordem divina e não por vontade própria ou humana, vejamos alguns exemplos nas santas escrituras de anjos em contato com homens: “E eis que certa mão me tocou, e fez com que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos. ““E VIERAM os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma; e vendo-os Ló, levantou-se ao seu encontro e inclinou-se com o rosto à terra” Gênesis 19:1. “Eis que eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te tenho preparado. Êxodo 23:20

“E me disse o anjo: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que vou te dizer, e levanta-te sobre os teus pés, porque a ti sou enviado. E, falando ele comigo esta palavra, levantei-me tremendo. Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Daniel 10:10-12.

Já satanás e seus anjos estão sempre prontos a influenciar os homens desde que achem lugar para isso. A mediunidade consiste então em um canal aberto para esta comunicação. O que Allan Kardec denomina de subjugação seria tão somente a possessão demoníaca.
É um grande perigo para aqueles que mesmo admitindo que os espíritos mentem e enganam, consentem em recebê-los em seus corpos. E o mais surpreendente é que toda a doutrina espírita esta alicerçada nas instruções que os espíritos passam através dos médiuns.

O próprio Allan Kardec foi enganado por um espírito mentiroso ao afirmar que o planeta Marte e Júpiter seriam mundos habitados.
Em Marte, os habitantes seriam inferiores a nós, física e moralmente, enquanto que Júpiter os habitantes seriam superiores a nós em todos os aspectos. Isto esta escrito na nota explicativa referente ao item 188 do capitulo IV do livro II em o “Livro dos Espíritos”. De todos os globos que constituem o sistema planetário segundo os escritos de Kardec. A terra é daqueles cujos habitantes são menos adiantados, física e moralmente. Marte lhe seria ainda inferior, e Júpiter muito superior em todos os sentidos... Muitos espíritos que animaram pessoas conhecidas na terra disseram estar reencarnados em Júpiter, um dos mundos mais próximos da perfeição, e é de admirar que um globo tão adiantado se encontre homens que a opinião terrena não considerava tão elevados...

Quando Kardec escreveu “O Livro dos Espíritos” em 1857, certamente não imaginava que pouco mais de cem anos depois a ciência já estaria em condições de desmascarar tão infundada afirmação. As pesquisas astronômicas realizadas nestes planetas, não encontraram habitantes alguns. Ainda no item 185 do mesmo livro contém esta pergunta: O estado físico e moral dos seres vivos é perpetuamente o mesmo em cada globo?

Responde Kardec: Não, os mundos também estão submetidos à lei do progresso. Todos começaram como o nosso, por um estado inferior, e a Terra mesma sofrerá uma transformação semelhante, tornando-se um paraíso terrestre quando os homens se fizerem bons.

Vejamos o que a Bíblia Sagrada diz sobre o destino da humanidade:

“De todo se esvaziará a terra, e de todo será saqueada, porque o SENHOR pronunciou esta palavra. A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enfraquecem os mais altos do povo da terra. Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto têm transgredido as leis, mudado os estatutos, e quebrado a aliança eterna.

Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são desolados; por isso serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restaram. Isaias 24:2-6.
“E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”; Mateus 24:12-14.

“Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. II Timóteo 3:13

Quem tem razão, o espírito que falou à Kardec ou a palavra de DEUS JEOVÁ?

Atualmente, não obstante o progresso tecnológico alcançado pelo homem, estamos assistindo a falência de todos os modelos socioeconômico, acompanhado da má distribuição de renda e do empobrecimento das massas em todo o globo terrestre. Isto sem contar com a degradação moral espiritual e física da humanidade. Espíritos mentirosos enganaram Allan Kardec, dizendo que a terra passaria por um processo de evolução e perfeição passo a passo.

Cerca de 2000 anos atrás a palavra de Deus, anunciava o estado presente da humanidade veja:

“SABE, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus” (II Timóteo 3:1-4).

Somente as Bíblia Sagrada merece confiança e total credibilidade?
Ninguém conseguiu até hoje, contestar o valor histórico das Sagradas Escrituras. Isto apesar de cuidadosos estudos e do feroz ataque que a palavra de Deus tem sofrido ao longo de séculos, seja através de incrédulos, religiosos, cientistas e governantes.

Existem inclusive,alguns relatos de que alguns opositores da Bíblia, entregaram suas vidas à Cristo enquanto tentavam, inutilmente, contradizer a veracidade das Escrituras. E que dizer das profecias e do cumprimento espetacular das mesmas?

Hoje a Bíblia Sagrada é o livro de maior circulação no mundo, e também o livro que foi traduzido para o maior numero de idiomas.

Allan Kardec reconhece que os espíritos, que lhe ensinaram mentem e alerta os médiuns para que considerem esta possibilidade.

Mas quem pode provar que a Bíblia Sagrada falhou
em seus ensinos e previsões?

Fonte: PARA ONDE VÃO OS ESPÍRITOS ?
Autor : Silas G. de Souza
Voltar ao Topo Ir em baixo
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1628
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: Re: DESMASCARANDO A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO   Seg 04 Nov 2013, 21:36

 Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. -  II Corintios 13:8
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
DESMASCARANDO A DOUTRINA DA REENCARNAÇÃO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Se refere a permanecer na doutrina da caridade, piedade e santidade?
» Doutrina da Igreja Cristã Maranata (tópico oficial)
» ESCOLA BÍBLICA - Soteriologia - A Doutrina da Salvação - Lição 1
» A DOUTRINA DA SEGUNDA VINDA DE JESUS I Ts. 4.16,17.
» Doutrina Calvinista - topico oficial (parte II)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: