SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. Gálatas 6:15

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Ontem à(s) 03:28 por Paulo Cezar

» Como saber se algo é da vontade de Deus ou não para minha vida?
Qui 25 Maio 2017, 22:44 por Henrique

» Caio Fábio é preso e levado para a Papuda
Qui 25 Maio 2017, 18:48 por Henrique

» “É só o começo”, diz Estado Islâmico ao assumir atentado terrorista em show de Ariana Grande
Qua 24 Maio 2017, 17:32 por Henrique

» Quem morre sem ouvir o Evangelho não está condenado automaticamente, explica pastor
Qua 24 Maio 2017, 16:31 por Henrique

» VERSICULO DO DIA
Qua 24 Maio 2017, 01:30 por Paulo Cezar

» Carta Paul David Washer sobre ataque cardíaco
Ter 23 Maio 2017, 22:11 por eliana

» Como odiar a sua vida
Dom 21 Maio 2017, 18:12 por Henrique

» TE CONVIDO HOJE A ACEITAR A JESUS COMO SEU UNICO E SUFICIÊNTE SALVADOR DE SUA ALMA.
Dom 21 Maio 2017, 15:56 por davi

» Escola bíblica mes de maio Tema de Hoje a transfomação do apostolo Paulo.Sua participação aqui.
Dom 21 Maio 2017, 15:49 por davi

» Escola bíblica mes de maio Tema de Hoje a transfomação e restauração do apostolo Paulo.
Dom 21 Maio 2017, 15:46 por davi

» "Se isso não for Amor" - Verdade cantada !!!
Dom 21 Maio 2017, 13:02 por Henrique

» NASCIDOS DE NOVO E O NOVO NASCIMENTO Jo.3.
Sab 20 Maio 2017, 15:57 por guganic

» O cristão deve se envolver na política?
Sex 19 Maio 2017, 14:11 por M.Rogério

» Eu tenho medo...
Qui 18 Maio 2017, 21:58 por Henrique

» Jesus Cristo é Deus?
Ter 16 Maio 2017, 22:58 por Henrique

» Donald Trump reitera proteção à liberdade religiosa: “Não adoramos governos, e sim a Deus”
Ter 16 Maio 2017, 20:42 por Henrique

» Ativistas ateus prometem derrubar na Justiça decreto de Trump que garante liberdade a pastores
Ter 16 Maio 2017, 20:36 por Henrique

» Assisti 5 vezes e 5 vezes chorei a ver esse vídeo
Seg 15 Maio 2017, 23:59 por M.Rogério

» TODOS PRECISAM VER ESSE VÍDEO!!!
Seg 15 Maio 2017, 15:06 por Paulo Cezar

» Ideias têm consequências
Dom 14 Maio 2017, 22:49 por Henrique

» Escola biblica mes de maio, Tema caráter restaurado .Sua participação aqui
Dom 14 Maio 2017, 16:27 por davi

» Escola biblica mes de maio, Tema caráter restaurado .
Dom 14 Maio 2017, 16:23 por davi

» Transformações!
Dom 14 Maio 2017, 16:06 por M.Rogério

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 DISTORÇÃO DE TEXTOS, Veja e Reflita

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1604
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: DISTORÇÃO DE TEXTOS, Veja e Reflita    Ter 26 Mar 2013, 10:24

DISTORÇÃO DE TEXTOS: Quanto a Lei de Deus (Os 10 Mandamentos)

Uma das “razões” apresentadas para “justificar” que a lei findou na cruz, é a indevida citação de Colossenses 2:14, 16 e 17, que assim reza: “Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de algum modo nos era contrária, e a tirou no meio de nós, cravando-a na cruz…
Portanto ninguém vos julgue pelo comer ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da Lua Nova, ou dos sábados, que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é Cristo.” – Sobre estes textos, procura-se armar duas teses: a da invigência da lei pós-cruz, e a da ab-rogação do sábado do Decálogo. Vamos desmontá-las completamente, deixando que a própria Bíblia se interprete, sem forçar a nota.

Notemos os seguintes fatos, que saltam à vista:

→ Não há aí a mais leve referência à Lei Moral, ou à sua súmula: o Decálogo. Não há, em todo contexto, alusão a nenhum preceito dos Dez Mandamentos, mas sim a outros preceitos – isto é muito importante. Em Romanos 7:7, por exemplo, Paulo alude à “lei”, mas o contexto esclarece que se referia a Lei Moral, porque um dos seus preceitos é citado, “não cobiçarás”, Tiago também fala em “lei” (Tiago 2:10 e 11) e a seguir cita dois preceitos da Lei Moral. Mas, no caso que se discute, nada consta do Decálogo. Nem a palavra “lei” também é sequer mencionada nos textos, mas apenas uma cédula de ordenança.

Sabemos que o preceito cerimonial consistia de extensas instruções ritualistas a que os judeus ficavam obrigados. Um autêntico “escrito de divida” – como reza outra tradução. “Ordenança” são prescrições litúrgicas, e isto não se aplica Lei Moral. Compare em Hebreus 9:1. Ordenança “é um rito religioso ou cerimonial ordenada por autoridade divina ou eclesiástica” – define, com propriedade, o autorizado Standard Dictionary.

Coloquemos o quadro que Paulo nos pinta, na sua moldura contemporânea. A igreja de Colossos (a exemplo das de Galácia, Éfeso, Roma e outras) enfrentava dissensões internas em virtude da ação conservadora dos elementos judaizantes, isto é, judeus que aceitavam o evangelho, ingressavam na igreja, mas conservavam práticas do judaísmo e pretendiam impô-las aos cristãos vindos do gentilismo.

Entre estas práticas estava a observância da lei cerimonial, notadamente os dias de festas (Páscoa, Pentecostes, Dia da Expiação, Festa dos Tabernáculos, Lua Nova e outras). Como é natural, no passo que estamos considerando, Paulo quis dizer aos cristãos de Colossos que estas ordenanças e festividades foram riscadas ou cravadas na cruz tendo vindo Cristo, a Realidade, automaticamente cessaram os tipos e “sombras” que para Ele apontavam.

→ O contexto esclarece alguma coisa do conteúdo desta “cédula de ordenança”. Alguns dos seus itens se acham registrados no versículo 16, ligado aos versículos anteriores pela conjugação “portanto”. Lemos que aí consta comer, beber, festividades, lua nova e sábados prefigurativos, tudo averbado de “sombras de coisas futuras”. Ora, resta ver em qual código constavam tais exigências ritualistas e festivas.

Consultaremos o Decálogo. Examinemos-lhe os preceitos. Há nele algum mandamento sobre comer ou beber? E sobre os dias de festas e Lua Nova? Não! Nele só há preceitos morais e éticos. Nenhuma “ordenança”, portanto. Sabemos que Moisés escreveu um livro, cujo o conteúdo consistia de estatutos civis, preceitos higiênicos, ordenanças levíticas e regulamentos sobre festividades, Lua Nova, manjares, ofertas, sacrifícios, etc. (Deuteronômio 31:24 e Êxodo 24:4 e 7). A parte propriamente cerimonial e festival estava em Êxodo 23:14 a 19; capítulos 29 e 30; Levítico capítulos 1 a 7, 21, 22, 23, etc. E todas estas coisas estavam no livro de Moisés, mas não em tábuas do Decálogo, escritas pelo dedo de Deus. (Êxodo 31:18)

Notemos que esta cédula de ordenanças nos era contrária. Sim, porque a complicadíssima e onerosa lei Cerimonial, com suas exigências difíceis e até penosas, tendo preenchido a sua passageira finalidade com a morte de Cristo, tornou-se invigente, desnecessária e mesmo contrária ao cristão. Não assim com a Lei Moral de Deus, que é santa, justa, boa, espiritual e prazerosa (Romanos 7:12, 14 e 22), e estabelecida na dispensação evangélica, Romanos 3:31.

Não pode a Lei de Deus ser confundida com uma precária cédula de ordenanças que foi riscada. Comidas, bebidas, festividades… Evidentemente, que não se trata do Decálogo, mas meramente de coisas transitórias, “sombras de coisas futuras” – como o próprio texto afirma.
Portanto, segundo a conclusão irrecorrível a que nos leva a Bíblia, os textos em lide referem-se inequivocadamente à lei Cerimonial. Foi riscada, é evidente, e cravada na cruz.

Tão clara é a Bíblia! E ainda para, subsidiariamente, concluir esta parte, citemos o notável comentador Adam Clarke, que sobre este ponto diz:

“‘Ninguém vos julgue pelo comer ou beber’… O apóstolo aqui se refere a algumas particulares do escrito de ordenanças, que foram abolidas, a saber, a distinção de carnes e bebidas… e a necessidade da observância de certos feriados e festivais, tais como a Luas Novas e sábados particulares ou aqueles que deviam ser observados com incomum solenidade; todos eles foram abolidos e cravados na cruz, e não mais eram de obrigação.” – Clarke’s Commentary. Aí está uma interpretação insuspeita e valiosa!


Fonte: Blog Sétimo dia
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
DISTORÇÃO DE TEXTOS, Veja e Reflita
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» RESPOSTA BÍBLICA - Ao Irmão Silas-- Distorção dos textos--
» Irmãos de Jesus - Quem são os filhos da minha mãe?
» Interpretação de textos bíblicos!?
» Textos Bíblicos interessantes para reflexão! Tempo de Esperar Salmo 40
» ABSURDO O QUE O GOVERNO ESTÁ DANDO NAS ESCOLAS, veja !!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: