SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
26 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 26 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Hoje à(s) 00:07 por M.Rogério

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Ontem à(s) 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» Minuto com Deus!!!
Qui 01 Dez 2016, 09:52 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Qui 24 Nov 2016, 15:42 por guganic

» Evangelista Mauro Ferreira , Mensagens aos jovens
Qui 24 Nov 2016, 15:10 por elizeu crepaldi

» Que a Biblia diz sobre batismo pelos mortos.
Qua 23 Nov 2016, 21:20 por Henrique

» Papa estende a todos os padres poder de perdoar aborto
Qua 23 Nov 2016, 21:09 por Henrique

»  O ALFA E ÔMEGA: O PRINCÍPIO E O FIM. Ap.1.8.
Qua 23 Nov 2016, 11:28 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A DOUTRINA BÍBLICA DO PECADO - O CASTIGO PELO PECADO 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Henrique



RELIGIAO : Cristão, denominação: Batista
Masculino Mensagens : 5426
nascido em : 27/01/1961
inscrito em : 09/09/2011
Idade : 55
Localização : São Paulo, capital

MensagemAssunto: A DOUTRINA BÍBLICA DO PECADO - O CASTIGO PELO PECADO 2   Qua 12 Dez 2012, 00:08

A DOUTRINA BÍBLICA DO PECADO

O CASTIGO PELO PECADO 2

“O salário do pecado é a morte”. Deus disse a Adão, em relação ao fruto proibido: “no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Gênesis 2:17. Esta ameaça de pena de morte não foi feita a Adão simplesmente com um indivíduo em particular, mas como uma pessoa pública e representativa. Era a pena imposta a uma raça. “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram”. Romanos 5:12. O primeiro pecado foi o pecado de uma raça, portanto a pena também o fora. Toda a raça humana estava em Adão, o primeiro homem, tanto pela natureza quanto legalmente, e o ato dele foi considerado como o de toda a raça, não pessoal, mas representativamente. Cada ser humano, por natureza, é culpado através de Adão, do mesmo modo como cada crente é justo através da justiça de Cristo. Os crentes não são justos pessoalmente, isto é; através de sua própria obediência. Eles são justos representativamente pela obediência de Cristo, que é o Fiador deles.

A pena de morte que Deus falou contra os homens em Gênesis 2:17 e que passou a todos os homens, não é simplesmente a morte do corpo. A morte física é um mero incidente e não é sempre para todos os homens. Houve duas exceções extraordinárias (Enoque e Elias) e haverá muitos vivos, que não morrerão fisicamente, quando o Senhor Jesus Cristo voltar. “Nem todos dormiremos..... porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. (I Coríntios 15:51-52). Além do mais, a morte física aconteceu uns 930 anos após o pecado ser cometido no caso de Adão; visto que Deus disse: “no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Gênesis 2:17.

A morte que passou a todos os homens foi a perda do favor divino e que o deixou exposto à ira divina. Não era a morte do homem só, mas como ser moral e responsável. A morte moral foi o resultado de uma quebra de comunhão com Deus. O homem quebrou a comunhão com Deus ao tentar agarrar as rédeas do governo e fazer como lhe agradava. O pecado separa o homem de Deus e traz Sua condenação. A morte física é o resultado da separação do homem, como ser moral, de Deus. O pecador, embora vivo fisicamente, está separado da vida de Deus. Efésios 4:18. Colossenses 1:21.

VIDA E MORTE

As palavras vida e morte são antônimas, e é evidente que um homem não pode estar morto e vivo, no mesmo sentido, ao mesmo tempo. Mas, pode-se estar morto em um sentido e vivo em outro, ao mesmo tempo. Isto se torna óbvio, nas palavras de nosso Senhor: “deixa aos mortos o enterrar os seus mortos”. Lucas 9:60. Ele queria dizer que os moralmente mortos sepultassem os mortos fisicamente.

A vida e a morte não são sinônimas de existência e não existência. A morte jamais significa não existência, nem deixar de ser. No sentido moral, a vida é uma condição de existência e a morte a condição oposta de existência. Ter vida, como ser moral, é existir sob o favor de Deus e ser livre da ira porvir. Ser morto moralmente é existir sem Seu favor e estar exposto à Sua ira. Isto se tornará mais aparente na continuação deste assunto.

A SEGUNDA MORTE

A segunda morte é o castigo no lago de fogo. E este será tanto para a alma quanto para o corpo do perdido. A morte física não é eterna, pois “há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos”. Atos 24:15. A morte (corpos mortos) e o Hades (almas perdidas) vão ser lançados no lago de fogo. Apocalipse 20:14. Esta é a segunda morte. Não queremos provar aqui que a segunda morte é eterna. Isto acontecerá em capítulo posterior. Contudo, não parece razoável que o fogo os queimará no sentido de tirá-los de uma existência consciente. Se isto fosse verdade, a única diferença entre os crentes que foram martirizados e os ímpios seria o tempo e lugar do sofrimento. Os mártires (muitos deles) foram sentenciados a morrer na fogueira e, se seus atormentadores apenas serão queimados e deixarão de existir, então a salvação dos crentes não foi tão preciosa como eles supunham. Um irmão que acredita na imortalidade condicional escreveu-me que não conhecia versículo nenhum na Bíblia que ensinasse que os ímpios sofreriam no inferno mais que cinco minutos. Que salvação barata! Bocado doce para o ímpio! Se fosse a verdade.

O homem é um ser tanto físico quanto psíquico, isto é; ele tem corpo e alma. Como ser físico seu corpo foi feito da mesma substância que o das feras no campo. Veja Gênesis 2:7 e 19. Como ser psíquico ele se tornou alma vivente quando Deus soprou em suas narinas o fôlego da vida. Não se diz isto em relação à origem da alma das feras. Os animais têm alma (provaremos isto depois), mas não a receberam como o homem a recebeu. O homem, como o auge da criação, foi feito à imagem de Deus, o que significa que ele tem algo que não pertence às feras do campo. Esta imagem de Deus no homem é o espírito. Deus é Espírito e o homem deve ter espírito, a fim de ser à Sua imagem. Ao fazer do homem um ser vivente, Deus lhe transmitiu o que o fazia à imagem dEle. O homem, pela virtude de sua criação, tem corpo e alma, os quais lhe dão parentesco com os animais, mas também tem espírito, que o relaciona a Deus. F. W. Grant faz uma distinção muito útil entre a alma e espírito:

“A alma é nas Escrituras a base das paixões, emoções, sensibilidade, como o espírito do juízo mental e moral. Este último, em qualquer sentido real, as feras não têm. I Coríntios 2:11. Mas o homem os aprende, reunindo materiais do juízo através da alma ...os sentidos; e à medida que o corpo começa a se desenvolver antes mesmo da alma, assim o faz a alma antes do espírito. O espírito no homem depende, assim realmente da alma; e é extraordinário que só quando ausente do corpo, sua distinção real começa a se manifestar. A alma sobrevive, sem dúvida, ao golpe da morte; mas agora se chama o que nunca foi antes, “espírito”. Lucas 24:37, 39. Hebreus 12:23. I Pedro 3:19.

Grant nos diz que o homem se chamou Adão, de Adamah na língua hebraica, que significa “chão”, para lembrar-lhe de sua origem: “és pó” (Gênesis 3:19); e chamou-se alma para lembrar-lhe de sua semelhança aos animais; porém nunca se chama espírito, até que saia do corpo. Lemos sobre “espíritos dos justos aperfeiçoados” (Hebreus 12:23) e “espíritos em prisão” (I Pedro 3:19).

A PRIMEIRA MORTE

O homem, como ser físico e também moral, está sujeito a dois tipos de morte: a saber, a física e a moral. Existe somente uma morte física para qualquer homem. “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo”. Hebreus 9:27. Note a exatidão das Escrituras. Não é “homem”, o genérico, mas “homens”, como indivíduos. A morte física não está designada ao “homem”, toda a raça, mas aos homens. Já mostramos as exceções.

O homem considerado como ser moral pode passar por duas mortes: a primeira e a segunda. Todos os salvos só passarão por uma. Os que não são salvos passarão por duas. “O que vencer não receberá o dano da segunda morte”. Apocalipse 2:11. Ninguém escapou da sentença da primeira morte, pois ela passou a todos os homens.

A primeira morte é claramente definida nas Escrituras. É estar “morto perante a lei”, ou morte jurídica. É estar morto em ofensas e pecados. É a morte no sentido da culpa e da depravação. É a morte da condenação. A antítese da morte jurídica é a “justificação de vida”. Romanos 5:18. “Na verdade, na verdade vos digo quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”. João 5:24. A vida eterna é equivalente à justificação e oposta à condenação. Como ser moral o crente é justificado por Deus e nunca será condenado. Ele saiu da maldição da lei de Deus e existe sob o favor de Deus.

O crente deve se reconhecer como morto para o pecado, mas vivo para Deus através de Jesus Cristo. Romanos 6:11. Isto significa que o crente está morto para a culpa do pecado – não mais exposto à ira de Deus; e que está vivo ou justificado diante de Deus pela virtude da justiça de Cristo imputada a ele. Temos também este aspecto de vida e morte em I João 5:12: “Quem tem o Filho tem a vida; e quem não tem o Filho de Deus não tem a vida”. I João 5:12. “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece” João 3:36. A espada da justiça divina está pendurada por sobre a cabeça do incrédulo; as bênçãos do Pai Celestial ficam com o crente em Cristo.



Autor: C. D. Cole

Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Desejando comentar faça-o aqui:
http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t5939-a-doutrina-biblica-do-pecado-o-castigo-pelo-pecado-1-e-2#25761


-







-
Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105



Voltar ao Topo Ir em baixo
Henrique



RELIGIAO : Cristão, denominação: Batista
Masculino Mensagens : 5426
nascido em : 27/01/1961
inscrito em : 09/09/2011
Idade : 55
Localização : São Paulo, capital

MensagemAssunto: Re: A DOUTRINA BÍBLICA DO PECADO - O CASTIGO PELO PECADO 2   Qua 01 Maio 2013, 03:20

.

-







-
Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105



Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A DOUTRINA BÍBLICA DO PECADO - O CASTIGO PELO PECADO 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Possessão demoníaca em crentes. É possível??
» Contradição bíblica? O filho não levará a iniquidade do pai,nem o pai levará a iniquidade do filho
» ESCOLA BÍBLICA - Soteriologia - A Doutrina da Salvação - Lição 1
» Porque a King James é a melhor tradução bíblica?
» Lula chama de 'bobagem' passagem bíblica que promete o paraíso para os pobres ?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: