SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade. 1 Coríntios 5:7,8

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
27 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 26 Visitantes :: 2 Motores de busca

Henrique

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
»  Já que ninguém consegue guardar a lei, qual é o seu propósito?
Ter 17 Abr 2018, 22:21 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - O ARREBATAMENTO DA IGREJA !!! Uma Verdade Escatológica !!! (Aula 2 - Abril/2018)
Seg 16 Abr 2018, 22:10 por B.V.

» Deus! Salva me - Mensagem Impactante
Dom 15 Abr 2018, 17:25 por M.Rogério

» O que é providencia de Deus?
Dom 15 Abr 2018, 17:16 por M.Rogério

» Frase do dia.
Dom 15 Abr 2018, 16:49 por Henrique

» Em resposta ao tema da nossa E.B. O “Arrebatamento da Igreja”.
Sab 14 Abr 2018, 21:27 por B.V.

» Governo fecha 6 mil igrejas cristãs alegando “reuniões ilegais com más intenções”, em Ruanda
Sex 13 Abr 2018, 10:35 por Henrique

» ORAÇÕES PRECIOSAS Hb 4.14-16
Sex 13 Abr 2018, 10:25 por guganic

» O Problema do Brasil
Qui 12 Abr 2018, 12:04 por guganic

» Minuto com Deus!!!
Qui 12 Abr 2018, 01:32 por Paulo Cezar

» Por que tanta gente segue falsos mestres?
Seg 09 Abr 2018, 10:16 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA - O ARREBATAMENTO DA IGREJA !!! Considerações iniciais !!! (Aula 1 - Abril/2018)
Dom 08 Abr 2018, 20:47 por B.V.

» O DEUS DESCONHECIDO DE NOSSOS DIAS Escola Bíblica Março 2018 Quinta parte: CONFORMIDADE DA IGREJA
Qua 04 Abr 2018, 23:10 por Henrique

»  SEMEANDO ANDANDO E CHORANDO Sl.126.,5,6.
Qua 04 Abr 2018, 12:07 por guganic

» A apresentação especial da Nessa. Umas revistas Tirinhas Etc..
Ter 03 Abr 2018, 23:11 por Henrique

» 4 coisas que podemos aprender com Judas
Sex 30 Mar 2018, 21:11 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 5 A PASCOA E A CEIA Parte 5
Sex 30 Mar 2018, 12:39 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 4 A PASCOA E A CEIA Parte 4
Sex 30 Mar 2018, 12:38 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 3 A PASCOA E A CEIA Parte 3
Sex 30 Mar 2018, 12:32 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 2 A PASCOA E A CEIA Parte 2
Sex 30 Mar 2018, 12:31 por Henrique

» ESCOLA BIBLICA LIÇÃO 1 A PASCOA E A CEIA Parte 1
Qua 28 Mar 2018, 18:32 por Henrique

»  A PÁSCOA
Qua 28 Mar 2018, 18:21 por Henrique

» O DEUS DESCONHECIDO DE NOSSOS DIAS(At 17.16-34)Escola Bíblica Março 2018 Quarta parte:homossexulismo
Ter 27 Mar 2018, 23:40 por Henrique

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Dom 25 Mar 2018, 08:50 por M.Rogério

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 Estudo bíblico: Como superar o fracaso

Ir em baixo 
AutorMensagem
Souza j
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

Feminino Mensagens : 48
inscrito em : 30/07/2011

MensagemAssunto: Estudo bíblico: Como superar o fracaso   Sab 11 Ago 2012, 18:39

O foco destes estudos será a importância da Palavra de Deus diante daquilo que nos acontece. Ou seja, a Bíblia tem resposta para tudo aquilo que nos acontece. Contudo, não basta apenas dizer “a Bíblia é a resposta”. É importante mostrar igualmente como a Bíblia pode responder aos problemas da vida. A Bíblia é uma fonte confiável capaz de revelar com clareza as causas dos nossos problemas sociais. Também, ela é a cura, isto é, uma vez conhecendo e confiando na Palavra de Deus nossos corações são transformados. Muito bem disse um grande evangelista chamado Moody, “a Bíblia não nos foi dada para aumentar nosso conhecimento, mas para nossa vida ser transformada”.

Portanto, este estudo, começa com um tema interessante, a saber, A verdade é, nem tudo aquilo que fazemos, somos bem sucedidos. Isto não é novidade. Contudo, podemos entender fracasso como sendo o desejo não realizado, a vontade interrompida, o objetivo não alcançado, o sonho acabado, o plano que não deu certo. Normalmente o sentimento de menos valia (“Sempre as coisas dão errado pra mim…”; “Nada do que faço dá certo…”; “Não consigo realizar nada…”; “Não tenho condições de fazer…”) é resultado do fracasso que se sucedeu.

Muitos não têm consigo lidar com o fracasso, por isso, então, continuam vivendo de forma desencontrada. Desta forma, é importante a luz da Bíblia encontrarmos caminhos para superar o fracasso e nos tornamos pessoas maduras e fortes diante da vida, principalmente dos problemas. Como então podemos superar o fracasso?

(1ª) Algo difícil; momentos de grande “tempestade”;

(2ª) oportunidades de crescimento; momentos especiais para maturidade.

Temos a tendência de entender o fracasso mais como momentos e períodos “escuros” (como sendo um problema) do que oportunidades para crescimento. Desta forma, é importante avaliar que nem todo fracasso nos leva ao fundo do poço. Mas, pode ser entendido como um degrau rumo a maturidade e crescimento cristão.

Temos um belo exemplo na Bíblia: o futuro seguidor e apóstolo de Jesus, chamado Pedro, teve uma experiência assim. Vejamos então esta história:

Ler: Lucas 5.1-11

Contexto e explicação:

O encontro de Pedro e Jesus acontece de forma prá lá de interessante. Aliás, este é apenas um dos primeiros encontros, de muitos que aconteceram entre ambos. Pedro e seus amigos haviam pescado a noite toda, sem pegar peixe algum. Ao que tudo indica, há uma grande possibilidade de isso ter sido um fato inédito, uma vez que Pedro era pescador por profissão. Certamente não era novato. Provavelmente, tinha as melhores redes, um bom barco e sabia exatamente o lugar onde poderia pegar mais peixes. Também, não era a primeira pesca de Pedro, o mesmo era experimentado e habituado a pescas. Apesar de todas as condições favoráveis:

(a) melhores equipamentos de pesca; (b) um bom e adequado barco; (c) larga experiência em pesca – o fracasso aconteceu. Pedro trabalhara a noite inteira, pois seu sustento dependia de uma boa pesca. Mesmo assim, voltou de mãos vazias. Há momentos em que até os melhores falham.

É natural que diante do fracasso houvesse o abatimento. Assim, no dia seguinte, os discípulos lavavam as redes na praia se sentido muito cansados e desanimados. E, mesmo ouvindo a palavra de Jesus pedindo-lhes que fossem mar adentro e jogassem as redes (Lucas 5.4), a primeira reação fora de desânimo (Lucas 5.5a: “Mestre, esforçamo-nos a noite inteira e não pegamos nada”…). Não é exatamente assim, que reagimos depois do fracasso?

Antes de prosseguirmos, uma parada é necessária. Os sentimentos de tristeza, desânimo e cansaço, por exemplo, que nos ocorrem como conseqüência do fracasso são naturais. Muitos personagens bíblicos assim ficaram:

(a) Elias sentiu-se deprimido diante de Jezabel (1Reis 19.1-9);

(b) Davi ficou abatido diante dos problemas (Salmos 38. 6);

(c) Paulo cansado por causa das perseguições (Atos 23.9-11).

Contudo, o problema não é sentir-se triste ou coisa semelhante, mas viver sob o peso da tristeza. Desta forma, Pedro nos ensina uma valiosa lição. O desânimo e abatimento inicial de Pedro, não o impediu de mais uma vez tentar (Lucas 5.5b: “… porque és tu quem está dizendo isto, vou lançar as redes”.).

O problema não é ter alcançado o que se esperava, mas entender que jamais será alcançado.

Vejamos ainda mais algumas lições deste acontecimento:

1- Quando nosso melhor não é suficiente

O que essa história nos ensina sobre o fracasso? Jesus nunca realizou um milagre sem um propósito. Ele sempre utilizou os milagres para ilustrar princípios. Esse incidente revela-nos o que fazer quando nosso melhor não é suficiente.

Há momentos em que damos o melhor de nós e, ainda assim, ficamos longe do alvo[b]. Estuda-se com dedicação par uma prova, mas tira-se uma nota baixa. Dá-se duro para melhorar o casamento, mas mesmo assim, não vê nenhum progresso. Trabalha-se com dedicação, contudo, nada muda e até piora. Parece que não conseguimos ver o resultado do nosso trabalho. Empenha-se na criação dos filhos com carinho, e quando chega a adolescência tudo muda. Investe-se tempo nos relacionamentos, amizades e namoro, contudo, não há valorização que se esperava. Em certas ocasiões, a vida pode ser dura e ficamos tentados a desistir. Inevitavelmente alguns pensamentos vêem ao coração, como, “… De que adianta? Vou fracassar mais vez. O que poderá fazer a diferença?”.

Por vezes, damos o nosso melhor e colhemos o pior. Talvez a história de Pedro se pareça com a nossa história de vida. Sentimos que apesar do esforço, do trabalho não há progresso, crescimento. Algumas pessoas de fato, ao enfrentarem tais circunstâncias, realmente desistem de tudo, tornam-se desconfiadas e pessimistas com relação a vida. Quando isto acontece, o fazer?

[b]2- Aproprie-se da presença de Deus


O primeiro principio para alcançar o sucesso encontra-se em Lucas 5.3 (“Entrou num dos barcos, o que pertencia a Simão… sentou-se, e do barco ensinava o povo.”). A presença de Cristo fez uma grande diferença! Se a noite tanto Pedro como os outros estavam pescando sozinhos, agora, Deus estava com eles. O primeiro principio para uma vida bem-sucedida é este: aproprie-se da presença de Deus em sua vida. Em outras palavras, Jesus precisa estar em seu “barco”. Nada influenciará mais o sucesso pessoal do que estar vivendo com Cristo.

Quando Jesus está no barco, Sua presença elimina o medo do fracasso e reduz a preocupação com os resultados. Quando Pedro permitiu que Jesus fosse seu companheiro na pescaria, os resultados foram incríveis. Quando nossa vida é dirigida por Deus, temos a garantia que todas as coisas estão no controle.

3- Coopere com o plano de Deus

O segundo princípio encontra-se em Lucas 5.4 (“Tendo acabado de falar, disse a Simão: ‘Vá para onde as águas são mais fundas’, e a todos: “Lancem as redes para a pesca”.) Quando os discípulos foram pescar pela segunda vez, pescaram sob a direção de Cristo, seguindo fielmente suas instruções. Não devemos apenas nos apropriar da presença de Deus em nossa vida (fé), mas também devemos cooperar com sua presença em nossa vida (prática). Nossa vida cristã não pode estar divorciada da prática. Aquilo que cremos, deve ser também, aquilo que fazemos. Deus espera isto de seus filhos. Pedro assim entendeu, então seguiu a orientação de Jesus. A atitude de Pedro foi perfeita. Ele estava pronto para cooperar com o plano de Deus.

Ainda, por que Jesus disse a Pedro “afasta-se um pouco da praia?” Porque os peixes maiores estão em águas mais profundas. Em águas rasas, só se pega peixes pequenos. A maioria das pessoas vive nas águas rasas da vida. Elas vivem apenas na superfície. Sua vida não tem profundidade porque estão satisfeitas em ficar somente na margem, sem nunca se lançar a águas profundas. Por quê? Porque a água rasa é mais segura. Pedro ao aceitar o convide de Jesus, resolve sair da margem e ir mar adentro. E o resultado foi surpreendente. Quando decidimos ouvir e seguir a Jesus, somos surpreendidos, assim como foi Pedro.

4- Espere Deus agir

O terceiro principio encontra-se em Lucas 5.5 ( “… porque és tu quem está dizendo isto…”). Para superar o fracasso, deve-se antever as promessas de Deus. Na segunda tentativa, os discípulos agiram com base na promessa de Deus. Eles foram pescar mais uma vez porque acreditaram que Deus traria os peixes.

Quando Pedro resolveu confiar na palavra de Jesus, ele assim fez, pois creu na ação bondosa de Deus em seu favor. Ele sabia que Deus manteria sua promessa. Pedro não estava confiando meramente em sua capacidade e, portanto, não temia o fracasso. Ele anteviu as promessas de Deus. Apesar do fracasso da noite anterior, a esperança de Pedro reacendeu por causa, única e exclusivamente da palavra de Jesus.

Quando Deus está presente no “barco”; quando o plano de Deus está em execução e as promessas divinas sendo acalentadas no coração, o resultado é impressionante. Até porque, Deus conhece melhor do que nós mesmos os melhores planos a nosso respeito. Também, melhor resposta não é aquela que vem segundo aquilo que vejo, mas aquela que vem da vontade de Deus.

Pedro teve uma pesca maravilhosa e uma rica experiência. E nós?

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Estudo bíblico: Como superar o fracaso
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Estudo bíblico: Como superar o fracaso
» Não haveria mais demora...
» o Reinar dos Céus e o Reinar de Deus.
» Desabafo de uma Igreja Batista Regular
» Estudo Bíblico: Confissões de Fé Sobre a Lei e o Sábado

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: