SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
18 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 18 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Hoje à(s) 18:27 por B.V.

»  MOVIDOS PELA GRAÇA At.4.32-35
Hoje à(s) 15:21 por guganic

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» Minuto com Deus!!!
Qui 01 Dez 2016, 09:52 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Qui 24 Nov 2016, 15:42 por guganic

» Evangelista Mauro Ferreira , Mensagens aos jovens
Qui 24 Nov 2016, 15:10 por elizeu crepaldi

» Que a Biblia diz sobre batismo pelos mortos.
Qua 23 Nov 2016, 21:20 por Henrique

» Papa estende a todos os padres poder de perdoar aborto
Qua 23 Nov 2016, 21:09 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 PESSOAS E CIDADES IMPENITENTES (Mt.11.20-24)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic



Mensagens : 2018
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: PESSOAS E CIDADES IMPENITENTES (Mt.11.20-24)   Sab 04 Fev 2012, 11:23

Vs.20
Então começou ele a lançar em rosto às cidades onde se operou a maior parte dos seus prodígios o não se haverem arrependido dizendo:
Vs21
Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que elas se teriam arrependido, com saco e com cinza.
Vs22
Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós.
Vs23
E tu, Cafarnaum, que te ergues até aos céus, serás abatida até aos infernos; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje.
Vs24
Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti.

Em Cafarnaum também conhecida como aldeia ou vila de Naum, Jesus passou mais de dezoito meses do Seu ministério terreno.

Lemos que ele passou a denunciar as cidades onde se operou maior parte de seus milagres: Corazim, Betsaida e Cafarnaum, por não terem se arrependido.

Jesus foi grandemente perseguido em Jerusalém; também o foi em Nazaré, onde passou a sua infância.

Mandado embora de Gadara (Lc. 8.37) o povo de Cafarnaum o recebeu com alegria. (Lc. 8.40).

Em Cafarnaum ele achou uma cidade aberta para o Evangelho.

Mateus era um publicano (Mc. 2.14) que morava em Cafarnaum e foi chamado por Jesus para sua obra evangelizadora.

Em Cafarnaum respirava-se liberdade, alguns autores atribuem a Cafarnaum o significado de “aldeia de consolação”.

Foram justamente em Cafarnaum que Jesus realizou grandes trabalhos e operou maravilhosos milagres.

Mas o maravilhoso trabalho e os retumbantes milagres ali operados não foram suficientes para mudar a índole do povo da cidade.

Isto nos serve de alerta e também de lição para não ficarmos frustrados quando o trabalho e os possíveis milagres que realizamos na cidade em nome de Jesus, não mudar a índole do povo.

Cafarnaum era um centro cosmopolita, lá se respirava liberdade.

Cafarnaum era praticamente a porta de entrada para Decápolis a região helênica de Israel.

Jesus era tão conhecido em Cafarnaum que a cidade passou a ser conhecida como a “Cidade de Jesus”.
Mt. 9.1
Entrando Jesus num barco, atravessou o mar e foi para a sua própria cidade.

Que privilegio, que grandeza, pertencer a Jesus, ser propriedade de Jesus.
Mas nada disto mudaram o comportamento, o curso e a história de vida de Corazim, Betsaida e Cafarnaum.

Isto também nos serve de alerta e lição. Não basta pertencer a Jesus, testemunhar seus milagres e depois de tudo perder a salvação.

Em Cafarnaum (Mt. 8.5-13) Jesus curou o servo do centurião; curou o paralítico (Mc. 2.1-12) trazido pelos quatro amigos.

Foi em Cafarnaum (Mc. 1.40-45) que ele curou um leproso; um homem da mão mirrada, (Mc. 3.1-5).

Lá também ele curou (Mt. 8.14,15) a sogra de Pedro e a mulher do fluxo de sangue (Mc. 5.25-34) e de quebra ressuscitou a filha de Jairo.

Para encerrar esta retumbante caminhada de vitórias em Cafarnaum, Jesus curou a muitos e libertou um grande número de endemoninhados.

Operou no ar na terra e no mar, quando acalmou a tempestade no mar da Galiléia. (Mt. 8.24-27).

A Cafarnaum Jesus apresentou-se como o Pão da Vida (Jo. 6.24-60), mas parece que ninguém tinha fome para alimentar-se dele.

Diante de tanta rejeição fantasiada de grande aceitação, Jesus identificou neles um profundo espírito de incredulidade e por isto os condenou abertamente.

Então Jesus começou a denunciar as cidades em que havia sido realizada a maioria dos seus milagres, (Mt. 11.20) porque não se arrependeram.

Se Cafarnaum julgava ter alcançado o céu porque era conhecida como “a cidade de Jesus” ou porque nela Jesus habitava e fazia grandes obras e maravilhas, estava redondamente enganada.

Mt. 11.23
Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás até o céu? Não. Descerás até ao inferno; porque se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, teria ela permanecido até ao dia de hoje.

No ano 665 d.C. Cafarnaum foi destruída e com o passar do tempo foi completamente soterrada.

Entre as ruínas de Cafarnaum, foram encontradas pelos Franciscanos (1921) as ruínas de uma escola para crianças onde se ler numa coluna: Haulfo, filho de Zobidah, filho de Yohanan, fez esta coluna. Seja abençoado.

Destruída em 665 da nossa era, nunca mais Cafarnaum foi reedificada. Cumpriu-se em Cafarnaum a palavra profética de Jesus.

Cafarnaum hoje aguarda o juízo vindouro como afirmou o Senhor Jesus.

Haverá menos rigor para Sodoma (Mt. 11.24) que não conheceu Jesus, do que para Cafarnaum que o recebeu com alegria.

Ainda hoje quantos recebem a Jesus com alegria, mas não como seu único e suficiente Salvador e sim como um fã de Jesus e não como servos de Jesus.

Ser fã de Jesus, ser amigo de Jesus, ser apaixonado por Jesus como alguns se declaram ser? Não é garantia de Salvação.

No dia do juízo final, muitos, fãs e amigos de Jesus que o conheceu, mas não se decidiu aceitá-lo como único e suficiente Salvador, sofrearão maior rigor no julgamento final do que aqueles que nunca ouviram falar dele.

Algumas “igrejas” e até “denominações” hoje, são verdadeiros “Clube de Jesus”.

Até o receberam com alegria, mas nunca firmaram com Jesus um compromisso sério de servi-lo fielmente.

Tais “igrejas” e “denominações” que agem assim, sem saber já têm assinado a sua própria certidão de óbito.

Foi ele, o próprio Jesus quem declarou: Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! (Mt. 7.21) Entrará no Reino dos céus.

Não seja um servo Cafarnaum. Recebeu a Cristo gostoso mas nunca se converteu a ele.

Tenha um bom final de semana com Cristo.

Guganic

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
PESSOAS E CIDADES IMPENITENTES (Mt.11.20-24)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» PESSOAS E CIDADES IMPENITENTES (Mt.11.20-24)
» As grandes cidades estão se tornando cada vez mais desumanas
» As mentes das pessoas podem ter sido induzidas ao erro???
» Evangélicos chegam a 40 milhões de pessoas no Brasil e empresas investem em produtos e serviços exclusivos
» Cidades fantasmas Chinesas...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: