SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

O Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns se desviarão da fé e darão ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios; 1 Timóteo 4:1

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
26 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 25 Visitantes :: 2 Motores de busca

Henrique

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 01:52 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Qua 20 Jun 2018, 09:27 por Henrique

» Escola biblica mes de Junho. Tema a volta de Jesus Cristo.
Dom 17 Jun 2018, 10:54 por jairo nuness

» Novo estudo favorece o criacionismo ao dizer que 90% das espécies surgiram ao mesmo tempo
Qui 14 Jun 2018, 20:58 por Henrique

» SERÁ ASSIM QUE O IMPÉRIO ROMANO VAI RESSURGIR?
Qua 13 Jun 2018, 22:07 por Henrique

» DIA DOS NAMORADOS. Então, o que é o namoro, o que a Bíblia diz sobre isso?
Ter 12 Jun 2018, 20:11 por Henrique

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Seg 11 Jun 2018, 20:28 por M.Rogério

» Por que foi necessário que Cristo, o Redentor, morresse?
Seg 11 Jun 2018, 18:45 por Henrique

»  URGENTE! O TERCEIRO TEMPLO VAI SER RECONSTRUÍDO EM BREVE!
Dom 10 Jun 2018, 14:02 por jairo nuness

» Escola biblica referência mês de junho. Tema apostasia.
Dom 10 Jun 2018, 13:57 por jairo nuness

» O Perigo da Apostasia - Paul Washer
Sab 09 Jun 2018, 23:20 por Henrique

» "A Doutrina da Reencarnação em Hebreus 11:35."
Qua 06 Jun 2018, 21:37 por M.Rogério

» Tópico Exclusivo Pregações
Qua 06 Jun 2018, 21:30 por M.Rogério

» Como Jesus Pode Ser Deus e Homem?
Qua 06 Jun 2018, 21:02 por M.Rogério

» Levantando os abatidos
Seg 04 Jun 2018, 20:57 por M.Rogério

» O CASO DOS PORCOS POSSUÍDOS
Seg 04 Jun 2018, 18:26 por Henrique

» Escola biblica referência mês de junho. Lição 1 - Heresias.
Dom 03 Jun 2018, 11:16 por jairo nuness

» Existência da Embaixada Palestina no Brasil é questionada por Feliciano:“Não possui status de Estado
Sab 02 Jun 2018, 21:45 por Henrique

» Alerta Brasil.
Sab 02 Jun 2018, 21:22 por Henrique

» Aviso para Marcelo Almoedo
Sab 02 Jun 2018, 21:09 por Henrique

» Por que o Redentor tem de ser verdadeiramente humano?
Qui 31 Maio 2018, 17:56 por Henrique

» HOJE ANIVERSÁRIO DE NOSSO IRMÃO JAIRO!
Ter 29 Maio 2018, 18:25 por guganic

» Sendo Cristão vc é a favor ou contra a paralisação dos caminhoneiros?
Seg 28 Maio 2018, 02:45 por guganic

» Ela teve uma visão foi arrebatada e viu o paraiso e o inferno e foi curada.
Dom 27 Maio 2018, 12:35 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)

Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2146
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)   Sab 24 Set 2011, 13:07


Ap.14.7B
Adorai aquele que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas.

Adorar àquele que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas é a mesma coisa de dizer: Adorai a Deus.

Adorar a Deus não é um pedido, não é uma necessidade, é uma ordenança, é uma convocação geral e expressa.

O apóstolo João viu um anjo voando pelo meio do céu (Ap.14.6) tendo um Evangelho Eterno para pregar aos que habitam sobre a terra.

O esboço do livro do Apocalipse, (Ap.1.19) fala das “coisas que viste”, das “coisas que são”, e das “coisas que hão te acontecer” depois destas.

O “Evangelho Eterno” faz parte do esboço das “coisas que são”.

Quando o inimigo de nossas almas revelou a Cristo desejo de ser adorado (Lc. 4.7,8.) Jesus Cristo deixou bem claro para ele: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele darás, prestarás culto.

Adorar a Deus é temer e reconhecer claramente que Só o Senhor é Deus.

Adorar a Deus quando tudo vai bem até que não é difícil, não chega a ser complicado.

Mas as circunstâncias da vida podem nos surpreender e quando tudo vai bem, de repente pode começar a ir mal. Não foi assim com Jó?

Não foi de uma hora para outra que Jó perdeu os bois, os servos, os filhos? Tudo começou com os sabeus, passou pelos caldeus e terminou com um grande vento da banda do deserto derrubando sua casa.

A crise havia se instalado na vida de Jó. Mas está escrito: Em tudo isto (Jó. 1.22) Jó não pecou contra Deus.

Jó adorou ao Senhor, dizendo: O Senhor o deu, e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor. (Jó. 1.21).

Está escrito que se levantou novo rei no Egito que não conhecera a José (Ex.1.8.) e seus feitos.

Para impedir o visível crescimento do povo de Deus no Egito, ele usando de astúcia ordenou às parteiras (Sifrá e Puá) que matassem todas as crianças do sexo masculino.

Está escrito que elas temeram a Deus e não fizeram como lhe ordenara o rei do Egito, (Ex.1.17) antes deixaram viver os meninos.

Temer a Deus é adorar, é reconhecer claramente que Só o Senhor é Deus.

Indagadas pelo rei porque deixaram viver os meninos (Ex.1.18.) elas responderam:
Ex.1.19
È que as mulheres hebréias não são como as egípcias; são vigorosas e antes que lhes chegues às parteiras já deram à luz os seus filhos.

Esta declaração pode ter sido verdadeira.

Porém mesmo que tivesse sido uma mentira, as parteiras foram elogiadas e abençoadas por temerem a Deus e se recusarem a matar as criancinhas do Senhor. – Isto é adorar a Deus.

Esta historia de adoração terminou assim:
Vs.20
E Deus fez bem às parteiras; e o povo aumentou e se tornou muito forte.

Está escrito que Nabucodonosor (Dn. 2.13) baixou um decreto segundo o qual deviam ser mortos os sábios; e buscaram Daniel e seus companheiros para que fossem mortos.

Como alguém pode adorar a Deus estando sobre uma sentença de morte? Em nenhum momento Daniel perdeu a paz.

A Bíblia diz que prudentemente ele perguntou a Arioque o chefe da guarda que saiu com ordem para matar. (Dn. 2.15) Porque é tão severo o mandado do rei?

E Daniel foi pessoalmente até o rei pedir um tempo para revelar e interpretar o sonho.

Está escrito que Daniel, Hananias, Misael e Azarias foi para casa pedir misericórdia a Deus.

Sabe como esta história terminou? Com eles adorando a Deus.

Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade (Dn. 2.20-23) é ele quem muda o tempo e as estações, ele revela o profundo e o escondido, a ti, ó Deus, eu te rendo graças e te louvo.

É hora de adorar a Deus!

Adorai aquele que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas.

O rei Nabucodonosor perguntou: (Dn. 3.14) É verdade Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a imagem de ouro que levantei?

Entre os hebreus o nome envolvia a natureza da pessoa, denotando o seu caráter. Cada um desses nomes incluía o nome de Deus quando considerado o original.

Daniel: Deus é meu Juiz. Hananias: Jeová é Gracioso. Misael: Quem é igual a Deus? Azarias: Deus é meu Ajudador.

Todos esses nomes (vs.7.) foram mudado de modo a incluir os de três divindades pagãs babilônicas, a saber:

Daniel ou Beltessazar: Bel te proteja. (Bel proteja sua vida).
Hananias ou Sadraque: Ordem de Aku (O deus da lua).
Misael ou Mesaque: Quem é o que Aku é.
Azarias ou Abede-Nego: Servo de Nebo.

Essa mudança de nomes era para que esses jovens soldados da fé esquecessem seu Deus, seu povo, e sua pátria e sua religião.

- Mudaram os nomes, mas não mudaram a fé daqueles jovens.

Nabucodonosor podia mudar os nomes, mas não podia mudar o coração daqueles jovens que criam e adoravam o Deus que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas.

Disse Nabucodonosor, (Dn. 3.15): quem é o deus que vos poderá livrar das minhas mãos?

Com esta declaração o rei estava admitindo que não havia nenhum deus em Babilônia, mais poderoso do que ele; nem seus próprios deuses: Bel, Aku ou Nebo.

Realmente não havia em Babilônia, mas havia um Deus na vida destes três jovens: o Deus que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas.

Dn. 3.17
Se o nosso Deus, a quem nós servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e das tuas mãos, ó rei.

Eles estavam declarando que na libertação ou no martírio eles continuariam adorando a Deus e o fizeram dentro da própria fornalha.

Lançaram três e viram quatro homens que passeavam dentro da fornalha e um deles é o que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas. (Dn. 3.25).

Vejam: Deus não livrou estes três heróis da fé DA fornalha mais os livrou NA fornalha e assim o milagre foi maior.

Hoje o que mais se ouve e ler são a respeito de pessoas, famílias, clubes, Igrejas e nações em crises.

É crise global, é crise emocional, crise financeira é crise espiritual é crise política.

O mundo está em crise, mas o salvo está em Cristo.Nada do que foi feito sem Ele se fez.

Mesmo em crise não abra não de adorar o Deus que fez o céu a terra, o mar e as fontes das águas.

Um bom final de semana a todos em Cristo!

Guganic.


Voltar ao Topo Ir em baixo
guganic

avatar

Mensagens : 2146
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: Re: ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)   Qui 18 Ago 2016, 23:56

Enquanto uns só falam em crise, os salvos só falam em Cristo.
 
 
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)
» Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR. Amós 8:11
» O sábado não será o selo de Deus no fim dos tempos
» Assembléias de Deus - O que há de verdade por de trás!
» ISRAEL: MAIOR SINAL DOS FINAL DOS TEMPOS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: