SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus - Hebrus 12.2

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
32 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 32 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» “Tô vivo por uma obra de Deus”, diz Jair Bolsonaro
Ontem à(s) 19:35 por M.Rogério

» Com que atitude devemos orar?
Seg 24 Set 2018, 21:55 por Henrique

» Dizimos a vergonha no meio da graça
Dom 23 Set 2018, 13:06 por Henrique

» O Lutador !!
Dom 23 Set 2018, 12:11 por jairo nuness

» O que produz um sermão poderoso?
Sab 22 Set 2018, 17:44 por Henrique

» Mostrando aquilo que a Igreja não prega
Sex 21 Set 2018, 22:34 por M.Rogério

» “Espelho da Vida”: Nova novela da Globo ensinará espiritismo
Sex 21 Set 2018, 22:30 por M.Rogério

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Sex 21 Set 2018, 21:23 por M.Rogério

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! A Primeira! (Aula 2 - Setembro/2018)
Ter 18 Set 2018, 21:57 por B.V.

» O que é a oração?
Seg 17 Set 2018, 21:21 por Henrique

» GRUPO DE RISCOS II Tm 3.1-10
Qui 13 Set 2018, 01:32 por guganic

» Líderes evangélicos lançam manifesto pedindo que fiéis apoiem candidatos conservadores
Ter 11 Set 2018, 21:54 por Henrique

» Deus espera que os Cristãos votem?
Seg 10 Set 2018, 22:16 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - AS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO! Considerações iniciais (Aula 1 - Setembro/2018)
Dom 09 Set 2018, 11:37 por B.V.

» Pastores explicam como escolher em quem votar e a importância da decisão na urna
Qua 05 Set 2018, 21:07 por Henrique

» O que cremos a respeito do Espírito Santo?
Ter 04 Set 2018, 21:44 por Henrique

» Minuto com Deus!!!
Qui 30 Ago 2018, 01:50 por Paulo Cezar

» ESCOLA BÍBLICA AGOSTO 2018 - FÉ, CRER E SALVAÇÃO - PARTE IV
Ter 28 Ago 2018, 22:34 por Henrique

» Uma palavra aos amigos
Dom 26 Ago 2018, 16:39 por M.Rogério

» “Estou Perdendo a Minha Fé”
Dom 26 Ago 2018, 16:27 por M.Rogério

» Danilo Gentili denuncia hostilidade de ativista a culto em praça de NY: “Pessoal do bem”
Qui 23 Ago 2018, 22:42 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA AGOSTO 2018 - FÉ, CRER E SALVAÇÃO - PARTE III
Dom 19 Ago 2018, 13:17 por Henrique

» Votar em partidos de esquerda é ser anti-cristão
Dom 19 Ago 2018, 12:44 por Henrique

» VERSICULO DO DIA
Ter 14 Ago 2018, 15:08 por jairo nuness

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI

Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2151
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI   Sab 14 Out 2017, 07:21

   
Na segunda da parte do nosso estudo bíblico sobre o “Dízimo do Senhor” o destaque é o dízimo de Abrão pago a Melquisedeque, período este antes da promulgação da Lei de Moisés.
 
Meu caro se você não sabe nada do sacerdócio e da pessoa de Melquisedeque, e, nem sabe nada do sacerdócio de Arão? É melhor nem ler a lição de hoje até que venhas a estudar e,entender estes dois sacerdócios: Melquisedeque e Arão.
 
Pois o tema em questão nesta lição de hoje é justamente o “Dízimo Antes da Lei”.
 
Boa leitura a quem interessar possa.
 
 
 
Guganic


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX




                   
         A DOUTRINA DO DÍZIMO. Pt. II 
           Hb.7. 1-17 - O Dízimo Antes da Lei




Vs.1
Porquanto, esse Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão, quando este voltava, depois de haver derrotado os reis, e o abençoou.
Vs.2
Para o qual também Abraão entregou o dízimo de tudo; em primeiro lugar seu nome quer dizer “Rei de Justiça”; em segundo lugar, “Rei de Salém”, que significa “Rei da Paz”.
Vs.3
Sem pai, sem mãe, sem origem nem antepassados, sem principio de dias nem fim de vida; no entanto, por ser à semelhança do Filho de Deus, ele permanece sacerdote perpetuamente.
Vs.4
Considerai, portanto, como era grande esse homem a quem até mesmo o patriarca Abraão entregou todo o dízimo dos despojos.
Vs.5
Ora, os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio Têm o mandamento de recolher, de acordo com a Lei, (10% e Lei de Moisés) os dízimos do povo, isto é, dos seus irmãos, ainda que tenham todos estes descendidos de Abraão. (A lei da graça)
Vs.6
Contudo este homem (Melquisedeque) que não pertencia à genealogia de Levi recebeu os dízimos de Abraão e abençoou aquele que tinha as promessas.
Vs.7
Evidentemente, não pode haver qualquer dúvida de que o inferior é abençoado pelo superior.
 
Outra tradução diz assim: Ora, sem contradição alguma, (vs.7) o menor é abençoado pelo maior.
 
– O menor é o sacerdócio levítico o sacerdócio da Lei; e o maior é o sacerdócio de Melquisedeque que não tem nada a ver com o sacerdócio levítico ou à Lei.
 
O sacerdócio da graça ou sacerdócio de Melquisedeque tinha mandamento de tomar (receber) o dízimo de Abraão, como aos levitas foi ordenado a tomar (recolher) os dízimos de Israel, o dízimo da Lei.
 
“Em outra oportunidade falaremos melhor sobre Melquisedeque”.
 
Se Abraão pagava dízimo para Melquisedeque, a sua descendência natural e espiritual deve continuar pagando até hoje, já que o sacerdócio levítico foi substituído por alguém superior e que é da ordem de Melquisedeque: Cristo!

Os não dizimistas afirmam que o dízimo não é da dispensarão da graça.
 
Esta afirmação é uma questão de conveniência, pois 430 anos antes da promulgação da Lei sem qualquer exigência ou mandamento para Abraão, ele Abraão, pagou, deu o dízimo de tudo a Melquisedeque.
 
Gn. 14.18.
Então Melquisedeque, rei de Salém e sacerdote do Deus Altíssimo, trouxe pão e vinho.
Vs.19
E abençoou Abrão dizendo: “Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, que criou os céus e a terra!
Vs.29
Seja louvado o Deus altíssimo, que entregou teus inimigos nas tuas mãos!”Então Abrão lhe entregou o dízimo de tudo.
 
A graça que é o sacerdócio de Melquisedeque que é antes da Lei e superior à Lei que é o sacerdócio de Levi, foi substituída por Cristo.
 
Melquisedeque foi um modelo de Cristo, para que Cristo pudesse ser um sacerdote segundo a sua ordem; ordem de Melquisedeque.
 
Isto prova que até mesmo os filhos de Abrão (descendência natural) devem pagar dizimo. Se eles eram obrigados a pagar dízimo, então os gentios, incluindo a Igreja a descendência espiritual também o são.
 
Isto na Pessoa de Cristo, o sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque.
 
Abrão tinha vindo de uma grande vitória (Gn.14.16) contra uma coligação de quatro reis (Querdolaomer, Tidal, Anrafel e Arioque,) que havia se apossado de Ló (Gn.14.9-12) e seus bens.
 
Abrão retornando vitorioso desta batalha foi recebido pelo rei-sacerdote Melquisedeque, trazendo consigo o memorial do sacrifício (pão e vinho); e foi abençoado por Melquisedeque.
 
Abrão, sentindo-se tão honrado e abençoado por Melquisedeque, sentiu-se tão alegre, tão grato, que deu a Melquisedeque dez por cento (10%) de tudo.
 
De um coração liberal (coração de Abrão) piedoso, e voluntarioso, nasceu deste coração o desejo de ser grato a Deus, dando este, o dízimo para Melquisedeque.
 
Quando Abrão pagou seu dízimo pela primeira vez ainda era incircunciso, ainda não tinha um novo nome (Abraão), pois ainda era um gentio.
 
Portanto, o dízimo de Abrão nada teve ou nada tinha ou tem com a Lei.
 
O sacerdócio de Melquisedeque era da graça! Superior ao de Levi.

O sacerdócio de Levi era (é) da Lei! Inferior ao de Melquisedeque.

Hb.7.17
Porquanto se testifica: Tu (Cristo) és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
 
O sacerdócio de Cristo, nada tem a ver com o sacerdócio de Levi. A Lei e o sacerdócio de Levi passaram há mais dois mil anos atrás.
 
No entanto Abraão e Melquisedeque ainda hoje vivem na dispensação da Igreja (Gl.3.7) e no sacerdócio de Cristo a dispensação da graça que é sobre graça.
 
Enquanto existir o sacerdócio de Melquisedeque através da Pessoa de Cristo, também permanecerá o sistema bíblico de contribuição: O dízimo.
 
Hb. 7.8.
E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.
Vs.9
E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos.
Vs.10
Porque ainda ele estava nos lombos de seu pai quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro.
 
Meu caro, a Lei pagou (pagava) dízimo à “graça”.
 
O dízimo de Abraão e o dízimo de Melquisedeque é o dízimo de Cristo, e conseqüentemente é o dízimo da Igreja.
 
O dízimo é um ato que indicava (indica) a superioridade daquele a quém era (a quem é) oferecido.
 
O grande problema na atualidade concernente à doutrina do dízimo está aqui: E aqui (Hb.7.8.) certamente tomam dízimos homens que morrem.
 
Esta passagem bíblica é clara: Deus não recebe dízimo e sim o homem.


Falaremos disto mais adiante provavelmente na próxima aula.
 
 
Guganic
 
Na próxima aula falaremos sobre o DÍZIMO NA LEI ou durante o período da Lei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI
» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt.1 (Ml.3.8) Escola Bíblica outubro de 2017
» ESCOLA BÍBLICA - Soteriologia - A Doutrina da Salvação - Lição 1
» ESCOLA BÍBLICA - SOTERIOLOGIA - DOUTRINA DA SALVAÇÃO - PERSEVERANÇA - Parte 4
» ESCOLA BÍBLICA. A DOUTRINA DO PECADO. Setembro. Parte III. O que não acontece quando o crente peca.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: Escola Bíblica-
Ir para: