SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque, se com a tua boca confessares Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo; Romanos 10.9

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 01:03 por Paulo Cezar

» DEVOCIONAL - O mistério do casamento
Ontem à(s) 13:03 por Henrique

» Como eu posso buscar Deus de forma consciente?
Dom 22 Out 2017, 23:31 por Henrique

» A DOUTRINA DO DÍZIMO. O DÍZIMO NA LEI Pt III Outubro de 2017
Dom 22 Out 2017, 00:21 por guganic

» É pecado o uso de camisinha ( preservativo ) nas relações sexuais?
Sex 20 Out 2017, 21:32 por Henrique

»  A FÉ VITORIOSA E A FÉ SUPERSTICIOSA Hb.11.1,2
Qua 18 Out 2017, 11:47 por guganic

» DEVOCIONAL - Temor e esperança pelo zelo de Deus
Qua 18 Out 2017, 11:20 por Henrique

» A Cura do câncer e a FOSFOETANOLAMINA SINTÉTICA.
Seg 16 Out 2017, 14:58 por Henrique

» A VERDADE QUE LIBERTA -Jo. 8.32-36-
Seg 16 Out 2017, 11:46 por guganic

»  Evangelho da Salvação x Evangelho da Solução
Dom 15 Out 2017, 09:32 por M.Rogério

» Arquivo baixado de um site e Bolsonário 2018
Sab 14 Out 2017, 14:06 por salomão

» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI
Sab 14 Out 2017, 07:21 por guganic

» Cristãos são expulsos de cafeteria por proprietário gay
Sex 13 Out 2017, 20:45 por Henrique

» Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro
Sex 13 Out 2017, 20:33 por Henrique

» O Peregrino – Uma Jornada para o Céu (Filme completo)
Qui 12 Out 2017, 15:49 por Paulo Cezar

» Seja como uma criança, mas não seja criança
Qua 11 Out 2017, 23:14 por Henrique

» Como crentes serão julgados?
Sab 07 Out 2017, 17:57 por B.V.

» DIVULGANDO - Acompanhe + Um Debate REENCARNAÇÃO defendida por TZARUCH
Sab 07 Out 2017, 15:14 por Henrique

» SSBBezerra - Espírita Kardecista volta ao Fórum
Sab 07 Out 2017, 10:30 por B.V.

» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt.1 (Ml.3.8) Escola Bíblica outubro de 2017
Sab 07 Out 2017, 01:28 por guganic

» A perversidade do homem anunciando a volta de Cristo.
Qui 05 Out 2017, 22:59 por M.Rogério

» André e Felipe - Decisão (Sony Music Live)
Qui 05 Out 2017, 02:09 por Paulo Cezar

» Site de radios gospel e outros...
Qua 04 Out 2017, 01:40 por Paulo Cezar

» ESCOLA BÍBLICA SETEMBRO/5 - GLÓRIA SOMENTE A DEUS/ OS CINCO SOLAS
Ter 03 Out 2017, 22:50 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 ESCOLA BÍBLICA SETEMBRO DE 2016. TEMA: OBRAS, PALAVRAS, E PENSAMENTOS (Pt. IV)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2100
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: ESCOLA BÍBLICA SETEMBRO DE 2016. TEMA: OBRAS, PALAVRAS, E PENSAMENTOS (Pt. IV)   Sab 24 Set 2016, 01:23


OBRAS, PALAVRAS E PENSAMENTOS (Pt IV)
   Resultado das obras, palavras e pensamentos.
 
 
Ef. 4.29
Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
 
Todo ser humano (todo homem) é espírito alma e corpo; o corpo é diferente da alma e a alma é diferente do espírito que é diferente do Espírito Santo de Deus.
 
A alma é tudo que o homem é. Sua personalidade. Seu ego. E não ectoplasma como definiu Dr. V. Dombrowsky, Dr. Albert Scherenk-Notzing e outros “doutores” ou indivíduos do mesmo ramo espírita
 
A alma é o mundo dos pensamentos, dos sentimentos e decisões; está entre o espírito e o corpo e pertence aos dois.
 
A alma está ligada ao mundo espiritual através do espírito; e ligada ao mundo material através do corpo.
 
É através da alma que tenho consciência de mim mesmo; é através do espírito (do meu espírito) que tenho consciência da existência de Deus e me relaciono com Ele ou não.
 
Tudo que fazemos tudo que dizemos (escrevemos) são reflexos do que está alojado em nossa mente.
 
Nossas decisões e nossas atitudes refletem o que na nossa mente se estabeleceu ou está estabelecido nela. Da nossa mente só sai o que entrou nela.
 
Quando Deus criou o homem à Sua imagem e semelhança, o criou para ter comunhão plena com ele; antes da queda isto acontecia com Adão e mais tarde com Eva, porque ambos usavam todo o potencial de suas almas.
 
Antes da queda, ambos eram perfeitos, mas ainda governados cada um deles pelo seu próprio espírito. Ambos eram sadios em tudo: espírito alma e corpo.
 
Antes da queda Adão tinha um espírito puro; após a queda um espírito enfermo. A enfermidade do espírito é o pecado do homem. Esta é a pior enfermidade a enfermidade do espírito.
 
- A pergunta é: A enfermidade espiritual tem cura? A resposta é: Sim; tem. Mas quando nos convertemos ao Senhor e ficamos livres da culpa do pecado praticado.
 
Porém, não ficamos livres das conseqüências da vida de pecados e das marcas que o mesmo gera em nossas almas.
 
As marcas que o pecado gera em nossas almas e vidas:
 
Na mente: Lembranças desagradáveis, insegurança, medos, amargura e sentimentos de culpa, recalques...


Na vontade: falta de iniciativa, indecisão, inconstância, procrastinação, medo de fracassar, vontade frouxa, derrotismo, obstinação...
 
E quem sofre as maiores conseqüências das enfermidades da alma ou das enfermidades do espírito? O corpo.
 
Qualquer desequilíbrio entre espírito e alma afeta nossa vontade o instrumento de tomar nossas decisões; desequilíbrio entre espírito e alma também mexe com as nossas emoções, o instrumento de expressar nossos sentimentos.
 
Sentimentos negativos geram o que? Sentimentos derrotistas geram o que?Sentimentos de gozo de alegria ou de paz geram o que?
 
Tem gente que acha que resolve tudo que se relaciona com o espírito e alma do homem só pelo poder da palavra porque está escrito: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação”.
 
E não é bem assim que as coisas acontecem.
 
Não basta “proferir a palavra” para que a vida de alguém seja reconstruída ou reedificada como num “passe de mágica”.
 
É evidente que as obras as palavras e os pensamentos produzem causas e também podem produzir efeitos em nossas vidas, que poderão ser: maléficos ou benéficos.
 
Virou moda, de uns tempos a esta parte a expressão “cura interior”. E a pergunta é: o quê está enfermo no interior de alguém? É físico ou espiritual?
 
É evidente que obras, palavras e pensamentos geram causas que podem produzir efeito sobre o indivíduo e no indivíduo; mais não todo o dia e toda hora.
 
Também ninguém fica curado a qualquer dia ou hora porque alguém faz declarações tingidas de “autoridade” ou “fantasiadas” de “poder de Deus” e, usando a palavra do próprio Deus dizem: eu declaro; eu profetizo; eu ordeno e blá, blá, blá, blá, blá.
 
Quando alguém aceita a Jesus Cristo o Filho de Deus, e aceita como seu Único Senhor, e Salvador e Mestre, o espírito desta pessoa é vivificado pela Pessoa do Espírito Santo.
 
E a pessoa também é perdoada e ainda curada da culpa de todos os pecados cometidos até àquela data ou dia e hora a partir do momento da sua conversão a Cristo. Mais as cicatrizes ficam.
 
O grande problema dos ditos cristãos da atualidade é que eles não aceitam a Cristo nestes termos, ou seja: não aceitam como Senhor e Salvador e Único Mestre de suas vidas; sempre há ressalvas na aceitação a Cristo.
 
Como sempre há duas razões para tudo que fazemos: a boa e a verdadeira razão; em se tratando de aceitar a Cristo nem sempre o aceitamos pela verdadeira razão e sim o aceitamos por uma boa razão que é totalmente de caráter pessoal.
 
Um exemplo de uma boa razão para alguém aceitar a Cristo: libertação dos vícios: do cigarro, das drogas, bebidas alcoólicas, das jogatinas e outros.
 
Quem vê em Cristo uma boa razão para se livrar de algum vício, o aceita e é aceito por ele também, pois o convite é claro: Venham a mim todos os cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. (Mt 11.28.)
 
Logo não importa para Cristo como se vem a ele desde que se venha a ele mesmo.
 
É evidente que este alguém está livre para ter comunhão com Deus; porém na alma deste individuo ficaram lembranças, ou traumas ou feridas do tempo em que ele vivia no mundo dos seus vícios ou vida de pecados. E por quê?
 
Porque um indivíduo que durante sua vida fumou por trinta ou mais anos mesmo sendo um crente fiel a Deus, a partir da sua conversão a Cristo, têm grandes possibilidades de ter (sempre tem) um câncer ou enfisema pulmonar as marcas da bestialidade do tabagismo.
 
E, ainda que o seu espírito tenha sido vivificado pela Pessoa do Espírito Santo o seu pulmão não; este tem imprimido nele o tempo que foi bombardeado pelas 4800 substâncias cancerígenas que o cigarro contém na sua composição química.
 
O mesmo principio se aplica a pessoas que aceitam a Cristo só para serem curados da AIDS e outras doenças que podem ser resultados de uma vida desregrada e sem Deus.
                                                                                                      
É evidente que estes dois exemplos são uma boa razão para alguém aceitar a Cristo como seu Senhor Salvador e Mestre de suas vidas e terem seus pecados perdoados.
 
Mais a verdadeira razão porque alguém deve aceitar Cristo não são estas ou outras semelhantes a estas.
 
Obras palavras e pensamentos que produzem efeitos maléficos sobre nossas vidas ou em nossas vidas relacionam-se com pecados cometidos.
 
Por outro lado: obras, palavras e pensamentos que produzem efeitos benéficos sobre nossas vidas ou em nossas vidas, relacionam-se com a nossa subserviência à vontade de Deus.
 
Nestas condições (de sujeição à vontade de Deus) o Senhor (Is.26.3) não só conserva a nossa mente em perfeita paz, como também conservará nosso espírito alma e corpo irrepreensíveis para o dia da vinda de Cristo.(I Ts 5.23)
 
Com o nosso espírito vivificado pelo Espírito de Deus, e nossa mente firmada em Deus certamente nossos pensamentos obras e palavras serão santificados e consagrados para Deus.
 
Logo, nossas palavras serão consoladoras, e boas para edificação e dê graça aos que a ouvem.
 
Nós não somos o que gostaríamos de ser; há várias verdades em nossas vidas que precisam ser encaradas e enfrentadas, por nós mesmos; e nem sempre temos coragem para isto fazer.
 
Não são os psicólogos ou psiquiatras ou psicanalistas as pessoas mais indicadas para nos revelar a verdade de quem realmente nós somos.
 
Só o Espírito Santo que é o Espírito da Verdade é quem realmente nos revela quem nós realmente somos.
 
Sei que não somos o que gostaríamos de ser; mais Jesus nos aceita como somos e faz de nós o que deveríamos ser: Santos, inculpáveis e irrepreensíveis (Cl. 1.22) para a glória de Deus.
 
A natureza caída do homem não tem coragem de enfrentar a sua própria realidade e aí surge a religiosidade. O tal homem não quer mudar, se arrepender, mas usa todo tipo de recurso para tentar apaziguar a ira de Deus sobre si.
 
E para tentar aplacar a ira de Deus ele funda ou entra numa religião, quando não quer na sua realidade ser aceito por Deus pelos seus próprios méritos.
 
Religiosidade é justamente isto: O esforço do homem de agradar ou apaziguar a ira de Deus. Jesus não fundou nenhuma religião e não tinha interesse em nenhuma delas.
 
Quem busca uma mente sadia, um espírito reto e uma alma voluntariosa por conta da religião só vão amargar dissabores e uma mente conturbada.
 
Mais quem recebe a Cristo como seu Senhor, seu Salvador e Mestre, certamente terão um futuro espiritual glorioso na vida futura.
 
Lembre-se: você não pode impedir que uma ave de rapina voe sobre a tua cabeça; mais pode impedi-la de fazer um ninho sobre a tua cabeça.
 
Que Deus nos abençoe agora e sempre.
 
 
 
 
Guganic
 
 
 
P.S.
Se você leu as três primeiras aulas certamente terá uma visão mais abrangente desta IV e última aula.
 
Até a próxima se o Senhor te disser que sim
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ESCOLA BÍBLICA SETEMBRO DE 2016. TEMA: OBRAS, PALAVRAS, E PENSAMENTOS (Pt. IV)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Escola Bíblica outubro e 2016. Derrubando muralhas. Espaço para comentários aqui.
» ESCOLA BÍBLICA NOVEMBRO DE 2014. TEMA: ESTÍMULOS DA TECNOLOGIA PARA O MAL (PT III)
» Escola Bíblica-Setembro 2013-Profecias.As profecias de Gênesis 49-Jacó e seus filhos.
» Escola Bíblica-Setembro 2013-Profecias.As 70 Semanas.
» ESCOLA BÍBLICA. NOVEMBRO DE 2014. TEMA: O LADO BOM DA MÍDIA (ÚLTIMA PARTE) I Ts.5.21

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: Escola Bíblica-
Ir para: