SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
18 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 17 Visitantes :: 2 Motores de busca

guganic

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 02:13 por Paulo Cezar

» AFINAL COMEMOREMOS O NATAL OU NÃO?
Ontem à(s) 12:54 por Henrique

» Eu não posso viver sem ti adorar!
Seg 05 Dez 2016, 19:35 por M.Rogério

» NEEMIAS, O HOMEM MAIS IMPORTANTE DO REINO - Ne. 2.1-8. -
Seg 05 Dez 2016, 12:10 por jairo nuness

» Pedi, e dar-se-vos-á. (Mateus 7.7) DEVOCIONAL
Seg 05 Dez 2016, 09:34 por Henrique

» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Dom 04 Dez 2016, 18:27 por B.V.

»  MOVIDOS PELA GRAÇA At.4.32-35
Dom 04 Dez 2016, 15:21 por guganic

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 CRISTO, O PAI DA ETERNIDADE?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic



Mensagens : 2018
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: CRISTO, O PAI DA ETERNIDADE?   Sab 20 Fev 2016, 17:47

CRISTO, O PAI DA ETERNIDADE?


Sl. 90.2
Antes que os montes nascessem, ou tu formasses a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade, tu és Deus.
 
Eterno, é tudo aquilo que não tem um começo e não tem e nunca terá fim. Tudo que há, existe porque teve um começo, não entra neste conceito e, portanto não é eterno.
 
Tudo que teve, tem ou ainda terá um começo certamente terá um fim ou poderá existir para sempre; mais isto não é ser eterno.
 
A quem então podemos aplicar o conceito de “eterno”, aos anjos? Aos homens, a todos os seres espirituais? Não.
 
A diferença entre ser eterno e ser para sempre está atrelada ao início da existência; se é autoexistente ou não.
 
Teve um início não é eterno, mesmo que exista para sempre.
 
Como está escrito “de eternidade a eternidade tu és Deus”, muitos há que só associam este termo a Yahweh (Is. 40.28.) o Deus Eterno (El Olam). Que o termo “de eternidade a eternidade” só se aplica ao Deus Pai.
 
E a impressão que fica (pelo menos para mim) é que a Segunda Pessoa da Trindade mais a terceira Pessoa desta mesma Trindade não entram e fazem parte da declaração de Moisés principalmente se estas duas Pessoa está delimitadas por conceitos pessoais.
 
Com relação à eternidade muitos creem que o Cristo que conhecemos hoje, é como dizem alguns indivíduos: “um deus” e não Deus.
 
Outros não creem na deidade do Espírito Santo reconhecendo-o apenas como uma “força ativa”. Se estas declarações não tiverem influências malignas, pode ser falta de inteligência, ou má vontade em aceitar a palavra de Deus como a verdade que liberta.
 
“Alguns até afirmam: Jesus não pode ser “Pai da eternidade” porque na Bíblia, “Pai”, é aquele que gera e a eternidade nunca foi gerada”.
 
Segundo estes que fazem “tal a firmação”, o correto é dizer: “Pai para sempre”.
 
Eu vos pergunto: isto não vos parece uma declaração inteligente? E ainda: Isto é uma declaração bíblica?
 
Vou te responder de um modo simples e categórico: Não é uma declaração inteligente e nem uma declaração bíblica.
 
Primeiro porque nenhum pai ou mãe biologicamente falando gera nada; toda pessoa ou ser gerado só é gerado pela intervenção divina ainda que o gerado seja divino, ou não.
 
A geração de uma vida é uma obra de Deus seja ele (Deus) a primeira ou segunda ou terceira Pessoa da Trindade é uma obra de Deus.
 
O que os por determinação divina fornecem em se tratando de seres vivos é a semente se forem férteis; sendo que fertilidade é concessão divina.
 
Se Deus não colocar o espírito de vida dentro do homem (na união espermatozóide e óvulo feminino) mesmo que seja numa proveta ou no útero, não é gerado nada; pois a Bíblia diz que Ele, Deus forma o espírito do homem dentro dele. (Zc.12.1).
 
Portanto não é a Bíblia quem diz que pai é aquele que gera e sim pai é aquele que sendo fecundo e fértil tem a concessão de Deus para em um útero ser gerado um novo ser.
 
É evidente que o Cristo como nós o conhecemos, na Sua própria carne era fecundo e fértil mais não veio a este mundo para gerar filhos na carne e sim buscar e salvar os que se haviam perdido.
 
Agora o Deus, a segunda Pessoa da Trindade, o Verbo Divino na Sua fase de vida espiritual antes da Sua humanização era e é tão Pai da Eternidade quanto a Primeira e Terceira Pessoa da Trindade são: Pai da Eternidade.
 
A eternidade nunca foi gerada; a eternidade existe porque Deus o Pai, Deus a Segunda e a Terceira Pessoa da Trindade são a causa.
 
Deus é auto-existente porque baseia sua existência em Si mesmo; e este fato é assim porque o Deus a segunda Pessoa e Deus a Terceira Pessoa auto-existentes também são e também baseiam Sua existência em Si mesmas.
 
Nós temos a nossa base de existência fora de nós mesmos, mais Deus a Primeira, Deus a Segunda e Deus a Terceira pessoa não dependem de coisa alguma além de Si mesmos para poder existir.
 
Agora veja o que acontece com os homens: “Se Deus pusesse o Seu coração contra o homem, e recolhesse para Si o seu espírito e o seu fôlego de vida (Jó. 34.14,15) toda a carne juntamente expiraria, e o homem voltaria para o pó”.
 
É por isto que o profeta Isaías falando da escuridão espiritual de Israel viu um menino que haveria de nascer e este menino seria uma grande Luz para o povo; na visão de Isaías o menino já havia sido dado e era o Pai da Eternidade. (Is. 9.2 e 6).
 
A existência de Deus não é baseada em Sua vontade e sim na Sua natureza; isto também é verdade em relação a Segunda e Terceira Pessoa da Trindade que é: Deus.
 
Eternidade significa a infinidade de Deus em relação ao tempo; significa que ele não tem começo nem fim; Como Deus está livre de toda passagem do tempo; Ele é a causa do tempo; a causa da Eternidade, logo: Pai da Eternidade.
 
O que falamos, escrevemos ou exemplificamos a respeito de Deus aplica-se á Trindade, ainda que alguns haja que não creem ou aceite a existência da mesma; mais isso não muda os fatos sobre o Pai da eternidade.
 
Tempo como normalmente conhecemos, é a duração medida por sucessão.
 
Mas tanto o tempo como o espaço que há entre todas as coisas “foram feitas por intermédio Dele e para Ele.
 
Para Deus Pai, Filho e Espírito Santo a eternidade não é uma sucessão de tempo; para Deus a eternidade é “um agora”, é “este dia”, segundo a Bíblia.
 
Deus é a causa do tempo e a eternidade é um tempo ainda que nós só percebemos o presente Ele percebe passado presente e também futuro como o agora nós nitidamente percebemos.
 
Deus não tem começo nem fim do fato da realidade de Sua existência necessária a base da nossa existência.
 
Deus é Eterno e Pai da Eternidade não porque criou e sim porque é a causa da mesma  existir.
 
Já os montes, a terra, o mundo e seus habitantes, o mundo dos espíritos e anjos teve  um início quando criados; logo, nenhum deste podem ser o Pai da Eternidade.
 
 
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
conectado
 
CRISTO, O PAI DA ETERNIDADE?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ataques à Divindade de Cristo NVI X Fiel
» Passagens no VT que falam do Senhor Jesus Cristo...
» jesus cristo homem - José Luis De Jesús Miranda
» O Salvador Jesus Cristo Filho Do Deus Vivo
» Como a lei de Moisés difere-se da Lei de Cristo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: