SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque, se com a tua boca confessares Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo; Romanos 10.9

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
10 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 10 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 01:03 por Paulo Cezar

» DEVOCIONAL - O mistério do casamento
Ontem à(s) 13:03 por Henrique

» Como eu posso buscar Deus de forma consciente?
Dom 22 Out 2017, 23:31 por Henrique

» A DOUTRINA DO DÍZIMO. O DÍZIMO NA LEI Pt III Outubro de 2017
Dom 22 Out 2017, 00:21 por guganic

» É pecado o uso de camisinha ( preservativo ) nas relações sexuais?
Sex 20 Out 2017, 21:32 por Henrique

»  A FÉ VITORIOSA E A FÉ SUPERSTICIOSA Hb.11.1,2
Qua 18 Out 2017, 11:47 por guganic

» DEVOCIONAL - Temor e esperança pelo zelo de Deus
Qua 18 Out 2017, 11:20 por Henrique

» A Cura do câncer e a FOSFOETANOLAMINA SINTÉTICA.
Seg 16 Out 2017, 14:58 por Henrique

» A VERDADE QUE LIBERTA -Jo. 8.32-36-
Seg 16 Out 2017, 11:46 por guganic

»  Evangelho da Salvação x Evangelho da Solução
Dom 15 Out 2017, 09:32 por M.Rogério

» Arquivo baixado de um site e Bolsonário 2018
Sab 14 Out 2017, 14:06 por salomão

» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt. II (Hb.7.1-17) Escola Bíblica outubro de 2017 O DÍZIMO ANTES DA LEI
Sab 14 Out 2017, 07:21 por guganic

» Cristãos são expulsos de cafeteria por proprietário gay
Sex 13 Out 2017, 20:45 por Henrique

» Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro
Sex 13 Out 2017, 20:33 por Henrique

» O Peregrino – Uma Jornada para o Céu (Filme completo)
Qui 12 Out 2017, 15:49 por Paulo Cezar

» Seja como uma criança, mas não seja criança
Qua 11 Out 2017, 23:14 por Henrique

» Como crentes serão julgados?
Sab 07 Out 2017, 17:57 por B.V.

» DIVULGANDO - Acompanhe + Um Debate REENCARNAÇÃO defendida por TZARUCH
Sab 07 Out 2017, 15:14 por Henrique

» SSBBezerra - Espírita Kardecista volta ao Fórum
Sab 07 Out 2017, 10:30 por B.V.

» A DOUTRINA DO DÍZIMO Pt.1 (Ml.3.8) Escola Bíblica outubro de 2017
Sab 07 Out 2017, 01:28 por guganic

» A perversidade do homem anunciando a volta de Cristo.
Qui 05 Out 2017, 22:59 por M.Rogério

» André e Felipe - Decisão (Sony Music Live)
Qui 05 Out 2017, 02:09 por Paulo Cezar

» Site de radios gospel e outros...
Qua 04 Out 2017, 01:40 por Paulo Cezar

» ESCOLA BÍBLICA SETEMBRO/5 - GLÓRIA SOMENTE A DEUS/ OS CINCO SOLAS
Ter 03 Out 2017, 22:50 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

  A IDEOLOGIA DAS ORAÇÕES “FORTE” INFALÍVEIS Lc. 11.1-10

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2100
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: A IDEOLOGIA DAS ORAÇÕES “FORTE” INFALÍVEIS Lc. 11.1-10   Ter 10 Nov 2015, 15:52

       A IDEOLOGIA DAS ORAÇÕES “FORTE” INFALÍVEIS
                                   Lc. 11.1-10

 
Vs.1
E aconteceu que estando ele a orar num certo lugar, quando acabou, lhe disse um dos seus discípulos: Senhor ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos

 Os judeus sempre tiveram como uma marca registrada em suas vidas orar pelo menos três vezes ao dia; e agora encontramos os discípulos de Jesus desejosos de aprender a orar e por quê?
 
Pelos resultados não alcançados na oração que faziam ou porque eles realmente não sabiam orar ou não orava como convém (convinha) orar?
 
Com exatidão eles perceberam que as orações do Mestre de Nazaré eram sempre respondidas, e sabiam que a fonte de Seu poder e de Sua liberdade contra o orgulho vinha através de suas orações em secreto junto ao Pai.
 
Os resultados alcançados por Cristo em suas orações criou nos discípulos um desejo de saber orar como convém orar, como Cristo orava.
 
Para imprimir no coração dos discípulos a necessidade de não desistir de orar ante uma oração não respondida em primeira instância, contou a eles a parábola do amigo importuno e na aplicação da mesma disse:
 
“Pedi e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; (9,10) porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á”.
 
Com base no “que pede recebe” e do “quem busca acha” vemos alguns indivíduos apregoando a ideologia da famosa “oração forte”, da “oração infalível” a como dizem “oração de poder”.
 
Até encontramos alguém cantando que Deus não rejeita oração, que a oração é alimento, que nunca vi um justo sem resposta; basta somente confiar e por aí afora. 

Porém a realidade bíblica é bem diferente disto.
 
Há orações que Deus rejeita sim; (Jr.14.11,12). Está escrito: ainda que multipliqueis as vossas orações (Is.1.15,16) não as ouvirei.
 
Infelizmente há uma heresia cultivada abertamente entre os cristãos, que é alimentada pelo individualismo e pela ganância exagerada pelo poder e pelos bens materiais, que toda oração mesmo egoísta, tem aprovação de Deus. 

E na visão destes cristãos, oração ouvida é oração aprovada e oração aprovada é causa resolvida é “bênção” alcançada.
 
Deus não aprova e não responde orações egoístas; quem apregoa e leva o povo a acreditar que por sermos filhos de Deus e Deus um Pai amoroso, nenhuma de nossas orações fica sem resposta?
 
Quem assim acredita estar sendo enganado e o tal pregador que defende esta tese estar redondamente enganado também.
 
Deus também costuma negar pedidos, negar orações ou petições ainda que o próprio Jesus dissesse que “o que pede sempre recebe”. 
 
Isto é uma contradição? Não. Então... Jesus mentiu? Não. Quis infundir nos discípulos uma falsa esperança? Também não.
 
Como Deus é um Pai Amoroso, na “Teologia dos Desejos” a ideologia é que se você quer um carro novo o “Pai Amoroso” tem que te dar; apenas peça.
 
De acordo com a “Teologia dos Desejos” a pessoa pede o que quiser; você pode orar por tudo o que desejar e o Pai terá que fazer ou te dar só porque Ele é bom e é amoroso.
 
Pregadores que apregoa este tipo de mensagem estão fazendo maus usos das Escrituras Sagradas, alimentando falsas esperanças, dando às pessoas a impressão de que a oração é uma chave mágica: resolve tudo.
 
Quando alguém congrega o povo e diz para este povo que eles são filhos de Deus e merece o melhor, tudo bem. 

Agora acrescentar a isto a obrigatoriedade que Deus tem de atender todas as petições deles é errado.
 
Oração por copo d’água, água benta, correntes de sete dias, rosas vermelhas e tantas babaquices em destaque na atualidade, associadas a “orações fortes” ou “oração de poder” estão mais para feitiçaria.
 
Quem ensina que a oração pode tudo está redondamente enganado; a oração pode muito mais não tudo. Quem pode tudo é Deus.
 
E a oração que pode muito é a oração do justo (Tg5.16) e não a oração dos piratas da fé. 

Um verdadeiro pai se for amoroso não dará aos filhos tudo o que eles querem e pedem.

Você daria ao seu filho uma peixeira para ele brincar de Tarzan só porque ele te pediu e você o ama? Ou daria um revolver carregado com balas trinta e oito pelas mesmas razões?
 
Você deixaria de levar seu filho para tomar uma benzetacil recomendada por seu médico só porque o seu filho te pediu para não tomar quando a vida dele depende disto?
 
Ora, sendo Deus o Pai amoroso o Pai sábio que Ele é, Ele nunca daria nem dará tudo o que pedimos a Ele.
 
Um pai sábio não dá tudo o que os filhos pedem porque ele sabe mais do que os filhos pensam que sabe e precisam. 

E Deus? Não sabe do que precisamos?
 
Não me refiro às palavras de Jesus, mas esta filosofia de tudo que pedimos, recebemos, é egoísta e mascarada como ensino bíblico, e a razão para isto é a oração ainda que intitulada da fé, porém com a motivação errada.
 
As pessoas freqüentemente sentem-se incapazes de orar e realmente nem todos tem a habilidade devida para orar ou gosta de orar.
 
Os discípulo embora se sentido incapacitados a orar adentraram pelo caminho certo ao supor que Jesus poderia ensiná-los.
 
E o ensino que Jesus ministrou a eles consistia em quatro partes: Saber pelo que orar; a importância da perseverança na oração;.
 
A certeza de uma resposta positiva por causa do amor e bondade do Pai e ainda:
 
O supremo dom do Espírito Santo a fonte que é a fonte o poder para toda oração correta ser respondida. (Rm. 8.26,27).
 
Com base neste ensino de Jesus e em nome dele orando ao Pai movido pelo Espírito Santo quem pede recebe, quem busca acha e quem bate abrir-se-lhe-á. 

- Pedir mal é pedir com a motivação errada –
 
A motivação é a necessidade de orar; o alvo é dirigir esta oração a Deus.
 
O requisito para se orar a Deus é a fé. O resultado é concessão liberal por parte de Deus sem repreensão. 

Quem ora e agradece em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo amém!  (Tg.1.5-7)
 
Certamente não sabe para quem dirigiu sua a oração e por isso orou mal.

Oração forte ou infalível não tem base bíblica. A oração da fé tem base bíblica se  a motivação não for errada.
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A IDEOLOGIA DAS ORAÇÕES “FORTE” INFALÍVEIS Lc. 11.1-10
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ORAÇÕES CURTAS
» Se eu falo com Deus é ORAÇÃO, se Deus fala comigo é ESQUIZOFRENIA.
» pedido de oração pela minha mãe
» Pedido de Oração para minha Sogra Elvira.
» Oração pela minha vida sentimental

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: