SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

Porque, se com a tua boca confessares Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo; Romanos 10.9

http://i.imgur.com/WOeDEht.jpg
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
18 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 18 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Como permanecer encorajado quando você quer desistir (Parte 2)
Sab 18 Nov 2017, 20:09 por Henrique

» Minuto com Deus!!!
Sab 18 Nov 2017, 01:38 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Sex 17 Nov 2017, 21:35 por Henrique

» Como permanecer encorajado quando você quer desistir
Sex 17 Nov 2017, 20:04 por Henrique

» Quais os requisitos bíblicos para o batismo?
Qui 16 Nov 2017, 10:50 por Henrique

» NOS ÚLTIMOS TEMPOS...
Qua 15 Nov 2017, 18:39 por Henrique

» Nós não assistimos o culto, mas prestamos culto!
Ter 14 Nov 2017, 23:38 por Henrique

» O amor de Deus é condicional?
Sab 11 Nov 2017, 15:08 por Henrique

» A PRÁTICA DO JEJUM - (Mt.9.14,15) Sua participaçãoa aqui.
Qui 09 Nov 2017, 22:47 por Henrique

» Como eu posso buscar Deus de forma consciente?
Qui 09 Nov 2017, 21:48 por Xnessax15

» A DOUTRINA DO DÍZIMO. Pt. 5 A PALAVRA DE CRISTO SOBRE O DÍZIMO
Seg 06 Nov 2017, 16:12 por guganic

» Como é que DEUS teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro
Dom 05 Nov 2017, 21:26 por Henrique

» DE QUE SE QUEIXA O HOMEM?
Sab 04 Nov 2017, 02:26 por guganic

» É pecado fazer juramentos?
Sex 03 Nov 2017, 22:27 por Henrique

» Cristãos são expulsos de cafeteria por proprietário gay
Qui 02 Nov 2017, 16:35 por M.Rogério

» É pecado o uso de camisinha ( preservativo ) nas relações sexuais?
Qua 01 Nov 2017, 21:43 por Henrique

» Melhor é ir à casa onde há luto do que ir a casa onde há banquete
Qua 01 Nov 2017, 20:58 por Henrique

» Aos gritos de “Alá é grande”, terrorista muçulmano mata oito pessoas em Nova York
Qua 01 Nov 2017, 10:10 por Henrique

» Católicos invadem culto para protestar contra Reforma
Qua 01 Nov 2017, 09:54 por Henrique

» AUXILIO NA ANGÚSTIA Sl.60.11,12
Seg 30 Out 2017, 15:14 por guganic

» A DOUTRINA DO DÍZIMO. Pt. IV O Dízimo na Lei, já na Terra Prometida.
Seg 30 Out 2017, 00:32 por guganic

» QUEM SÃO OS INTOLERANTES?
Sab 28 Out 2017, 02:16 por Henrique

» DEVOCIONAL - O mistério do casamento
Seg 23 Out 2017, 13:03 por Henrique

» A DOUTRINA DO DÍZIMO. O DÍZIMO NA LEI Pt III Outubro de 2017
Dom 22 Out 2017, 00:21 por guganic

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 ESCOLA BíBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. DE ESCRAVO A GOVERNADOR. PARTE FINAL .

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
jairo nuness
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL
avatar

RELIGIAO : cristão
Masculino Mensagens : 3392
nascido em : 29/05/1958
inscrito em : 19/07/2013
Idade : 59
Localização : TAPIRATIBA SÃO PAULO.

MensagemAssunto: ESCOLA BíBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. DE ESCRAVO A GOVERNADOR. PARTE FINAL .   Qua 30 Set 2015, 20:17

A paz do Senhor para a igreja de cristo Jesus.

Meus amigos estamos comessando mais uma Escola bíblica referente ao ano de 2015 mês Setembro.



Vamos então ultima lição A Historia de Jose do Egito.

 A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. DE ESCRAVO A GOVERNADOR.
 
                                 Texto áureo;




Então disse José a seus irmãos: “Eu sou José! Meu pai ainda está vivo?” Mas os seus irmãos ficaram tão pasmados diante dele que não conseguiam responder-lhe.

 “Cheguem mais perto”, disse José a seus irmãos. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: “Eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito!

 Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá, pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês.

 Já houve dois anos de fome na terra, e nos próximos cinco anos não haverá cultivo nem colheita.

 Mas Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um remanescente nesta terra e para salvar-lhes a vida com grande livramento.

 
Assim, não foram vocês que me mandaram para cá, mas sim o próprio Deus. Ele me tornou ministro do faraó, e me fez administrador de todo o palácio e governador de todo o Egito.

 
Voltem depressa a meu pai e digam-lhe: Assim diz o seu filho José: Deus me fez senhor de todo o Egito. Vem para cá, não te demores. Gênesis – Capítulo 45.





            Texto base:   Gênesis: Capitulo 45.



1-  A essa altura, José já não podia mais conter-se diante de todos os que ali estavam, e gritou: “Façam sair a todos!” Assim, ninguém mais estava presente quando José se revelou a seus irmãos.


2 - E ele se pôs a chorar tão alto que os egípcios o ouviram, e a notícia chegou ao palácio do faraó.


3 Então disse José a seus irmãos: “Eu sou José! Meu pai ainda está vivo?” Mas os seus irmãos ficaram tão pasmados diante dele que não conseguiam responder-lhe.


4 - “Cheguem mais perto”, disse José a seus irmãos. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: “Eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito!


5 - Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá, pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês.


6 - Já houve dois anos de fome na terra, e nos próximos cinco anos não haverá cultivo nem colheita.


7-  Mas Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um remanescente nesta terra e para salvar-lhes a vida com grande livramento.


8-  Assim, não foram vocês que me mandaram para cá, mas sim o próprio Deus. Ele me tornou ministro[ do faraó, e me fez administrador de todo o palácio e governador de todo o Egito.


9-  Voltem depressa a meu pai e digam-lhe: Assim diz o seu filho José: Deus me fez senhor de todo o Egito. Vem para cá, não te demores.


10 - Tu viverás na região de Gósen e ficarás perto de mim — tu, os teus filhos, os teus netos, as tuas ovelhas, os teus bois e todos os teus bens.


11-  Eu te sustentarei ali, porque ainda haverá cinco anos de fome. Do contrário, tu, a tua família e todos os teus rebanhos acabarão na miséria.


12-  Vocês estão vendo com os seus próprios olhos, e meu irmão Benjamim também, que realmente sou eu que estou falando com vocês.


13-  Contem a meu pai quanta honra me prestam no Egito e tudo o que vocês mesmos testemunharam. E tragam meu pai para cá depressa.


14-  Então ele se lançou chorando sobre o seu irmão Benjamim e o abraçou, e Benjamim também o abraçou, chorando.


15-  Em seguida beijou todos os seus irmãos e chorou com eles. E só depois os seus irmãos conseguiram conversar com ele.
[size=37]                         [/size]

                     Introdução  final
 
Amados que Historia linda esta de Jose , de escravo a governador , sendo tentado , colocado na prissão injustamente , suportou tudo calado , dando bom exemplo de um crente , e com sabedoria cuidado dos negócios de seu patrão  esperando chegar a sua hora , a hora de sua vitoria , aprendemos muito com a Historia de Jose , quem dera eu e você , nos coloquemos diante da sociedade e de Deus como uma pessoa agradavel , verdadeira , sincera e honesta , foi assim que Jose venceu e e´ assim que o crente em Jesus tera vitoria , sabendo lidar com as adiversidades desta vida  confiando primeiramente nas promessas de nosso Deus.

    1José interpreta dois sonhos

Deus foi tão bom e generoso que, mesmo estando preso, José era abençoado. Até mesmo o carcereiro gostava muito de José.

Certa vez, o Faraó ficou muito zangado com dois empregados seus: o copeiro e o padeiro. Imediatamente mandou-os para a
prisão. Ao chegarem à prisão, o carcereiro colocou os dois no lugar onde José estava preso. Ficaram muitos dias na prisão. Em uma certa noite, tanto o padeiro quanto o copeiro tiveram um estranho sonho.



José viu logo que os dois ficaram meio perturbados com o que tinham sonhado. “Deus pode interpretar todo e qualquer sonho.”, disse José, confiante, “Se vocês me contarem sobre o sonho, tenho certeza de que poderei ajudá-los.


O copeiro começou a contar o seu sonho a José. Sonhou que estava diante de uma vinha, e três ramos saíam dela com flores que logo se transformaram em belos cachos de uvas. Daí, o copeiro espremia as uvas em um copo e colocava-o na mão do Faraó. José, depois de escutar tudo direitinho, deu a interpretação: “Daqui a três dias, o Faraó vai tirar você da prisão, e você voltará ao seu trabalho.”



Então foi a vez de o padeiro contar: “Vi três cestos brancos de pão sobre a minha cabeça. Também vi pássaros comerem do cesto mais alto. Infelizmente a interpretação não era uma notícia boa. José, muito triste, contou ao padeiro que, dentro de três dias, o Faraó o mandaria para a forca.


Passados os três dias, o Faraó deu uma enorme festa de aniversário. E nesse dia ambos os sonhos se realizaram, exatamente como Deus havia revelado a José.  O copeiro não se esqueceu de José.  Parece que alguns homens têm grandes poderes. Mas. na verdade, são os poderes de Deus emprestados aos homens!
2-    José interpreta os sonhos do Faraó e sai da prisão.

Depois de o copeiro ser libertado, José ficou ainda por mais dois anos na prisão. E claro que injustamente!
Um dia, o Faraó teve um sonho. Acordou certa noite e ficou preocupado com o sonho misterioso que tivera.



Mandou chamar todos os homens sábios e adivinhadores do seu país. A eles contava o que tinha sonhado, mas ninguém conseguia decifrar o sonho ou encontrar algum significado razoável.


O copeiro, vendo a tristeza do Faraó e vendo que ninguém conseguia entender os seus sonhos, contou a respeito de José.
Relatou ao Faraó sobre o sonho que ele tivera na prisão e como José adivinhara o que viria a acontecer.



“Majestade, aquele homem na prisão poderá ajudá-lo!”, afirmou o copeiro, “Tudo o que José disse sobre o meu sonho aconteceu nos mínimos detalhes.” Faraó mandou trazer José. 



Tiraram-no da prisão e o colocaram diante do Faraó, que perguntou: “E verdade que você realmente pode interpretar os meus sonhos?”


“Bem…”, disse José, “eu, por mim mesmo, não posso, mas o meu Deus vai dar o significado desses sonhos a você.


O rei contou todo o seu sonho a José, nos mínimos detalhes: “Havia sete vacas gordas que saíam do rio. E logo apareceram sete vacas magras, feias. As vacas magras devoraram as vacas gordas e bonitas.



Depois vi sete espigas cheias e boas e também sete espigas secas e miúdas que vinham do mesmo pé. E, de repente, as espigas miúdas devoraram as espigas boas.” E José deu a interpretação.  Disse que isso era o que Deus iria fazer: “Haverá sete anos de colheita abundante e de muita fartura e, logo em seguida, sete anos de fome em toda a Terra. Não haverá comida, e muitos passarão fome. Será uma época em que a terra não produzirá nada.


O importante, na verdade, não são os sonhos em si, mas o trabalho das pessoas para sempre evitarem problemas futuros!

Faraó ficou aliviado por saber que Deus tinha mostrado tudo o que iria acontecer em breve.


Mesmo assim, o rei estava bastante preocupado com o povo do Egito. Ele não queria que todos tivessem de passar fome. “Você deve escolher alguém muito inteligente para governar toda a terra do Egito. E, nesses sete anos de fartura, devemos guardar comida para que, quando vierem os anos de fome, todos tenhamos o que comer.”, disse José ao Faraó. Faraó, já decidido, respondeu a José: ‘Deus deu a você muita capacidade Não há ninguém tão esclarecido e sábio como você aqui no Egito. Você vai ser o meu novo governador. Só mesmo eu, Faraó, serei a maior autoridade aqui. Você é o segundo no comando de todas as coisas.” Faraó também deu a José um anel, roupas muito elegantes e um colar de ouro.


Como governador, José, muito cuidadoso, começou a executar aquele brilhante plano de guardar alimentos, Mandou que de toda colheita fosse armazenada uma parte, que seria utilizada nos sete anos de fome.


Deus estava com José, e Faraó sabia disso muito bem. Por sete anos seguidos, houve muita fartura. Armazenaram tanta comida que não se podia contar. Logo em seguida, no entanto, vieram os anos de fome. E povos e animais de terras distantes vinham às terras do Faraó para conseguir os preciosos alimentos. Em troca, entregavam verdadeiros tesouros seus. Sabiam que o alimento valia mais do que qualquer tesouro!
Como é bom prestar atenção aos avisos de Deus!


3-  A Fome na terra e o reencontro emocionante com seus irmãos
Houve fome em todas as terras. Lá em Canaã, Jacó ficou sabendo que no Egito havia comida para todos. Então, falou com seus filhos a respeito:


“Ouvi dizer que no Egito há muita comida.
Quero que vocês peguem os camelos e jumentos e vão até lá para comprar aumento, antes que morramos de fome aqui!”
Então , os dez irmãos foram ao Egito para comprar trigo. Quando lá chegaram, ficaram sabendo que tudo estava sendo administrado peb governador do Faraó.



Se quisessem comprar trigo para levar para casa, teriam de falar com o governador. ‘Somos de Canaã e estamos sem comida também. Nosso pai Jacó nos mandou até aqui comprar trigo para a nossa família.”, disseram eles. José reconheceu os seus irmãos, mas eles nem perceberam e não podiam sequer imaginar que José era o irmão que um dia eles tinham vendido e agora tinha se tornado governador.


“Creio que vocês são espiões. Creio que estão aqui para ver tudo o que está acontecendo, não é?”, perguntou José, testando a
reação deles. “Não, meu senhor, estamos aqui só para comprar alimento, precisamos dele. Somos homens honestos , não somos espiões. Somos ao todo doze irmãos, um deles já morreu, e o caçula ficou como nosso pai em Canaã.”



José insistiu: “Bem, ainda acredito que vocês sejam espiões, e por isso ficarão presos. Apenas um voltará a Canaã levando
trigo e, em seguida, me trará o seu irmão caçula. Assim vocês provarão que são homens de bem.”



Saber perdoar é difícil, mas é urna atitude que Deus espera de todos!

 

Os irmãos que venderam José passaram três dias na prisão. José foi falar com eles outra vez. Tinha uma outra ideia:


“Se vocês forem mesmo homens de bem, um de vocês ficará aqui no Egito preso, e os outros voltarão para os seus familiares
levando alimentos. Mas quero que todos vocês retomem trazendo o irmão caçula, então terei certeza de que são sinceros.



Os irmãos sabiam que tinham agido muito mal com um irmão no passado. Por isso julgaram que toda aquela desgraça estava acontecendo como castigo pelo que fizeram de maldade quando eram ainda jovens.


“Realmente agimos muito mal com o nosso irmão José. Deus está nos castigando por isso!”, disseram eles.


Rúben acrescentou: “Eu pedi a vocês, naquela época, que não fizessem nada contra ele, não pedi? Agora teremos de pagar pelo erro que cometemos. Eles estavam conversando no seu próprio idioma. José, sem eles saberem, escutou toda a conversa, saiu e chorou de tristeza. Depois José voltou, mandou que Simeão ficasse preso e que os outros voltassem à sua terra natal.


4 Os irmãos que venderam José retornam ao Egito.

Assim que voltaram a Canaã com os aumentos, viram que ainda havia muita fome e nem sinal de colheita. Em pouco tempo, tudo o  que tinham trazido para comer terminou.
Jacó, vendo que todos estavam famintos, pediu aos seus filhos que voltassem ao Egito para buscar mais comida.



No entanto, Judá respondeu: Pai, já contamos tudo a você. O govemador de lá nos acusou de espiões e, para provar a nossa
inocência, pediu que Simeão ficasse preso como garantia. Só nos deixou partir com alimentos porque sabia que teríamos de
voltar para comprar mais.



Mas ele fez mais uma exigência: temos de levar Benjamim conosco, ou Simeão não será libertado.” “Vocês estão doidos? já perdi José; Simeão não sei se vou ver de novo, e agora querem levar Benjamim?”, disse Jacó, muito angustiado. Judá, seu filho, prometeu cuidar de Benjamim e se responsabilizar por qualquer coisa que acontecesse a ele. Com  isso, convenceram Jacó.


Partiram novamente rumo ao Egito. Levaram presentes ao governador e também o dobro de dinheiro para comprar alimento. Assim que José viu seus irmãos de volta, ficou emocionado. Mandou preparar um banquete e levou todos à sua casa. Os irmãos julgaram que o governador estivesse fazendo aquilo por causa do dinheiro que ele próprio havia colocado nas suas sacolas, na última vez em que estiveram lá. Acreditavam que o governador quisesse acusá-los de furto,


“Trouxemos alguns presentes e também dinheiro em dobro, pois não sabemos quem é que devolveu o nosso dinheiro dentro dos sacos de trigo! Gostaríamos de comprar mais comida!”, disseram os irmãos, um tanto aflitos.


“Tudo bem!”, concordou José e perguntou a seguir:
“Este rapaz é por acaso Benjamim, o irmão mais novo que vocês disseram ter?” “Sim!”, afirmaram os irmãos.



Mas José, muito emocionado, teve de se conter para não chorar diante de seus irmãos de sangue. Foi para seu quarto e chorou de felicidade por ter visto o seu irmão Benjamim, filho de sua mãe, Raquel.


Todos os seus irmãos se sentaram à mesa e foram bem servidos. Mas Benjamim ganhava uma quantidade maior de comida do que a que cabia a seus irmãos. E eles não sabiam ainda que José era seu irmão. Grandes surpresas Deus reserva às pessoas! Aceitá-las com tranqüilidade é também sinal de amor a Deus!


5- José que foi vendido pelos irmãos usa uma tática







No dia seguinte, como fizera na vez anterior, José ordenou que os seus servos enchessem de comida as sacolas de seus irmãos e que colocassem o dinheiro de volta na boca de cada sacola. Aém disso, pediu que colocassem um copo de prata na sacola de seu irmão mais novo. E assim os servos de José fizeram.




Pouco tempo depois, estavam viajando de volta para casa. Estavam já um tanto distantes da cidade.




José disse a um servo seu: “Vá atrás daqueles homens. Quando você os encontrar, pergunte assim: ‘Por que vocês roubaram um copo de prata do meu patrão?” O servo fez exatamente o que José mandara.



Os irmãos, apavorados, se defenderam: “Não roubamos nada. Nós até mesmo devolvemos o dinheiro que encontramos na boca das nossas sacolas, na vez anterior. Se por acaso um de nós tiver esse copo de prata em sua sacola, você poderá matá-lo e nos prender.” “Muito bem.” disse o servo.  Todos apressadamente foram abrindo as suas sacolas. O servo começou a olhar e procurar em cada uma delas. De repente encontrou o copo na sacola de Benjamim. Judá, com medo de que o servo acabasse com Benjamim, voltou com seus irmãos ao Egito para falar com José.




Deus pôs muito amor no coração das pessoas. Ele fica feliz quando vê esse amor transbordando!


6- José o Governador do Egito se revela para seus irmãos


Judá sabia que seu pai morreria de desgosto se não trouxesse Benjamim são e salvo para casa novamente. Por isso pediu

humildemente a José que deixasse seu irmão viver e que ele voltasse para Canaã.




‘Ficarei no lugar de Benjamim, por favor.”, disse Judá, implorando por perdão. “O nosso pai morreria caso alguma coisa

acontecesse com Benjamim. Por favor, deixe-o voltar.”

José não podia mais esconder os seus sentimentos. Ai estavam seus irmãos, e ele, em seu coração, amava-os muito, mesmo tendo sofrido por causa da maldade deles.

“Quero que todos os meus empregados saiam daqui por uns instantes. Quero falar a sós com estes homens.”, ordenou josé, com voz de autoridade.


Assim que os servos saíram, revelou o segredo seus irmãos e chorou como nunca:

“Eu sou José, irmão de vocês, aquele que vocês venderam como escravo para os mercadores que estavam indo para o Egito!”





José conversou com seus irmãos e pediu que não se sentissem tristes ou culpados pelo que haviam feito. Deus tinha um grande propósito para a vida dele, por isso o salvara de todos os perigos, inclusive da maldade de seus irmãos.




“Estou agora no Egito porque Deus me colocou aqui, assim ninguém morrerá de fome. Mas a fome ainda durará cinco anos, e não quero que vocês sofram com ela, muito menos meu querido pai e os outros familiares.”




José alegremente mandou carregar os animais com alimentos, presentes e tudo do bom e do melhor para que seus irmãos voltassem para Canaã.




Perdoar é um dos atos mais nobres. Quem perdoa se assemelha muito mais a Deus!



7-  Todos os familiares de José vão morar no Egito


Logo que chegaram a Canaã, os irmãos começaram a contar tudo a Jacó.

já idoso, Jacó mal podia acreditar. Quase chegou a desmaiar de emoção ao saber que José, o seu amado filho, estava vivo.

A princípio, Jacó estava com medo de deixar a Terra Prometida, mas Deus làlou con ele de noite: “Jacó, Jacó! Eu sou o Deus de seu pai, não tenha medo de ir para o Egito.



Você será uma grande nação, estarei com você no Egito e com certeza você vai voltar a Canaã mais tarde.” Então, Jacó, seguro de que estava fazendo a coisa certa, arrumou todos os seus pertences, reuniu sua família, filhos e seus bens e foi rumo ao Egito.


Jacó enviou Judá na frente para avisar a José que eles estavam quase chegando ao Egito; estavam em terras próximas.

José, muito feliz, não pôde esperar. Foi logo ao encontro do pai e dos outros irmãos.



O reencontro de pai e filho foi emocionante. Os dois se abraçaram, beijaram-se e juntos choraram de alegria depois de tantos anos. Jacó, satisfeito, disse a José: “Agora posso morrer em paz. Sei que você está vivo, que está bem e que Deus tem abençoado você de modo especial.” Mais tarde, José contou ao Faraó tudo o que tinha acontecido. Disse também que seu pai, seus irmãos e todos os seus rebanhos tinham saído de Canaã por causa da fome. José e mais cinco dos seus irmãos pediram ao Faraó permissão para ficar ali, em Gósen.



E o Faraó lhes disse: “José, você pode colocá-los para morar nas melhores terras. Eles são da sua família. Se querem morar em Gósen, que assim seja.” E assim aconteceu. Jacó viveu quase até ter cento e cinqüenta anos. Mas, antes de morrer, Jacó abençoou todos os seus filhos.




Depois fez um último pedido: “Gostaria de ser enterrado em Canaã, a terra dos meus pais!”


E, terminado o pedido, Jacó morreu. Todas as histórias da vida são criadas por Deus! Em todas ele coloca amor!


            CONCLUSÃO FINAL.
 
Que bela Historia , quantas lições de vida aprendemos com Jose do Egito , penso que mais nada a acrescentar a não ser continuarmos a amar e servir o Deus de Jose e esperar nele as realizações e desejos de nossa vida , assim como Deus foi com Jose , assim Ele Deus é na nossa vida . muito obrigado a todos pela confiança de eu poder realizar esta linda lição de vida , A escola bíblica , com a Historia de Jose do Egito . obrigado a Deus e a todos. Ate a próxima se o senhor assim me permitir .

Querendo participar aqui esta o link:

http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t12214-escola-biblica-a-historia-de-jose-1-2-3-e-final-deixe-seu-comentario-aqui#55332
https://www.youtube.com/watch?v=hGqDLdQExP0

Jaironuness.



-







-
4 - O fórum se reserva o direito de excluir ou editar qualquer conteúdo que traga prejuízo a Palavra do Senhor, ou a uma pessoa ou  entidade bem como ao próprio fórum,  como palavras inadequadas , difamatorias , ou agressivas, assuntos ou títulos inadequados ou ofensivos a qualquer entidade ou pessoa.

http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t9043-regras-
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ESCOLA BíBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. DE ESCRAVO A GOVERNADOR. PARTE FINAL .
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ESCOLA BíBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. DE ESCRAVO A GOVERNADOR. PARTE FINAL .
» ESCOLA BIBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. D E ESCRAVO A GOVERNADOR.3 PARTE .
» ESCOLA BIBLICA A HISTORIA DE JOSE DO EGITO. D E ESCRAVO A GOVERNADOR.2 PARTE .
» Escola Bíblica. A ARCA DA ALIANÇA.(JS.6.8) ÚLTIMA PARTE: O amuleto da sorte.
» Escola bíblica mês março. Historias bíblicas. 1ª Lição Tema A HISTORIA DE ABRAÃO. Parte 1.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: Escola Bíblica-
Ir para: