SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem” Hebreus 11.1

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
39 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 39 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 02:26 por Paulo Cezar

»  POR QUE DEVO IR A IGREJA?
Ontem à(s) 14:54 por Henrique

» Crislamismo: como a mídia vem tentando convencer que muçulmanos e cristãos adoram o mesmo deus
Dom 23 Abr 2017, 19:55 por Henrique

» CONFIE NO SENHOR, E ORE
Sab 22 Abr 2017, 16:13 por Paulo Cezar

»  Refugiados muçulmanos estão agredindo cristãos nas ruas da Austrália, denuncia pastor.
Sab 22 Abr 2017, 10:19 por Henrique

» Frase do dia.
Sex 21 Abr 2017, 16:41 por Henrique

»  SABE QUEM FOI TIRADENTES?
Sex 21 Abr 2017, 13:59 por Henrique

» O QUE FOI A REFORMA PROTESTANTE? 500 anos da reforma.
Qui 20 Abr 2017, 21:57 por Henrique

»  O QUE FOI A REFORMA PROTESTANTE? 500 anos da reforma. Parte 2
Qui 20 Abr 2017, 21:52 por Henrique

» FALE ÁS SUAS LÁGRIMAS
Qui 20 Abr 2017, 19:56 por Henrique

» Paul Washer pregou para todos no hospital, revela pastor que o visitou
Qua 19 Abr 2017, 21:12 por Henrique

» NÃO VOS ASSEMELHEIS A ELES. Mt.23.
Ter 18 Abr 2017, 23:37 por guganic

» 10 princípios bíblicos para honrarmos a Deus nas finanças
Seg 17 Abr 2017, 20:09 por Henrique

» A Bíblia não é contra as mulheres (Quadrinho)
Seg 17 Abr 2017, 17:40 por Henrique

» Estratégia de evangelizar crianças tem levado famílias muçulmanas inteiras a Cristo, diz missionário
Seg 17 Abr 2017, 12:58 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA - FÉ !!! Definição e exemplos !!! (Aula 2 - Abril/2017)
Sab 15 Abr 2017, 11:41 por B.V.

» Sexta-feira da Paixão: “A morte de Jesus não o torna mártir, e sim o Salvador”, diz Billy Graham
Sex 14 Abr 2017, 23:41 por Henrique

»  A PÁSCOA
Qui 13 Abr 2017, 23:12 por Henrique

» O vinho do grande Rei DEVOCIONAL
Ter 11 Abr 2017, 23:16 por Henrique

» Testemunho Forte e Impactante do Ex Bandido Caveirinha
Ter 11 Abr 2017, 17:05 por Paulo Cezar

» Julgamento da jornalista que acusou Feliciano de estupro
Ter 11 Abr 2017, 07:35 por M.Rogério

» PREDISPOSIÇÕES DA NATUREZA HUMANA. Ex.21.28.-31
Dom 09 Abr 2017, 09:18 por guganic

» Perdendo a fé (Muito bom)
Dom 09 Abr 2017, 01:15 por guganic

» ESCOLA BÍBLICA - FÉ !!! Considerações iniciais !!! (Aula 1 - Abril/2017)
Sab 08 Abr 2017, 22:30 por B.V.

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 O EVANGELHO INCLUSIVO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2063
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: O EVANGELHO INCLUSIVO   Sex 31 Jul 2015, 10:47

  O EVANGELHO INCLUSIVO



Lc. 14.12
E dizia também ao que o tinha convidado: Quando deres um jantar, ou uma ceia não chame os teus amigos, nem os teus irmãos, nem os teus parentes, nem vizinhos ricos, para que não suceda que também eles te tornem a convidar, e te seja isso recompensado.
Vs.13
Mas, quando fizeres convite, chama os pobres, aleijados, mancos e cegos,
Vs.14
E serás bem-aventurado; porque eles não têm com que to recompensar; mas recompensado te será na ressurreição dos justos.
 
Jesus estava num sábado em casa de um dos principais fariseus sendo mais uma vez observado e de perto, por estes.
 
Jesus percebendo a lista de convidados “a elite espiritual” presentes à mesa para comer pão, sem perda de tempo e sem perder a oportunidade satisfez a curiosidade de todos falando do seu evangelho.
 
Primeiro Jesus contou “a parábola dos primeiros assentos” por notar a índole comportamental dos convidados à casa do fariseu e que já se faziam presentes.
 
Esta parte da parábola a lição aplicada era para os convidados à casa do fariseu; já a parábola seguinte e em conexão com a primeira foi dirigida diretamente ao promotor da festa: um dos principais fariseus.
 
Quem promove festas, sejam elas espirituais ou não, sempre tem o cuidado de selecionar os seus convidados não é verdade? E lista de convidados sempre é feita com muito cuidado e cautela.
 
Não há quem tenha seu nome colocado numa lista de uma festa ou cerimônia qualquer, sem que antes o autor da lista não tenha um bom e forte motivo para listá-lo.
 
Estar numa lista deste naipe, é sinal de distinção; e o convidado, ah! Todo garboso, cheio de si, exibe o convite como um troféu.
 
Toda lista tem uma finalidade: excluir a possibilidade dos penetras ou de qualquer um fazer parte da festa; seja ela espiritual ou secular.
 
“Qumran” foi uma comunidade judaica do primeiro século que radicalmente tratou de se isolar das influências externas da sua época com o intuito de se preparar para a chegada do Messias prometido.
 
Os judeus desta comunidade, religiosamente tiveram imensos cuidados com a vida religiosa que possuíam, na observância estrita às regras de condutas e lavagens e leis cerimoniais, de um modo exacerbado.
 
Documentos históricos remanescentes mostram que eles baseavam sua fé em suas próprias convicções, daí nunca permitirem que cegos ou aleijados os inválidos ou pobres ou pessoas com qualquer deficiência física...
 
Tomassem lugar à mesa com eles em qualquer tipo de festa: religiosa ou não. Todos inválidos ou não por menor que fosse o defeito ou deficiência física era considerado cerimonialmente impuros.
 
Ironicamente o Homem perfeito, Jesus Cristo o Messias surge nesta mesma época trazendo uma mensagem diferente; uma lista diferente a onde os pobres e aleijados, os inválidos os oprimidos do diabo tinham sua vez.
 
Jesus confessou-se ungido (Lc. 4.18,19) para evangelizar os pobres e não para discriminá-los; veio para por em liberdade os cativos e oprimidos.
 
Na lista de Cristo para o banquete da salvação não há exceção; todos a uma são convidados; O evangelho de Cristo é inclusivo.
 
O evangelho de Cristo é a opção que o drogado, o ladrão, o homossexual, a prostituta, o assassino o alcoólatra e demais pessoas, inválidas ou não, têm para participarem do banquete da salvação.
 
Deus odeia tanto o pecado como ama o pecador.
 
É neste sentido (o da salvação) que Deus não faz acepção de pessoas.
 
Porém para fazer parte da festa o convidado precisa trocar de roupa que é providenciada e doada pelo próprio dono da festa aos convidados.
(Mt. 22.10-13).
 
Isto significa dizer que: as práticas antigas ficam de fora são deixadas abandonadas por completo para que a salvação a festa propriamente dita aconteça.
 
Fazer parte da lista não significa dizer que alguém irá à festa; mais todos são incluídos na lista do banquete da salvação; pois o evangelho de Cristo é inclusivo. Tem lugar para todos.
 
 
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O EVANGELHO INCLUSIVO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A Loucura do Evangelho ou as Loucuras dos Evangélicos?
» Final do evangelho de Marcos: Invenção de copistas
» > Regulamento do Fórum Evangelho
» O evangelho já foi pregado em todo o mundo ??
» As Boas Novas do Reino e o Evangelho Perdido de Yeshua

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: