SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Ontem à(s) 10:40 por Paulo Cezar

»  NEM TUDO ESTÁ PERDIDO! At.13.1,2.
Ontem à(s) 08:26 por guganic

» Frase do dia.
Ontem à(s) 08:17 por B.V.

»  VIVENDO EM MEIO À CRISE DO DESÂNIMO II Co. 4.8-10
Qui 08 Dez 2016, 22:54 por guganic

» Emoção! Cabrine encontra Bíblia de Neto(chapecoense)nos destroços do avião
Qui 08 Dez 2016, 22:20 por M.Rogério

» Lula volta a Criticar os evangélicos da lava jato!
Qui 08 Dez 2016, 22:12 por M.Rogério

» Quando a morte sé torna vida
Qui 08 Dez 2016, 22:08 por M.Rogério

» Tópico Exclusivo Pregações
Qui 08 Dez 2016, 22:02 por M.Rogério

» AFINAL COMEMOREMOS O NATAL OU NÃO?
Ter 06 Dez 2016, 12:54 por Henrique

» Eu não posso viver sem ti adorar!
Seg 05 Dez 2016, 19:35 por M.Rogério

» NEEMIAS, O HOMEM MAIS IMPORTANTE DO REINO - Ne. 2.1-8. -
Seg 05 Dez 2016, 12:10 por jairo nuness

» Pedi, e dar-se-vos-á. (Mateus 7.7) DEVOCIONAL
Seg 05 Dez 2016, 09:34 por Henrique

» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Dom 04 Dez 2016, 18:27 por B.V.

»  MOVIDOS PELA GRAÇA At.4.32-35
Dom 04 Dez 2016, 15:21 por guganic

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Jaime Dias
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristão
Masculino Mensagens : 21
nascido em : 16/09/1954
inscrito em : 17/12/2014
Idade : 62
Localização : Curitiba Pr.

MensagemAssunto: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 20 Dez 2014, 10:36

Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 20 Dez 2014, 14:00

ABERRAÇÕES TEOLÓGICAS DO NEO-ANTINOMISMO DISPENSACIONALISTA
 
O erro básico da visão neo-antinomista dispensacionalista, que se instalou no evangelicalismo desde fins do séc. XIX e início do XX, é a impressão de que no VT prevalecia a “lei”, e a “graça” é só de Cristo para cá.
 
Equívoco total! A graça divina foi manifestada por primeira vez logo após a Queda, quando Deus pregou a primeira mensagem do evangelho ao casal original, falando do Libertador futuro que esmagaria a cabeça da serpente (Gên. 3:15). Ele podia com justiça eliminar aqueles pioneiros pecadores, pois “o salário do pecado é a morte” (Rom. 6:23), daí recomeçar tudo com novo casal. Mas Deus não é só JUSTIÇA, Ele também é AMOR.
 
Os que ensinam essa teologia furada do neo-antinomismo dispensacionalista, que nenhum teólogo de real gabarito leva a sério, NÃO SABEM RESOLVER a questão: se agora vivemos na dispensação da graça, que teria suplantado a da lei, COMO SE SALVAVAM OS PECADORES AO TEMPO DO ANTIGO TESTAMENTO?
 
Vejam o dilema: se disserem que eram salvos pela lei, proferem uma ABERRAÇÃO TEOLÓGICA. Como se pode alegar que algum homem jamais pôde reunir méritos suficientes para salvar-se pelos próprios esforços em cumprir “a lei do Senhor” que é “perfeita” (Sal. 19:7)?!
 
Se admitem que eram salvos “pela graça”, isso destrói a divisão estanque e artificial de dispensações da lei OU graça.
 
LEI e GRAÇA sempre vieram juntas, cada qual cumprindo o seu papel. Isso se pode ilustrar tanto no Velho quanto no Novo Testamento.
 
* No VT: Ao proferir a LEI MORAL dos 10 Mandamentos no Sinai, Deus começa dizendo: “Eu sou o Senhor que te tirou da terra do Egito, da casa da escravidão”. Esta é uma declaração de GRAÇA divina. Segue-se o enunciado da LEI nos versos seguintes.
 
* No NT: Quando Cristo foi confrontado com a mulher adúltera, conhecendo-lhe o coração Ele lhe disse: “Tampouco Eu te condeno”. Esta é uma expressão de GRAÇA. Mas em seguida disse-lhe: “Vai e não peques mais”. Isso é LEI.
 
Conseguem perceber como não existe essa de um “tempo da lei” suplantado por um “tempo de graça”? Isso é doutrina de homens, ensino dos falsos instrutores do neo-antinomismo dispensacionalista que se acham por aí proclamando essas ideias sem fundamento nas Escrituras.
 
Paulo, que tanto exalta a graça divina, fala que com a sua mente serve a “lei de Deus” (Rom. 7:25) que é aquela que traz o preceito “não cobiçarás”, sendo santa, justa, boa, espiritual, prazenteira (vs. 7, 8, 12, 14, 22). E ainda recomenda naturalmente dessa lei divina os seus 5o., 6o., 7o., 8o., 9o. e 10o. preceitos aos GENTIOS de Éfeso e Roma (Efé. 6:1-3; 4:25-31; Rom. 13:8-10).


Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 20 Dez 2014, 14:06

OS TRÊS GRANDES AUSENTES DE HEBREUS 7 A 10
 
Nos capítulos de Hebreus 7 a 10 é discutido pormenorizadamente o sentido dos ritos e regras sacerdotais e as muitas cerimoniais que se executavam no Templo de Israel--os sacrifícios de bois e cordeiros, ofertas de manjares, e tantas outras coisas da vida religiosa da nação eleita. Eram conceitos e práticas extremamente arraigados na cultura secular e religiosa dos israelitas, que tinham que ver com o dia-a-dia do povo todo, e é incrível que o autor de Hebreus deixasse de considerá-las totalmente, ao mostrar regras que outrora eram importantes, mas não mais importam (ver 1 Cor. 7:19). Afinal, a intenção do autor inspirado é explicar aos judeus aquilo que fazia parte de seu mundo, à luz do evangelho.
 
Mas há três grandes 'ausentes' nessas discussões: O SÁBADO, AS LEIS ALIMENTARES, O DÍZIMO. Isso constitui as coisas mais resistidas pelo homem carnal porque a tendência humana é desejar controlar exatamente esses três elementos--o tempo, o cardápio, o dinheiro.
 
As pessoas em geral, mesmo no seio das igrejas, não querem “interferência” da religião na sua administração do tempo, assim não querem saber do sábado (nem de regras rigorosas de guarda do domingo). Igualmente, há os que não desejam tal “interferência” naquilo que comem ou bebem, e nada também de “interferência” na forma como administram o seu dinheiro.
 
Só há referências indiretas ao dízimo em Hebreus 7-10, e JAMAIS para diminuir a sua importância.
 
Se não são discutidas tais questões é porque não tinham caráter prefigurativo, cerimonial, tipológico. Não apontavam ao sacrifício expiatório de Cristo na cruz. Daí, não foram abolidas.
 
Sobre as bases do dízimo, Paulo ilustra muito bem a questão em 1 Cor. 9:13, 14 que é uma passagem que os antidizimistas se pudessem arrancavam de suas Bíblias:
 
“Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho”.
 
Paulo faz referência aos que “participam do altar” como MODELO para a manutenção dos que “anunciam o evangelho”--os sacerdotes levíticos, sustentados pelos dízimos, o modelo para a Igreja segundo ORDENOU O SENHOR.
 
Em Hebreus 7:5-8 encontramos esta interessante passagem:
 
“... os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão. Mas aquele, cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas. Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior. E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive”.
 
A referência ao dízimo aí ocorre num contraste entre o sacerdócio humano (levítico), de gente que morre, e o Sacerdócio de Melquisedeque--que nunca morre.
 
O dízimo é uma obrigação clara nas Escrituras, pois embora não haja mais sacerdócio, já que Cristo é o Sumo-Sacerdote e prevalece o sacerdócio universal dos crentes, também é dito aos que pregam o evangelho, que vivam do Evangelho. Nada desse negócio de pastor de tempo parcial, meio pastor/meio advogado, ou meio pastor/meio construtor ou meio pastor/meio agente imobiliário.
 
Tenho uma irmã que pertence a certa denominação evangélica, e estava comentando comigo que o seu pastor é também advogado, e termina que valoriza mais o seu trabalho advocatício do que ministerial.
 
Felizmente na Igreja Adventista não temos esse problema, pois a IASD segue o modelo bíblico, não as invenções modernistas dos que adaptam a Palavra de Deus segundo conveniências e pressupostos sem fundamento.
 
Mas, insistem alguns, não há repetição do mandamento sobre dízimo no NT. É verdade, não diretamente, como também não há quanto a consulta aos mortos, falar o nome de Deus em vão, praticar bestialidade, permitir casamento entre irmãos. Contudo, todo cristão genuíno admite que tais regras, não repetidas ‘ipsis literis’ no NT, aplicam-se aos cristãos todos.
 
E uma pergunta tira-teima:
 
* Ao que a lei do dizimo apontaria como prefigurativo do sacrifício de Cristo para que findasse quando Ele morreu na cruz, como regra cerimonial?



.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 20 Dez 2014, 18:02

Prof. Azenilto escreveu:

Felizmente na Igreja Adventista não temos esse problema, pois a IASD segue o modelo bíblico, não as invenções modernistas dos que adaptam a Palavra de Deus segundo conveniências e pressupostos sem fundamento.
Estais aqui nesse tópico  para defender uma bandeira,e mostrar a improvável perfeição dela, ou para apontar o puro e cristalino evangelho?
Se for a segunda opção queira ser mais transparente com o modelo Bíblico,pois o mesmo não sobrepõem aos ensinos e o mesmo nos adverte sobre as imperfeições das igrejas 

Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus.

Apocalipse 3:2


o dizimo e o sábado não é obrigação clara coisa nenhuma,isso foi feito para os Judeus, o Sábado não foi criado para DEUS e sim para o Homem da então época,Jesus deu provas evidentes de como o ser humano sabadista viola o Sábado,quando existe interesse pessoal(isso sim é carne).

Saquear(roubar a Deus) é cumprir fielmente os mandamentos dos dizimos  e do sabado e não intender o motivo que Cristo veio aqui.

Dizimar e oferta-se,não por obrigação mas por amor,e não pq vai vim um devorador caso vc não seja submisso a tal ação,se faz isso por amor ao próximo e para que a obra aqui não pare,em prol de vidas que serão alcançadas,(PELO PRÓPRIO DEUS)E ele não precisa disso, e nem dessa prova de cabal de fidelidade,quem precisa disso é o homem para receber algo em troca (interesses).

A lei mata o homem pecador e por obras ele tenta ser salvo,
lastimável.


O alvo é Cristo,e Cristo é o único meio de chegar a DEUS
mesmo sem dizimar ou ficar trancado em casa aos sabados,pois Deus conhece a intenção do coração do homem,e não interessa a ele a notificação de obras interesseiras.(dizimos,sabados,jejuns campanhas etc)



Ame o próximo (sem acepção)

Isso é mais difícil ao homem do que oferta ou fica quetinho aos sábados,basta olharmos para nosso próprio umbigo.
Alias dizimar e fazer do sabado o meu cajado de cumpridor da lei é bem mais leve que amar ao próximo.


que prova disso ?


As igrejas estão ricas e o  ódio entre os humanos~aqui mesmo no Brasil  só aumentando a cada dia mais,mesmo a tantas igrejas adventistas, prebisterianas,assembleianas etc lotadas. study

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jaime Dias
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristão
Masculino Mensagens : 21
nascido em : 16/09/1954
inscrito em : 17/12/2014
Idade : 62
Localização : Curitiba Pr.

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 20 Dez 2014, 20:23

Olá Azenilto,


Conheço a tua cantiga sabatinha desde há muito tempo, e de outros sites!
Eu nem devia perder meu precioso tempo, com seus delírios Adventistas; mas em respeito ao Evangelho de Cristo, e aos cristãos deste abençoado site, respondi apenas 7 questões da primeira página. Diante das presepadas colocadas, nem vou ter o trabalho de responder a segunda página das tuas refutações. Desculpe-me, sua Tialogia é muito fraca!


Prof. Azenilto escreveu:
1-A graça divina (FOI MANIFESTADA) por primeira vez logo após a Queda...(???).


Creio que os teus professores da escola sabatina Adventista, não te ensinaram antes, a diferença que há entre: UMA PROMESSA E O CUMPRIMENTO DELA.
Primeiro, Deus fez “a promessa da Graça” (Gen 3:15), logo depois da queda de Adão e Eva.
Séculos depois, Ele cumpriu a mesma promessa”, COM A MANIFESTAÇÃO DA SUA GRAÇA – O PRÓPRIO SENHOR JESUS CRISTO...
“O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, MAS MANIFESTADO (NESTES ÚLTIMOS) TEMPOS POR AMOR DE VÓS”. 1Ped. 1:20.

Porém, antes que o colega torça novamente a verdade do Evangelho do Filho de Deus, vou te citar o tempo em que a promessa foi cumprida:
“Mas, VINDO A PLENITUDE DOS TEMPOS, DEUS ENVIOU SEU FILHO, nascido de mulher; nascido sob a lei,
Agora vê se enxergue, a missão dEle: PARA REMIR OS QUE ESTAVAM DEBAIXO DA LEI, afim de recebermos a adoção de filhos”.

Prof. Azenilto escreveu:
2- Se agora vivemos na dispensação da graça, que teria suplantado a da lei, COMO SE SALVAVAM OS PECADORES AO TEMPO DO ANTIGO TESTAMENTO?
Vejam o dilema: se disserem que eram salvos pela lei, proferem uma ABERRAÇÃO TEOLÓGICA. Como se pode alegar que algum homem jamais pôde reunir méritos suficientes para salvar-se pelos próprios esforços em cumprir “a lei do Senhor” que é “perfeita” (Sal. 19:7)?!

Se disserem não colega; a Escritura é quem diz que ninguém foi justificado diante de Deus pela lei.
“Por isso nenhuma carne será justificada diante dele PELAS OBRAS DA LEI (Sacrifícios, circuncisão, guarda de sábado, etc...), porque pela lei vem o conhecimento do pecado”.

Prof. Azenilto escreveu:
Se admitem que eram salvos “pela graça”, isso destrói a divisão estanque e artificial de dispensações da lei OU graça.

Se admitem não cidadão, isto são elucubrações da sua cabeça fermentada pelo Adventismo! 
A Escritura é clara sobre isto: Toda a criação de Deus que morreram no passado, as que eram da fé, foram justificadas antes ainda do nascimento do Messias, na plenitude dos tempos.
“Pois assim como por um só uma só ofensa (o pecado de Adão) veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio A GRAÇA (Cristo) SOBRE TODOS OS HOMENS PARA A JUSTIFICAÇÃO DE VIDA”.
 
Mas, fazer o quê? Se você não crê na obra perfeita de Cristo, antes e depois da cruz, és mais um religioso com destino certo ao inferno. Há, desculpe-me, vcs adventistas nem acreditam em inferno!

Prof. Azenilto escreveu:
3-LEI e GRAÇA (SEMPRE VIERAM JUNTAS), cada qual cumprindo o seu papel. Isso se pode ilustrar tanto no Velho quanto no Novo Testamento.

Isto segundo as caraminholas da tua cabeça fermentada colega!

A filosofia torcida dos seus fundadores, a doutrina (?) da I.A.S.D. opera uma verdadeira mágica, misturando na cartola do engano, a lei e Graça. Ao fazer isto, tem que admitir também, a atuação de duas Alianças diferentes: a primeira e a segunda, ao mesmo tempo. Dois testamentos diferentes: A.T. e N.T. e duas mensagens diferentes: lei e os profetas e o Evangelho, ao mesmo tempo. Dois Ministérios diferentes, com dois mediadores diferentes: Moisés (morto) e o Cristo (vivo), ministrando juntos ao mesmo tempo, etc...


Ao passo que o Evangelho, não prega para a Igreja, o vigoramento de DUAS ESPERANÇAS DA NOSSA VOCAÇÃO, SENÃO, APENAS UMA.
"Há um só corpo, e um só Espírito, como também fostes chamados EM UMA SÓ ESPERANÇA da vossa vocação". Efe, 4:4.

Que Deus tenha misericórdia dos que ensinam um outro evangelho!

Prof. Azenilto escreveu:
4-* No VT: Ao proferir a (LEI MORAL) dos 10 Mandamentos no Sinai, Deus começa dizendo...


Pera aí, cidadão... Me apresente livro, capitulo e versículo do A.T. ou do N.T. mostrando onde está escrito, que o decálogo um dia foi denominado de LEI MORAL?
O colega está a fim de debater as Escrituras, ou filosofias da Helen G. Withe??? Será que nunca lestes?
“Se alguém falar, FALE SEGUNDO AS PALAVRAS DE DEUS...” 1Ped. 4:11.

Prof. Azenilto escreveu:
5-* No NT: Quando Cristo foi confrontado com a mulher adúltera, conhecendo-lhe o coração Ele lhe disse: “Tampouco Eu te condeno”. Esta é uma expressão de GRAÇA. Mas em seguida disse-lhe: “Vai e não peques mais”. Isso é LEI.

Como é confusa essa criatura? Na sua incapacidade de argumentar, lança mão de uma passagem ocorrida, ainda no tempo do Ministério terreno de Jesus, no tempo da TRANSIÇÃO DA LEI PARA A GRAÇA.
Amigo, pra teu governo, na época que Jesus disse estas palavras àquela mulher, até o próprio Senhor, estava ainda debaixo dos rudimentos dessa lei, até a cruz. Capitt???

Aliás, nem Pedro e nem a Igreja Primitiva, havia conhecido a mensagem do Evangelho em sua plenitude; a mensagem que libertou a Igreja Primitiva dos costumes judaicos, tais como: Não comer carne de porco, ser circuncidado, celebrar Páscoa, não se ajuntar com os gentios, guardar sábado, etc... 
Foi o Evangelho da revelação, trazido por Paulo, 17 anos depois do Pentecostes (Gal. 1:18 e 2:1-2), depois que o Senhor revelou a ele no terceiro céu; o qual, desceu depois a Jerusalém e participou A NOVA com a Igreja Primitiva.
“Porque não recebi, nem aprendi de homem algum (também de Moisés), MAS PELA REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO”.
 
Se você conhecesse, não o evangelho teológico ensinado pela tua denominação, mas o Evangelho da revelação, saberia de cor e salteado, estas novidades!

Prof. Azenilto escreveu:
6-Paulo, que tanto exalta a graça divina, fala que com a sua mente serve a “lei de Deus” (Rom. 7:25) que é aquela que traz o preceito “NÃO COBIÇARÁS”...

Amigo o décimo mandamento, era da mesma lei direcionada apenas “À CARNE” (Heb. 7:16 ) a qual, estava enferma por causa da mesma (Rom. 8:3); por isto se tornou fraca e inútil, SENDO ABROGADA.
“Porque O PRECEDENTE MANDAMENTO É ABROGADO, POR CAUSA DA SUA FRAQUEZA E INUTILIDADE”. Heb. 7:18.
 
Pra você que não conhece, ou se recusa conhecer; este e os outros nove mandamentos, já eram, caducaram, passaram, foram-se... Uma vez que eles eram direcionados à carne, tinham força somente para aqueles que estavam vivos na carne.
Ora, você que é pregador da lei, desonra a Deus, por não conhecer a lei? Nunca lestes que quem está morto, esta isento da lei? (Rom. 7:1).
“Assim, meus irmãos, também VÓS ESTAIS MORTOS PARA A LEI pelo corpo de c
Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, afim de que demos frutos para Deus”. Rom. 6:4.
 
Portanto, cidadão atrapalhado, a lei não tem nenhum vigor mais para a Igreja de Cristo, pois Ela já morreu nas águas do batismo, e agora VIVE EM ESPÍRITO!
“E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade está morto por causa do pecado, MAS O ESPÍRITO VIVE POR CAUSA DA JUSTIÇA”. Rom. 8:10.


Tá vendo aqui, outra vez? Isto é o Evangelho da revelação, desconhecido dos sabatistas em geral!

Prof. Azenilto escreveu:
7- sendo santa, justa, BOA, espiritual, prazenteira (vs. 7, 8, 12, 14, 22). E ainda recomenda naturalmente dessa lei divina os seus 5o., 6o., 7o., 8o., 9o. e 10o. preceitos aos GENTIOS de Éfeso e Roma (Efé. 6:1-3; 4:25-31; Rom. 13:8-10).

Criatura, vê se entenda uma vez por todas, o adjetivo máximo dado à esta lei, antes de Cristo foi apena BOA (Rom. 7:12). 
 os adjetivos dados ao Evangelho de Cristo, excederam em muito o da lei, Paulo os classificou de AGRADÁVEIS E PERFEITOS!!! Ó Glórias....
Aliás, ele ensinou a Igreja Primitiva (como eu hoje estou ensinando, com tabela e tudo), aos que ainda estavam ligados aos preceitos da lei judaica, há ter uma RENOVAÇÃO DE ENTENDIMENTO; que saíssem dos preceitos da lei boa, para a renovação do Evangelho, AGRADÁVEL E PERFEITO.
“E não vos conformeis com este mundo; mas transformai-vos PELA RENOVAÇÃO DO vosso entendimento, para que experimenteis qual seja, a boa, A AGRADÁVEL E PERFEITA VONTADE DE DEUS”. Rom.12:2.
 
Bom, vou parar por aqui, pois o Evangelho não é por força ou violência, mas por FÉ. Seria pura perca de tempo, debater a Escritura com quem não respeita e nem conhece, a mensagem do Filho de Deus - o Seu Evangelho.

Desculpe-me não o conheço pessoalmente, mas, creio que o amigo deva ser professor de alguma outra área, menos das Escrituras!!!
Pois, quando um simples "serralheiro" como eu, com apenas o ensino médio, começa a ensinar a professores; isto não é outra coisa: Senão o Poder de Deus, manifestado em Seu Evangelho!

“Porque, devendo ser já MESTRE PELO TEMPO, ainda necessitais de que vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: A TRISTE SOMATÓRIA--DESINFORMAÇÃO + PRECONCEITO   Dom 21 Dez 2014, 01:30


Olá, amigos

O que temos aqui nestes dois quadros acima é a mais clara evidência da triste somatória de DESINFORMAÇÃO + PRECONCEITO. Primeiro, que não preciso de discurso nenhum de que não somos salvos pelas obras ou pela guarda da lei, porque NÃO APRENDEMOS ISSO, não é absolutamente o ensino de minha Igreja.

Segundo, que o que eu apresentei sobre a ausência do tema do sábado, das leis dietéticas e do dízimo nos capítulos 7 a 10 de Hebreus é de grande significação, contudo essa questão não foi nem de longe abordada, o que é muito significativo.

Terceiro, que eu tambem conheço as tremendas CONTRADIÇÕES de Jaime Dias que no quadro acima. por exemplo, diz que os 10 Mandamentos FAZEM PARTE do "Novo Concerto", mas aqui alega que não são, pois só seriam NOVE, os mandamentos. . .

Gente, se são DEZ, então são todos MANDAMENTOS. Aliás, eu também conheço a prosopopeia dispensacionalista dianenhumista do Jaime Dias do Fórum Evangelho, onde ele apresenta um estudo sobre exatamente o tema do sábado querendo "provar" o absurdo de que SÓ ESSE PRECEITO NÃO TEM NADA A VER COM AMOR, o que não é o que a Bíblia ensina.

Aliás, até já propus noutro local uma reflexão provando que o mandamento do sábado (que erradamente é atribuído só aos judeus, quando Jesus declarou que foi estabelecido "por causa do homem-anthropós", que é o homem universal, não o mero homem judaico), é o que mais demonstrações de amor apresenta. Vou repetir aqui porque a repetição é um instrumento didático importante. No contexto, conto algo de minha breve história religiosa para mostrar como não sou nenhum pobre e iludido adventista, desconhecedor de outros caminhos teológicos mais seguros:


QUEM TRABALHA NO DOMINGO, DO SENHOR ESTÁ ROUBANDO?

Quando me tornei adventista--oriundo de uma tradicional Igreja evangélica--aprendi que os 4 primeiros mandamentos do Decálogo tratam de nossos deveres para com Deus, e os 6 últimos, idem para com o próximo. Eu achei isso tão lógico e belo que ficava intrigado por que os demais crentes não podiam entender isso.
 
Mais tarde, pesquisando mais a fundo os ensinos oficiais das diferentes igrejas fiquei GRATAMENTE SURPRESO ao descobrir que isso não é ensino exclusivo dos adventistas. Os luteranos, presbiterianos, batistas e anglicanos dizem exatamente isso em seus documentos confessionais de SÉCULOS. E antes da Reforma Protestante, já católicos e ortodoxos ensinavam basicamente o mesmo.
 
Aliás, já contei aqui, mas não custa repetir que o que me despertou à importância do preceito do sábado foi um corinho que aprendi na Escola Dominical, quando criança, e que dizia a certa altura que “. . . quem trabalha no domingo, do Senhor está roubando”.
 
Mais tarde, aprofundando-me no estudo dessa questão, entendi que o princípio expresso no corinho está CERTO, mas o dia. . . ERRADO!
 
E tenho perguntado a crentes por aí se as crianças em suas igrejas ainda cantam esse corinho, e se não o fazem, por que não? O que mudou—o Senhor ou a teologia?
 
Até hoje ninguém me deu resposta.
 
Em Mat. 22:36-40 Jesus disse que TODA A LEI depende desses dois preceitos básicos--amor a Deus e amor ao próximo. Os anti-sabatistas estariam cobertos de razão se Ele tivesse dito—TODA A LEI, MENOS O PRECEITO DO SÁBADO. Mas não foi o que disse. . . Então, o sábado é um MANDAMENTO DE AMOR para todos os efeitos.

Quero que me respondam por que, sob o Novo Concerto, nossa expressão de amor a Deus sobre todas as coisas deve reduzir-se de 4 para 3 preceitos. Alguém tem resposta para isso?
 
Pois é, no mandamento do sábado temos 4 expressões de amor—
 
a) amor de Deus para com o homem, concedendo-lhe esse tempo de descanso para benefício físico, mental, espiritual, familiar, social; 
 
b) amor de Deus para com os animais de carga (“nem o teu boi, nem o teu jumento” deviam ser postos a trabalhar no sábado); 
 
c) amor do homem para com Deus, respeitando-O como Criador de todas as coisas ao dedicar-lhe o “memorial da Criação”, que é o sábado -- Êxo. 20:11; cf. Sal. 111:2-4; 
 
d) amor do homem para com o seu semelhante respeitando o seu direito do descanso físico, mental, e demais benefícios espirituais, sociais, familiares nesse dia (“nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva . .”).

Quero que me apontem qualquer outro mandamento do Decálogo que reúna tantas demonstrações de AMOR.
 


Última edição por Prof. Azenilto em Dom 21 Dez 2014, 01:58, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 01:46


Eu não estou aqui defendendo "bandeiras" denominaicionais e, sim, ensinando o que a Bíblia nos apresenta. Parece que o M. Rogério defende a "bandeira" do DESIGREJISMO, que não deixa de ser também uma corrente religiosa e crescente. Ele indica desprezar tudo quanto se refira à tal "religião organizada" preferindo o anonimato do não compromisso com Igreja alguma.

Sobre isso temos também esta reflexão:


OS DESIGREJADOS E SEUS TERERÊS TEOLÓGICOS
 
Quem visitou o Paraguai deve ter visto como os nativos vivem bebericando um líquido de uma cuia, o que chamam de tererê. Perguntei a um amigo em Asunción o que eles bebem tanto, afinal de contas. Ele me explicou que cada um prepara sua própria receita. Quem gosta de algo mais ardido, colocará pimenta do reino. Quem gosta de algo mais adocicado, colocará erva doce. Quem gosta de algo mais azedinho, colocará suco de limão. . .

Assim também ocorre no campo religioso com os tererês teológicos de cada um, sobretudo dos desigrejados, com sua teologia V3: vaga, voluntária, variável. . .

Sobre o sábado ter sido dado só aos judeus, então como ele explica que os estrangeiros de longínquas terras poderiam vir adorar ao Senhor, como Salomão indicou em sua oração de dedicação do Templo (ver 1 Reis 8:41-43) e Isaías fala dos ESTRANGEIROS achegando-Se ao mesmo Senhor com a guarda do sábado, já que Deus expressa o Seu "sonho" de que "a Minha casa será chamada Casa de Oração para TODOS OS POVOS"--Isa. 56:2-7)?

Como já acentuamos, Jesus declarou que o sábado foi feito por causa homem-anthropós, que é o mesmo homem que deixa pai e mãe e une-se a sua mulher (Mat. 19:5, 6). E casamento é instituição só para judeus?!

O problema de muitos é a visão MICRO que têm sobre os atos divinos em favor da humanidade, de Israel e da Igreja, em vez de uma visão MACRO. Para entenderem melhor isso e conferirem se sua visão é MICRO ou MACRO, indico um estudo magnífico a respeito que é acompanhado de um iluminador vídeo, que recomendo a todos. Eis o link:


http://www.forumevangelho.com.br/t4854-sua-visao-sobre-as-acoes-divinas-e-micro-ou-macro



.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 02:00

Prof. Azenilto escreveu:

Eu não estou aqui defendendo "bandeiras" denominaicionais e, sim, ensinando o que a Bíblia nos apresenta. Parece que o M. Rogério defende a "bandeira" do DESIGREJISMO, que não deixa de ser também uma corrente religiosa e crescente. Ele indica desprezar tudo quanto se refira à tal "religião organizada" preferindo o anonimato do não compromisso com Igreja alguma.

Sobre isso temos também esta reflexão:


OS DESIGREJADOS E SEUS TERERÊS TEOLÓGICOS
 
Quem visitou o Paraguai deve ter visto como os nativos vivem bebericando um líquido de uma cuia, o que chamam de tererê. Perguntei a um amigo em Asunción o que eles bebem tanto, afinal de contas. Ele me explicou que cada um prepara sua própria receita. Quem gosta de algo mais ardido, colocará pimenta do reino. Quem gosta de algo mais adocicado, colocará erva doce. Quem gosta de algo mais azedinho, colocará suco de limão. . .

Assim também ocorre no campo religioso com os tererês teológicos de cada um, sobretudo dos desigrejados, com sua teologia V3: vaga, voluntária, variável. . .

Sobre o sábado ter sido dado só aos judeus, então como ele explica que os estrangeiros de longínquas terras poderiam vir adorar ao Senhor, como Salomão indicou em sua oração de dedicação do Templo (ver 1 Reis 8:41-43) e Isaías fala dos ESTRANGEIROS achegando-Se ao mesmo Senhor com a guarda do sábado, já que Deus expressa o Seu "sonho" de que "a Minha casa será chamada Casa de Oração para TODOS OS POVOS"--Isa. 56:2-7)?

Como já acentuamos, Jesus declarou que o sábado foi feito por causa homem-anthropós, que é o mesmo homem que deixa pai e mãe e une-se a sua mulher (Mat. 19:5, 6). E casamento é instituição só para judeus?!

O problema de muitos é a visão MICRO que têm sobre os atos divinos em favor da humanidade, de Israel e da Igreja, em vez de uma visão MACRO. Para entenderem melhor isso e conferirem se sua visão é MICRO ou MACRO, indico um estudo magnífico a respeito que é acompanhado de um iluminador vídeo, que recomendo a todos. Eis o link:


http://www.forumevangelho.com.br/t4854-sua-visao-sobre-as-acoes-divinas-e-micro-ou-macro



.
Esqueça o sabado que tua igreja tanto prega e ame o próximo que tanto vc sabe que não é fácil,ne?e deixa de besteiroide por conta de um dia da semana,Simples de entender e difícil de aceitar,SAIA DA CAVERNA AMIGO

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 02:15

Prof. Azenilto escreveu:

Eu não estou aqui defendendo "bandeiras" denominaicionais e, sim, ensinando o que a Bíblia nos apresenta. 






.
Prof. Azenilto escreveu:

Felizmente na Igreja Adventista não temos esse problema, pois a IASD segue o modelo bíblico, não as invenções modernistas dos que adaptam a Palavra de Deus segundo conveniências e pressupostos sem fundamento.


Né ?  lol!

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 10:48


Olá, M.Rogério

Você dá uma recomendação totalmente preconceituosa e sem respaldo bíblico. Tenho o mesmo direito de dizer, DEIXE O DIANENHUMISMO porque isso nem é bíblico, nem é científico.

E que tolice é essa de fazer um contraste absurdo entre observar o sábado (o 4o. Mandamento da Lei Moral de Deus) e supostamente deixar de amar o próximo? Sua declaração reflete a tremenda IGNORÂNCIA que existe no evangelicalismo moderno do que sempre foi o ensino clássico, histórico dos cristãos, de que os 4 primeiros mandamentos tratam de nossos deveres para com Deus, e os seis últimos, idem para com o próximo.

Veja como isso está assim registrado HÁ SÉCULOS no documento confessional de presbiterianos e batistas, no capítulo 19 respectivamente da Confissão de Fé de Westminster e da Confissão de Fé Batista de 1689:
 

CAPÍTULO 19

A LEI DE DEUS

1. Deus outorgou a Adão uma lei de obediência, que lhe inscreveu no coração; e também um preceito particular, o de não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Dessa maneira, Adão e toda sua posteridade ficaram compelidos a uma obediência pessoal, total, exata e perpétua, à lei. Deus prometeu vida como recompensa do cumprimento, e morte como castigo da quebra da lei, tendo dado ao homem o poder e a habilidade para guardá-la.

2. A mesma lei que uma vez foi inscrita no coração humano continuou a ser uma regra perfeita de justiça após a queda. E essa lei foi dada por Deus sobre o monte Sinai e inscrita em duas tábuas de pedra, na forma de dez mandamentos. Os quatro primeiros mandamentos contêm nossos deveres para com Deus, e, os outros seis mandamentos, nossos deveres para com os homens.
 
3. Além desta lei, comumente chamada de lei moral, Deus houve por bem dar leis cerimoniais ao povo de Israel, contendo diversas ordenanças simbólicas: em parte, de adoração, prefigurando Cristo, as suas graças, suas ações, seus sofrimentos, e os benefícios que conferiu; e, em parte, estabelecendo várias instruções de deveres morais.
 
As leis cerimoniais foram instituídas com vigência temporária, pois mais tarde seriam ab-rogadas por Jesus, o Messias e único Legislador, que, vindo no poder do Pai, cumpriu e revogou essas leis.
-- [Referências bíblicas não adicionadas para poupar espaço].

Ah sim, Está provado cientificamente que o sábado é necessário e benéfico para os seres humanos. Cientistas cronobiólogos comprovaram o chamado “ritmo do sétimo dia”, ou “circaseptano”, o regime ideal de seis dias de trabalho e um de descanso.
 
O pastor e médico evangélico, Michael Cesar, conta que Hitler, querendo levar vantagem em tudo, determinou que os operários das fábricas de armas e munições na preparação para a 2a. Guerra Mundial deviam trabalhar os 7 dias semanais direto, só parando à noite para descansar. Não funcionou. As pessoas ficavam esgotadas, nervosas, a produção caiu. Daí o Führer teve que retornar ao regime natural de 6 dias de trabalho e 1 de descanso.
 
Por isso batistas e presbiterianos também acentuam em seus respectivos documentos confessionais ser da LEI NATURAL que haja esse regime de seis dias de trabalho, e um de descanso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 14:10

Apenas tenho  certeza absoluta que esse blablabla de sabado e dizimo não é o ponto chave de chegar ao meu pai, e nunca foi depois que Cristo veio o mundo em, forma humana,eu  preciso aprender amar ao próximo e ai sim cumprirei o que o meu salvador me ensinou e nao essa bobagem que a religiosidade prega pra tentar dizer que é fiel a DEUS,ACORDA RAPAZ sua imperfeição frente ao seu semelhante te entrega no dia a dia,e o sabado não vai te salvar. fato irrevogável.

Outra coisa esse monte de babuzeira que vc fica copiando e colando aqui,não revela de fato sua fidelidade com Deus,saia da caverna no qual vc esta preso e venha para verdade de viver o que Cristo pregou que por sinal é muito mais sério que os adventistas e outros  usam como pretexto de seguidores da lei.


papo furado de religioso esse ai,Ame  e ore para aquele irmão que te olha torto na sua igreja,e te desafia com palavras,isso sim é demostração de mortificação da carne e cumprimento da lei de DEUS,em Cristo Jesus.



Guardarei Sabado e dizimarei conforme tu falastes,apos o Espirito Santo terminar a obra em minha vida que é a graça super abundar nela ao ponto de eu Mauro Rogério,não precisar de seguir a lei por medo de Deus,mas por amor ao próximo conferir a lei e sem esperar nada em troca e partindo disso,olhar meu próximo com os olhos de Cristo,sem esse peso na consciência  que igrejas como a tua vive carregando e enganando uma parcela  de Cristãos a troco de uma diferenciação extra humana,para impor que são (adventistas) os consumidores da lei de DEUS.


Ou cristo entra na tua vida ou A lei consume vc pelo seu pecado,pois a lei foi confirmada em 2 e perfeitos mandamentos 


Ame a Deus e ao próximo 



So isso basta pra MIM conforme cristo me ensinou.


OBS
os desingreijados que vc afirma são carregados pelo próprio Deus ,pois nos mesmos somos igrejas E NÃO PRECISAMOS DE CUMPRIR SABADO como prova de amor a Ele,cumprimos na medida do que o ESPIRITO NOS ENSINAR O AMOR AO PRÓXIMO e isso esta estabelecidos em nossos corações e não em ações humanas como guarda do sabado e dizimos obrigatorios e imposto por homens interesseiros disfarçados de senhores da lei 

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 18:10


Seu erro, meu caro M. Rogério, está em IGNORAR que quando Jesus falou em amar o próximo, Ele nem estava sendo original. Apenas REPETIA O QUE MOISÉS HAVIA DITO. Então, Cristo apenas “copiou” e “colou” a declaração de Deu. 6:5 e Lev. 19:18, por assim dizer.
 
E tem mais--o preceito de amar o próximo é INFERIOR ao de amar a Deus sobre todas as coisas. Quem diz isso é JESUS CRISTO, pois quem amar mais a pai, mãe, irmão do que a Ele, não é digno Dele (Mat. 10:37). E para se amar legitimamente ao próximo, tem-se que primeiro AMAR A DEUS, pois é assim que será reconhecido como o Pai de todos (1 João 5:2).
 
Logo, está equivocado totalmente com esses conceito de que “amar o próximo” SUBSTITUI a lei divina no aspecto de AMAR A DEUS de todo o coração, entendimento, forças, o que abrange os 4 primeiros mandamentos do Decálogo.
 
E quem diz que TODA A LEI (o que inclui o sábado) tem por base o amor (a Deus e ao próximo) é Jesus em Mat. 22:40.
 
Logo, suas exortações para mim não têm mérito algum. Não tenho NADA a aprender com você sobre este tema. Talvez possa aprender algo quanto a outras questões, mas sobre estas de que se está tratando aqui, nada mesmo, desculpe a franqueza. . .

Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 21 Dez 2014, 23:32

Prof. Azenilto escreveu:

Seu erro, meu caro M. Rogério, está em IGNORAR que quando Jesus falou em amar o próximo, Ele nem estava sendo original. Apenas REPETIA O QUE MOISÉS HAVIA DITO. Então, Cristo apenas “copiou” e “colou” a declaração de Deu. 6:5 e Lev. 19:18, por assim dizer.
 
E tem mais--o preceito de amar o próximo é INFERIOR ao de amar a Deus sobre todas as coisas. Quem diz isso é JESUS CRISTO, pois quem amar mais a pai, mãe, irmão do que a Ele, não é digno Dele (Mat. 10:37). E para se amar legitimamente ao próximo, tem-se que primeiro AMAR A DEUS, pois é assim que será reconhecido como o Pai de todos (1 João 5:2).
 
Logo, está equivocado totalmente com esses conceito de que “amar o próximo” SUBSTITUI a lei divina no aspecto de AMAR A DEUS de todo o coração, entendimento, forças, o que abrange os 4 primeiros mandamentos do Decálogo.
 
E quem diz que TODA A LEI (o que inclui o sábado) tem por base o amor (a Deus e ao próximo) é Jesus em Mat. 22:40.
 
Logo, suas exortações para mim não têm mérito algum. Não tenho NADA a aprender com você sobre este tema. Talvez possa aprender algo quanto a outras questões, mas sobre estas de que se está tratando aqui, nada mesmo, desculpe a franqueza. . .

Quem lhe disse que estou a lhe ensinar ou a querer que vc aprenda alguma coisa com minhas escritas?Estou escrevendo  para testificar que suas informações são meramente religiosidade que so serve pra engrandecer aos que seguem tais bobagens,vc começou a dizer:  nos adventistas não tem esse problema, eu lhe mostrei que veio pra levantar bandeira aqui e depois diz que não veio fazer isso,ou vc é um grande ator de contos, ou um grande mentiroso, pois suas palavras estão gravadas ai em post anteriores. 

Deus não precisa de sacrífico humano como essa bobagem de sabado 

O  homem não esconde seu pecado por conta disso 

Não se pode fazer nada quando  Deus não coloca sua  mão,fica frio com sua teologia,eu estou vacinado contra essa podridão religiosa a muito tempo,não se trata de desingreijado mas de discernimento espiritual,não vivo meu eu vivo cristo em mim.




a lei foi feita para mostrar nosso pecado somente pra isso,vc mesmo é um violador da lei com exceção do sabado jocolor





Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
¶ Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto;
Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito.
Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;
Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;
No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor.
No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.

Efésios 2:13-22





Siga o teu sabado eu sigo Jesus pois preciso dele pra chegar ao meu criador e não de cumprir o sabado pra receber algo em troca 


 Barganheiros travestidos de religiosos 

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Seg 22 Dez 2014, 23:09


Mais erros, M.Rogério, e desta vez grosseiros, pois são OFENSIVOS a Deus e ao Senhor Jesus Cristo. Se o sábado é uma “bobagem”, Deus é responsável por dar ao Seu povo escolhido tal coisa. Será que Deus iria mesmo convocar solenemente o povo escolhido para dar-lhe uma lei, contendo essa “bobagem”?

E Jesus Cristo defendeu ardorosamente o sábado ao condenar os fariseus por sua deturpação do mandamento, declarando-Se “Senhor do sábado”. Será que Jesus seria senhor de uma “bobagem”?!

Só que a própria ciência confirma como o sábado é importante para o bem-estar físico e mental das pessoas, sem falar nos benefícios sociais, familiares e, acima de tudo, espirituais.

Por sinal, E por falar em sábado, o que isso tem a ver com vida mais longa e saudável? Vejam o que encontrei há não muito tempo num segmento de notícias internéticas do Huffington Post:


“Estatísticas têm mostrado que a religião torna as pessoas mais felizes, mas se pode ver que pode ajudá-las a viver mais tempo, também.
 
“Numa tentativa de ‘reverter a engenharia da longevidade’, Dan Buettner passou anos pesquisando as partes do mundo onde as pessoas vivem muito mais tempo do que a média. Na sua maioria esses locais estão fora dos Estados Unidos -- incluindo a Sardenha, na Itália, Okinawa, Japão -- mas há um grupo de vida longa no território americano. São os adventistas do sétimo dia, que vivem em média 10 anos mais do que a expectativa de vida dos americanos de cerca de 79 anos.
 
“Buettner, cujo trabalho é parte do Projeto de Zonas Azuis, apresentou-se se ao vivo a Caitlyn Becker, do HuffPost,  na quarta-feira para explicar o que os adventistas do sétimo dia fazem certo. Isso inclui comer uma dieta baseada em vegetais e ter ‘uma rede social que reforça o comportamento correto’. Suas crenças religiosas também são uma grande ajuda, disse ele.
 
“‘Eles levam essa idéia de sábado muito a sério, então estão descomprimindo o estresse’, disse Buettner. ‘Cerca de 84 por cento do dinheiro com cuidados de saúde são gastos por causa das escolhas alimentares ruins, sedentarismo e estresse não gerenciado, e eles têm essas formas culturais de gestão de stress através do seu sábado’”.
 
Trecho da entrevista de Buettner (em inglês):
 

http://www.huffingtonpost.com/2014/07/31/seventh-day-adventists-life-expectancy_n_5638098.html?utm_hp_ref=mostpopular
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Seg 22 Dez 2014, 23:37

Sabado eu lhe respondo com prazer  e domingo vc vem aqui conferir,vc tem copiado e colado aqui  muita babuzeira e falado pouco a verdade e do seu discernimento. BEIJO lol!

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Qua 24 Dez 2014, 04:56


Eu tenho colado e copiado de quem, pode me dizer? E não superou até agora os pontos que eu levantei. Só resmungos mal-humorados não servem para refutar o que expus sobre Hebreus 7 a 10, onde o autor da epístola se empenha em explicar o sentido de todo aquele tremendo cerimonial judaico e sua aplicação para os cristãos. Contudo, nesses capítulos tão iluminadores JAMAIS menciona sábado, leis dietéticas, dízimos como coisas ultrapassadas, pertencentes aos rituais que foram abolidos na cruz.
 
Sobre isso ninguém deu UM PIO. . .
 
E não existe qualquer dilema quanto a seguir a Cristo ou o sábado, pois uma coisa não elimina a outra. A obediência ao preceito do sábado jamais representará uma negação de Cristo, que Se identificou como “Senhor do sábado”. A obediência a qualquer dos mandamentos divinos não entra no campo da JUSTIFICAÇÃO, e sim no da SANTIFICAÇÃO, “sem a qual ninguém verá o Senhor” (Heb. 12:14).
 
A motivação da obediência a esse ou qualquer outro mandamento da santa lei de Deus é o que encontramos em 1 João 4:19--”Nós amamos porque Ele nos amou primeiro”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jaime Dias
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristão
Masculino Mensagens : 21
nascido em : 16/09/1954
inscrito em : 17/12/2014
Idade : 62
Localização : Curitiba Pr.

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Qua 24 Dez 2014, 14:03

"TODAS AS COISAS SÃO PURAS PARA OS PUROS, MAS NADA É PURO PARA OS CONTAMINADOS E INFIÉIS: ANTES O SEU ENTENDIMENTO E CONSCIÊNCIA ESTÃO CONTAMINADOS". Tt. 1:15 
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Qui 25 Dez 2014, 22:17

Prof. Azenilto escreveu:

Eu tenho colado e copiado de quem, pode me dizer? E não superou até agora os pontos que eu levantei. Só resmungos mal-humorados não servem para refutar o que expus sobre Hebreus 7 a 10, onde o autor da epístola se empenha em explicar o sentido de todo aquele tremendo cerimonial judaico e sua aplicação para os cristãos. Contudo, nesses capítulos tão iluminadores JAMAIS menciona sábado, leis dietéticas, dízimos como coisas ultrapassadas, pertencentes aos rituais que foram abolidos na cruz.
 
Sobre isso ninguém deu UM PIO. . .
 
E não existe qualquer dilema quanto a seguir a Cristo ou o sábado, pois uma coisa não elimina a outra. A obediência ao preceito do sábado jamais representará uma negação de Cristo, que Se identificou como “Senhor do sábado”. A obediência a qualquer dos mandamentos divinos não entra no campo da JUSTIFICAÇÃO, e sim no da SANTIFICAÇÃO, “sem a qual ninguém verá o Senhor” (Heb. 12:14).
 
A motivação da obediência a esse ou qualquer outro mandamento da santa lei de Deus é o que encontramos em 1 João 4:19--”Nós amamos porque Ele nos amou primeiro”.
obedece a Deus pela lei ou pela morte de Cristo ?
consegue essa proeza da santificação por não fazer nada no sábado? ou por amor a Cristo ? pq JESUS morreu na Cruz ? so pra sofrer meu caro ? se a lei é seu alvo Esqueça JESUS 


Eu fico com meu salvador e o sábado não é meu alvo nem é obrigação mais de guardar  




-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1628
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sex 26 Dez 2014, 22:07

A GRAÇA E  A PAZ SEJA COM TDOS.

A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO

O Tópico acima da a entender aos leigos que JESUS foi opositor

da Lei criada por Jeová conforme ( Êxodo 31:18).

Vejamos a realidade:

A LEI diz Não Terás Deuses X Cristo Também-(O Evang. De Cristo diz; Mat. 4:10)


A LEI diz Honrar Pai... X O Evang. De Cristo diz; Mat. 19:19


A LEI diz Não Mentir... X O Evang. De Cristo diz; Mat. 10:19


A LEI diz Não Matarás X O Evang. De Cristo diz; Rom. 13: 9


A LEI diz Não Farás Imagens.. X O Evang. De Cristo diz; I João 5:21-Atos17:29



Poderiamos citar os 10 Mandamentos criados por Jeová, contidos e aprovados no Evangelho de Cristo, porém os acima mencionados creio ser suficiente prova, de que o Evangelho de Cristo não é opositor da LEI de Jeová.
O Proprio Cristo disse : Mateus 5:17,18
“Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.” - Mateus 5:17,18


  Podem  os Inimigos  da LEI de JEOVÁ  provar  que  Cristo  isentou  os Homens de  Obedecer  a  Santa  e  Eterna  Lei de Jeová  ??
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.Rogério
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristianismo
Masculino Mensagens : 3297
nascido em : 19/09/1972
inscrito em : 01/09/2011
Idade : 44
Localização : Anápolis

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sex 26 Dez 2014, 22:10

Prove que vc é cumpridor da lei,ou so usa ela pra pretexto,e usa Cristo pra livrar do seu pecado




Prove com suas palavras ja que defende tanto a lei

-







-
"Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10). 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 27 Dez 2014, 06:21


Paulo defende a lei. Ele disse que a fé não anulou a lei, e sim a CONFIRMOU (Rom. 3:31).

Paulo fala que coisas da lei outrora importantes, agora de nada importavam, acrescentando que "o que agora importa é OBSERVAR os mandamentos de Deus" (1 Cor. 7:19).

Paulo disse aos efésios que deviam respeitar "o primeiro mandamento com promessa", que é o 5o. do Decálogo (Efé. 6:1-3). Os efésios imediatamente saberiam identificar a que lei ele se referia--ao Decálogo.

Será que Paulo era cumpridor dessas regras da lei que ele acentua? 

E já que o argumento do M. Rogério parece ser que NINGUÉM é perfeito cumpridor da lei (então, ela pode ser dispensada naqueles seus artigos que pareçam "inconvenientes"), que tal ele nos responder se ama realmente a Deus, em 100%, de toda a alma, entendimento, coração, e ama ao próximo perfeitamente, em 100%, indiscutivelmente como a si mesmo? Lembre-se, essa é a SÍNTESE da lei como um todo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: PARA ENTENDER EFÉSIOS 2:15   Sab 27 Dez 2014, 06:46


Vejamos como gente de muuuuito mais saber teológico do que esse fraco ensinador religioso da escola interpretativa dispensacionalista, tão condenada por gente do maior gabarito da própria grei evangélica, do vídeo apresentado pelo M. Rogério (que eu já conhecia) entende o texto que ele não compreende, de Efé. 2:15

Albert Barnes

A lei dos mandamentos-- A lei de mandamentos positivos. Isso não se refere à lei ‘moral’, que não foi causa da alienação [entre judeus e gentios] e que não foi abolida pela morte de Cristo, mas às leis ordenando sacrifícios, festivais, jejuns, etc., que constituía a singularidade do sistema judaico”. 


John Gill

“(Efé. 2:15). A lei cerimonial, como aparece pelo que se segue. . . “ 

Fonte: Antologia de comentaristas bíblicos do site www.e-Sword.net


John Wesley

“Tendo abolido por Seu sofrimento na carne a causa da inimizade entre os judeus e gentios, ou seja, a lei de mandamentos cerimoniais, mediante seus decretos--o que oferece misericórdia a todos”. -- Wesley Bible Commentary

Fonte: http://www.christnotes.org/commentary.php?com=wes&b=49&c=2


Matthew Henry

“v. 15. Por seus sofrimentos na carne, Ele [Jesus] eliminou o poder obrigatório da lei cerimonial (assim removendo a causa de inimizade e distanciamento entre eles [judeus e gentios]), que aqui é chamada de a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças, porque esta estipulava uma multidão de ritos e cerimônias externas, e consistia de muitas instituições e determinações a respeito das partes exteriores do culto divino. As cerimônias legais foram abrogadas por Cristo, tendo-se cumprido Nele. Por retirar isso do caminho, Ele formou uma igreja de crentes, tivessem sido judeus ou gentios”. -- Destaques do original.

Fonte: www.ccel.org/ccel/henry/mhc6.x.iii.html 


* Pulpit Commentary:

“‘Em ordenanças’ limita [define] a lei dos mandamentos. A lei abolida ou superada por Cristo era a lei de requisitos positivos incorporados nas coisas decretadas, evidentemente a lei cerimonial dos judeus, certamente não a lei moral (ver Rom. iii.31). Por remover esta, Jesus removeu aquilo que tinha se tornado motivo de sentimentos amargos entre judeus e gentios; os judeus buscando orgulhosamente rebaixar os gentios, e os gentios desprezando o que consideravam os fantásticos rituais dos judeus”. ("Exposition", Pulpit Commentary, new edition [Chicago: Wilcox & Follet Company, Publishers, nd], 46:65). 

E vejamos mais um comentário do erudito Paul Kreztmann: 


“A Lei Mosaica, com todos os seus preceitos, instituições e cerimônias, era um muro, ou cerca, que isolava o povo de Israel dos gentios, e impedia que os pagãos tivessem os privilégios dos judeus. Cristo aboliu a Lei Cerimonial e cumpriu a Lei Moral. 

“Isto o apóstolo explica: (Ele removeu o muro) por abolir a inimizade em Sua carne, a lei dos mandamentos em ordenanças. Em Sua carne, pelos sofrimentos do Seu corpo, por seguir para a morte pelos pecados do mundo, Cristo colocou a Lei fora de validade. . . . 

“A separação entre os dois não poderia existir sem hostilidade, especialmente em vista de que a Lei Cerimonial era uma lei de preceitos em ordenanças, e como tal desafiava oposição e inimizade. Os gentios eram impedidos de se unirem ao povo de Deus ante a perspectiva de serem mantidos em escravidão pelas incontáveis e detalhadas instruções da Lei que governava as mais minuciosas ações da vida diária. . .” -- Kreztmann Popular Commentary  sb. Efé. 2:15. 

Fonte: www.kretzmannproject.org/ 
Voltar ao Topo Ir em baixo
silas gomes de souza
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : cristianismo
Masculino Mensagens : 1628
nascido em : 21/07/1958
inscrito em : 22/11/2012
Idade : 58
Localização : SÃO PAULO - CAPITAL

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 27 Dez 2014, 08:14

OS INIMIGOS DA LEI SÃO CONFLITANTES



VEJAM OS CONFLITOS:

Os Inimigos da Lei :

Ensinam que Moises deu a LEI e JESUS canselou a na Cruz.

A Bíblia Ensina que:

DEUS foi autor da Lei: E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele no monte Sinai) as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.” - Êxodo 31:18

E JESUS DIZ : “ Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.” - Mateus 5:17

“E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.” - Lucas 16:17


Paulo aprendeu de Cristo por revelação e diz:

“E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.”- Romanos 7:12

Paulo vivei depois de Cristo, ensina que a LEI e Santa, Justa e Boa.


Os inimigos da Lei ensinam que a Lei foi anulada na Cruz

Vamos ainda ouvir o apóstolo Paulo
Efésios 6:2
"Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa"
Seria irrazoável, não acha, já que o "mandamento" fora desfeito, Paulo mandar os efésios observá-lo! E há mais, afirma ele ter sua obediência uma alvissareira promessa - vida longa - com saúde e paz; se alei da saúde também for observada, evidente ! 

I Timóteo 1:8

"Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela se utiliza legitimamente."
Percebe, meu irmão! Jamais pode ser boa uma coisa "maldita". Correto?
Também, se é boa e útil, por que ser abolida e desfeita, não é?



Romanos 7:14
 “Porque bem sabemos que a lei é espiritual, mas eu sou carnal...”
Note, Paulo toma a minha e a sua palavra agora e diz: “sabemos que a lei é espiritual”. Sabia você isso, irmão? Ou seja: A lei provém do Espírito de Deus. Se a fonte é tão sagrada, não lhe surpreende vê-la tão rejeitada?

Romanos 7:16
"E se faço o que não quero, consinto com a lei que é boa.”
 Observe novamente a afirmação paulina: “A lei é boa”. Não deixa ele brexa para suposições ou interpretações falseadas. A lei é boa disse. Ora, se a lei é boa e contribue para tornar o homem espiritual, não pode nem deve ser anulada, desfeita, interrompida, caducada. Nunca! Concorda? Nunca Jamais, você dira com certeza?

Romanos 7:12
E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.”
Permita-me repetir as palavras de Paulo mais uma vez: Lei Santa, Lei justa, Lei boa. É inegavel que Paulo faz alusão a leis diferentes, porque jamais poderia afirmar que uma lei não presta e seja boa ao mesmo tempo. Que foi anulada, e é santa, justa e boa. Que é maldição e que tenha uma promessa de longa vida ao se observá-la.
 


Os Inimigos da Lei também ensinam que JESUS trouxe a Graça e isenta os Homens de Obedecer a Lei.

Os Inimigos da Lei também ensinam que JESUS trouxe a Graça e isenta os Homens de Obedecer a Lei.
 
Os Inimigos da Lei também ensinam que JESUS trouxe a Graça e isenta os Homens de Obedecer a Lei.


Romanos 4: 15; 5:13

Porque onde não há lei também não há pecado... mas o pecado não é imputado não havendo lei.”

Assim que, se alguém prega que a Lei de Deus foi abolida, forçosamente as pessoas terão de crer também que não existe pecado, e se assim é, todos são justos, e todos se salvarão, possuam ou não fé em Cristo, tenham ou não nascidos de novo, sem a manifestação da Graça.


Sim, porque Deus não pode condenar nem destruir aqueles que não pecaram. Aceitando-se que a Lei Moral foi abolida por Cristo, não há mais necessidade de fé e muito menos angustiar-se por causa de uma perdição eterna, em chamas crepitantes, no Juizo Final. Agora observe o que diz o evangelista:


Mateus 1:21

E dará à luz um filho e chamará o Seu nome Jesus; porque Ele salvará o Seu povo dos seus pecados."

Então, como é isso? Jesus nasceu para salvar homens do pecado?

Paulo afirma que,...Se não há lei, também não há pecado...(Rom.5:13).

E se hoje em dia alega-se ter sido a lei abolida, o raciocínio lógico é que, se não há pecado ( em virtude do cancelamento da Lei de Deus), não pode haver salvação, pois ela é a consequência da conversão do pecador.

Se todos, porém, são justos (pois não há uma lei que aponte e mostre o pecado), para quê salvação?


Ora, se não há Salvação, que necessidade temos de Jesus? Conclui-se pela palavra dos que advogam a tese da abolição da Lei de Deus que – informa o apóstolo -, “não há pecado”. Não havendo pecado, dizemos nós, todos se salvarão, e o sarificio de Jesus foi em vão, inútil e desnecessário, e é issoo o que Satanás deseja, levando os homens a pensarem que a Lei de Deus doi abolida.


Digo-lhe irmão confiado na Bíblia, a lei Moral de Deus existirá sempre, enquanto houver pecado.
Permanecerá Ela como expressa vontade de Deus para com o homem. Ela acusará sempre todo aquele que cometer pecado.


Saiba, meu irmão, quando se afirma que estamos livres da lei, isto é, de sua penalidade, fácil é saber se é verdade. Cumprindo os Dez Mandamentos em sua vida, a lei não o acusará. É como estar diante do espelho, e este mostra seu rosto completamente limpo. Mas, embora livre da condenação da Lei de Deus, pela justificação do sacrifício de Cristo, não quer dizer que o cristão esteja livre do pecado; em qualquer tempo que o cristão tornar a cometê-lo, novamente a lei o acusará, e assim acontecerá até a volta de Cristo, quando então, e só então e para sempre, será banido o pecado desta Terra. Depois leia estes textos: I. S. João 1:8,10. João 8:7.


Agora ouça, amado irmão, de que adianta dizer-se justificado, salvo pela Graça, e guardar apenas nove mandamentos, como é o caso de muitos, se a lei é composta de dez? Para estes há uma dura palavra na Bíblia:


Tiago 2:10


Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.”
Se a Bíblia diz que “pecado é a transgressão da lei”, portanto, mesmo sendo apenas um mandamento quebrado, o pecado torna-se patente na vida do transgressor, pois para Deus o pecado não tem categoria nem tamanho. Pecado é pecado! Leia:
I João 2: 3 e 4


E nisto sabemos que o conhecemos, se guardamos os Seus mandamentos; aquele que diz: Eu conheço-O e não guarda os Seus mandamentos, é mentiroso e nele não está a verdade.


Percebe como é grave a situação? Meu amado, se à luz desta dura palavra, e se a Lei de Deus lhe mostra alguma transgressão, lave-se no sangue de Jesus, seja forte, decida-se.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jaime Dias
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : Cristão
Masculino Mensagens : 21
nascido em : 16/09/1954
inscrito em : 17/12/2014
Idade : 62
Localização : Curitiba Pr.

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Sab 27 Dez 2014, 13:12

silas gomes de souza escreveu:
A GRAÇA E  A PAZ SEJA COM TDOS.

A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO

O Tópico acima da a entender aos leigos que JESUS foi opositor

da Lei criada por Jeová conforme ( Êxodo 31:18).

Vejamos a realidade:

A LEI diz Não Terás Deuses X Cristo Também-(O Evang. De Cristo diz; Mat. 4:10)


Colega, quem foi que te disse que a Lei de Deus foi “manifestada” a leigos, será que nunca lestes?
Deus “é espírito” (Joa. 4:24), a sua Lei “é espiritual” (Rom. 7:14), e sempre foi direcionada aos “ESPIRITUAIS”; os que morrem para carne, e que NASCEM DO ESPÍRITO!
Joa. 3:
5 “Jesus respondeu: Na verdade, na verdade, te digo que aquele que não nascer da água e do espírito, não pode entrar no reino de Deus.
6 O que é nascido da carne é carne, E O QUE É NASCIDO DO ESPÍRITO É ESPÍRITO”.

silas gomes de souza escreveu:
A LEI diz Não Terás Deuses X Cristo Também-(O Evang. De Cristo diz; Mat. 4:10).
Sim, vejamos a realidade, não imposta por quem desconhece o Evangelho de Cristo, mas por quem conhece!


Os religiosos não espirituais, em seu zelo excessivo, não pela Lei de Deus, mas pelos dogmas de sua denominação, referida por Jesus de: “A SUA LEI”; cometem dois erros graves ao interpretar as Escrituras:
1º)-costumam usar somente os versos isolados, sem seu contexto, que satisfazem a sua doutrina.
 
2º)- Sempre interpretam estes versos, baseados apenas em sua letra, sem no entanto ser fiel “ao contexto cronológico da própria letra” (Ecl. 8:6). Com isto, prejudicam as suas almas e de seus ouvintes (leitores), ao querer firmar a sua interpretação apenas na letra bíblica, sem obedecer o tempo dos fatos previstos por ela.
Em razão disso que Paulo disse: “...A LETRA MATA...2Cor. 36b.
 
Aqui temos um exemplo da falácia sabatista: O Colega para confundir os leigos, usou o verso de (Mat. 4:10) fora dos tempos dos fatos (antes da cruz), para mostrar que Jesus não estava contradizendo o primeiro mandamento do decálogo.
Oque é óbvio, pois o Filho de Deus, antes da cruz "CUMPRIU" seu Ministério em obediência “à toda a lei de Deus: Os dez mandamentos, estatutos e juízos (Det. 4:13-14).
"Não cuideis que vim destruir a lei e os profetas: não vim ab-rogar, MAS CUMPRIR". Mat. 5:17.
 
Porém, o que o amigo não enxergou, ou se recusa enxergar é que, DEPOIS DA CRUZ E DA RESSURREIÇÃO DO SENHOR, Ele foi glorificado no céu (Apoc. 5:9 a 14), o próprio Deus Pai, o exaltou soberanamente, lhe dando um nome sobre todo o nome,
quebrando a barreira do primeiro mandamento do decálogo, que anunciava a existência de “UM SÓ DEUS”, para “A MANIFESTAÇÃO DE OUTRO DEUS: O FILHO.
“Mas do Filho diz: Ó DEUS, O SEU TRONO SUBSISTE PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS, cetro de equidade, é o cetro do teu reino”. Heb. 1:8

Será que deu pra ver aqui, a diferença "temporal dos fatos", colega?
Porém, se não teve fé suficiente prá ver ainda, então eu pergunto ao ilustre colega defensor do decálogo:


Qual mandamento você vai continuar querendo obedecer?
Se for o do ministério de Moisés, terá que, continuar também crendo “NUM SÓ DEUS” (Mat. - 4:10 – Joa. 17:3); e por conseqüência, descartar “A DECLARAÇÃO” do próprio Deus, "REVELADA PELO EVANGELHO DE CRISTO" mais tarde aos Hebreus; não aceitando que “JESUS É DEUS” (segundo a doutrina maligna dos T.J).
 
Ou então, se você quiser abraçar o Evangelho de Cristo, que prova que JESUS É DEUS, IGUAL AO PAI (Joa. 10:30), deve então concordar com ele, que de antemão havia mostrado: Jesus sendo “ADORADO E SERVIDO” por seus discípulos, em pleno ministério da lei e os profetas (período transitório); quando era terminantemente proibido no segundo mandamento do decálogo, adorar “ÍDOLOS: Fossem eles “imagens de esculturas”, fossem alguma criatura viva ou morta”, etc...Senão apenas “SÓ DEUS, O PAI” podia receber adoração e ser servido, conforme o segundo mandamento do decálogo:
“Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem embaixo da terra, nem nas águas debaixo da terra.
"NÃO TE ENCURVARÁS A ELAS NEM AS SERVIRÁS.” Êx: 20:4-5
 
Portanto, a partir da manifestação de Cristo, esse 2º mandamento tornou-se “FRACO E INÚTIL”; pois diante do EVANGELHO, a adoração tornou-se mais ampla, “EXCEDENTE”: Agora adoramos: A DEUS E A CRISTO.
“E, eis que veio UM LEPROSO, E O ADOROU, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo”. Mat 8:2
 
“E quando outra vez introduz no mundo o primogênito, diz:E TODOS OS ANJOS DE DEUS O ADOREM”. Heb. 1:6

Isto é O EVANGELHO DE CRISTO, e não lei e os profetas! Capitt cidadão???
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prof. Azenilto
. . .MEMBRO ESPECIAL
.   .   .MEMBRO ESPECIAL


RELIGIAO : adventista do 7o. dia
Masculino Mensagens : 59
nascido em : 06/02/1945
inscrito em : 18/12/2014
Idade : 71
Localização : Sarzedo, MG

MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Dom 28 Dez 2014, 00:22


Para começo de história, o próprio título deste tópico está errado. Não existe TRANSIÇÃO da lei para o evangelho, pois tanto Lei quanto Evangelho sempre vieram juntos, cada qual cumprindo o seu papel.
 
A obediência à lei tem que ver com o AMOR, a Deus e ao próximo, e assim SEMPRE FOI. Aliás, o primeiro pecador do universo, que induziu os pais originais à Queda, utilizando como médium a serpente, foi violador do princípio do amor. Não amou a Deus de todo o coração (pois pretendeu ter até o seu trono acima do trono do Altíssimo--Isa. 14:12), e não amou aos seus semelhantes (criaturas como ele) pois induziu antes 1/3 dos anjos a se rebelarem para o cumprimento de sua agenda egoísta.
 
“Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro” (1 João 4:19). A obediência à lei de Deus entra no campo da SANTIFICAÇÃO, não no da JUSTIFICAÇÃO. Ninguém deve observar mandamentos para obter méritos diante de Deus, mas isso não exclui a guarda dos mandamentos, já que tanto Cristo acentua isso (“Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos”--João 14:15). como Paulo comenta que coisas outrora importantes da lei (seus aspectos cerimoniais) não mais importam, mas o que AGORA importa é “observar os mandamentos de Deus” (1 Cor. 7:19).
 
Claro, o mesmo Paulo comenta em Romanos 6:1, 2--“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?”
 
Sendo que “pecado” é biblicamente definido como “transgressão da lei” (1 João 3:4 segundo inúmeras versões brasileiras e estrangeiras). então podemos interpretar a passagem da seguinte maneira:
 
“Que diremos pois? Permaneceremos na transgressão da lei para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós que estamos mortos para a transgressão da lei, como viveremos ainda nela?”
 
E o povo de Deus nos tempos finalíssimos da história humana será caracterizado como os que “guardam os mandamentos de Deus e têm a fé de Jesus” (Apo. 14:12). 
 
Pronto, aí está a confirmação de que fé e lei SEMPRE andaram juntas.
 
Eu recomendo que dediquem uma horinha a ouvir a magnífica exposição sobre HARMONIA entre Lei e Evangelho por um pastor reformado, que apresenta o mais legítimo entendimento da Reforam Protestante sobre o tema:


https://www.youtube.com/watch?v=BRHkAytD3Og


.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO   Hoje à(s) 16:26

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A TRANSIÇÃO DA LEI PARA O EVANGELHO DE CRISTO
» A Transição da Lei e os Profetas para o Evangelho
» A Transição da Lei e os Profetas para o Evangelho
» O cristão pode dar uma leve "palmadinha" em seus filhos ?
» Aniversário Do irmão Paulo Cesar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: VÍDEOS-
Ir para: