SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seLogin
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. ” Gálatas 2:20
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
24 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 23 Visitantes :: 1 Motor de busca

guganic

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» AFINAL COMEMOREMOS O NATAL OU NÃO?
Hoje à(s) 12:11 por jairo nuness

» NEEMIAS, O HOMEM MAIS IMPORTANTE DO REINO - Ne. 2.1-8. -
Hoje à(s) 12:10 por jairo nuness

» Pedi, e dar-se-vos-á. (Mateus 7.7) DEVOCIONAL
Hoje à(s) 09:34 por Henrique

» Deus é quem criou o diabo ?(mas sobre predestinação)
Ontem à(s) 18:27 por B.V.

»  MOVIDOS PELA GRAÇA At.4.32-35
Ontem à(s) 15:21 por guganic

»  Fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade... DEVOCIONAL
Sex 02 Dez 2016, 09:43 por Henrique

» 30 LOUVORES QUE EDIFICAM PARA OUVIR EM 2017 - As Melhores Músicas Gospel
Qui 01 Dez 2016, 20:28 por Paulo Cezar

» Musicas Gospel para ouvir , Orar e Meditar.
Qui 01 Dez 2016, 20:27 por Paulo Cezar

» VERSICULO DO DIA
Qui 01 Dez 2016, 16:27 por Paulo Cezar

» Minuto com Deus!!!
Qui 01 Dez 2016, 09:52 por Paulo Cezar

» FILHOS NUMA TERRA DISTANTE Lc. 15.11-16
Qua 30 Nov 2016, 12:29 por guganic

» Pastora Sarah Sheeva “zera” as redes sociais com post sobre seus “10 anos sem ver aquilo maravilhoso
Qua 30 Nov 2016, 08:23 por Henrique

» Frase do dia.
Ter 29 Nov 2016, 20:32 por M.Rogério

» O mal uso da internet
Ter 29 Nov 2016, 20:27 por M.Rogério

» O Evangelho não é algo a ser pregado somente aos escolhidos, mas a TODOS os homens.
Ter 29 Nov 2016, 19:59 por M.Rogério

» Dom de línguas
Ter 29 Nov 2016, 10:37 por salomão

» ESCOLA BÍBLICA, PRIMEIRA PARTE, NOVEMBRO A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO.
Ter 29 Nov 2016, 07:53 por Henrique

» Escola Bíblica, Novembro. Segunda parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:51 por Henrique

» A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO. Comentários
Ter 29 Nov 2016, 07:40 por Henrique

»  Escola Bíblica, Novembro. Terceira parte. A VIDA, A MORTE E O DEPOIS DA MORTE DO CRISTÃO
Ter 29 Nov 2016, 07:34 por Henrique

» A origem do dia de sábado
Sex 25 Nov 2016, 20:35 por salomão

» A VERDADEIRA LIBERDADE - Para proclamar libertação aos cativos. (Lucas 4.18) DEVOCIONAL
Sex 25 Nov 2016, 10:22 por Henrique

» O ÚNICO MANDAMENTO (Jo. 2.1-11) ... DE MARIA.
Qui 24 Nov 2016, 15:53 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Qui 24 Nov 2016, 15:42 por guganic

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A ORIGEM DAS SETENTA SEMANAS DE DANIEL (Dn.9.23-26)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic



Mensagens : 2018
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: A ORIGEM DAS SETENTA SEMANAS DE DANIEL (Dn.9.23-26)   Qui 04 Dez 2014, 11:43

A ORIGEM DAS SETENTA SEMANAS DE DANIEL
                               Dn.9.23-26
Vs.24
Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados e para expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o santíssimo.
 
Daniel ao examinar as Escrituras de sua época, entendeu que o número de anos que falara o Senhor ao profeta Jeremias, em que haviam de cumprirem-se as desolações de Jerusalém eram de setenta anos. (Dn.9.2)
 
Com a palavra: Jeremias.
Jr.25.11

E toda esta terra virá a ser um deserto e um espanto; e estas nações servirão ao rei de Babilônia setenta anos.

Vs.12
Acontecerá, porém, que, quando se cumprirem os setenta anos, visitarei o rei de Babilônia, e esta nação, diz o Senhor, castigando a sua iniquidade, e a da terra dos caldeus; farei deles ruínas perpétuas.
 
Por que razão Deus resolveu infligir ao Seu povo setenta anos de cativeiro?
Porque tudo tem uma origem, uma causa, um motivo ou razão de ser.
 
Jr.29.10
Porque assim diz o Senhor: Certamente que passados setenta anos em Babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar.
 
O cativeiro era o tratamento de Deus a disciplina duramente imposta a eles por quebra deliberada dos preceitos divinos exarados em Levítico 25.
 
Lv.25.1
Falou mais o Senhor a Moisés no monte Sinai, dizendo:
Vs.2
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando tiverdes entrado na terra, que eu vos dou, então a terra descansará um sábado ao Senhor.
Vs.3
Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos;
Vs.4
Porém ao sétimo ano haverá sábado de descanso para a terra, um sábado ao Senhor; não semearás o teu campo nem podarás a tua vinha.
Vs.5 
O que nascer de si mesmo da tua sega, não colherás, e as uvas da tua separação não vindimarás; ano de descanso será para a terra.
 
"Vejo muita gente hoje, preocupada em guardar o sábado semanal e não há quem guarde o ano sabático que é um sábado de descanso para o Senhor; sendo que ambos foram dados no Sinai pelo mesmo Deus".
 
Seria isto uma questão de conveniência?
 
Ou entende os guardadores do sábado (descanso semanal) que o ano sabático (um sábado ao Senhor) é para eles o mesmo que o sábado (descanso semanal) é para quem não os guarda?
 
- Voltemos ao tema principal: a origem das setenta semanas.
 
Lv.26.13
Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra dos egípcios, para que não fôsseis seus escravos; e quebrei os timões do vosso jugo, e vos fiz andar eretos.
Vs.14
Mas, se não me ouvirdes, e não cumprirdes todos estes mandamentos,
Vs.33
E espalhar-vos-ei entre as nações, e desembainharei a espada atrás de vós; e a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas.

Vs.34

Então a terra folgará nos seus sábados, todos os dias da sua assolação, e vós estareis na terra dos vossos inimigos; então a terra descansará, e folgará nos seus sábados.
Vs.35
Todos os dias da assolação descansará, porque não descansou nos vossos sábados, quando habitáveis nela.
 
Segundo as normas estabelecidas para o povo de Moisés, eles deveriam plantar cultivar, trabalhar a terra por seis anos seguidos; o sétimo ano era um período de descanso para todos: O sábado do Senhor.
 
Férias coletivas obrigatórias inclusive para a terra, o próprio solo.
 
A ordem dada era para que se guardasse um “sábado” ao Senhor a cada seis anos; (Lv.25.3,4).
Para que as cosais ficasse bem às claras, Deus minuciosamente tratou de explicar como tudo deveria ser feito:
Lv.25.8.
Contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos: de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos
Vs.9
Santificareis o ano quinquagésimo, proclamareis liberdade na terra a todos os seus moradores: ano de jubileu vos será, e tornareis cada um à sua possessão, e cada um à sua família.
 
A cada sete semanas de anos não só a terra descansava como era também proclamada não só o descanso de todos como a libertação de todos que fossem escravos ou devedores.
 
Providencialmente Deus interferia na natureza fazendo com que a terra, o gado e tudo produziam em dobro para que no ano do jubileu o sábado dos sábados fosse não só de descanso, mais de regozijo para todos.
 
Por quatrocentos e noventa anos, o povo de Jacó quebrou as normas ditadas pelo próprio Deus concerne aos anos sabáticos; e, a terra não descansou o estabelecido e determinado por Deus.
 
Durante os quase 500 anos que vão da monarquia de Israel ao seu cativeiro, eles não cumpriram os preceitos de Deus e foram parar em Babilônia; e a terra descansou os sábados ocorridos em 490 anos.
 
70 anos de cativeiro corresponde a 70 anos sabáticos correspondentes a 490 anos da terra sem descanso.
 
Examinado os escritos do profeta Jeremias, Daniel entendeu que a conta estava zerada, porém o povo continuava em Babilônia.
 
Deus lida muito bem com todos que quebram os seus santos preceitos e não apenas observa só o que lhes convém.
 
Da não observância de um mandamento e suas conseqüências, Deus revela a Daniel que ele Deus tem domínio sobre o futuro do homem e das nações e é capaz de revelar fatos ainda por acontecerem e com precisão.
 
Setenta anos já haviam sido pagos, porém eles violaram e acumularam desobediência a Deus por 490 anos e por isto sobre eles estavam determinadas 70 semanas de anos ou 490 anos.
 
O seja, pelo mesmo período que violaram a leis de Deus por igual período passariam pela terra com dores sofrimentos e agonias.
Lv.25.15
E se rejeitardes os meus estatutos, e a vossa alma se enfadar dos meus juízos, não cumprindo todos os meus mandamentos, para invalidar a minha aliança,
Vs.16
Então eu também vos farei isto: porei sobre vós terror, a tísica e a febre ardente, que consumam os olhos e atormentem a alma; e semeareis em vão a vossa semente, pois os vossos inimigos a comerão.
Vs.17
E  porei a minha face contra vós, e sereis feridos diante de vossos inimigos; e os que vos odeiam, de vós se assenhorearão, e fugireis, sem ninguém vos perseguir.
 
Foi revelado a Daniel que passou os 70 anos do cativeiro mais não os 490 que os maus inquilinos da terra de Emanuel haviam transgredido.
 
Por isto a expressão: Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo (Israel ) e sobre a tua santa cidade (Jerusalém).
 
A finalidade deste período: extinguir a transgressão (deles) expiar a iniqüidade (deles) e trazer a justiça eterna (Cristo) e ungir o santo dos santos que literalmente foi profanado por eles...
 
E, mais tarde foi profanado por Antíoco Epifânio e será profanado pelo Anticristo também. (Mas isto é uma outra mensagem).
 
As setentas semanas determinadas sobre o povo de Daniel foram dividas em três grupos: um grupo de sete (49 anos) um grupo de sessenta e duas semanas (434 anos) e o último grupo de uma semana (sete anos).
 
Mais falar sobre cada grupo fica para uma próxima oportunidade se um dia o Senhor disser que sim.
 
Mas tudo começou porque por quase 500 anos o povo de Abraão, Isaque e Jacó não obedeceram aos estatutos de Deus dados no Sinai e não deixaram a terra descansar no seu devido tempo.
 
Guganic
Voltar ao Topo Ir em baixo
conectado
 
A ORIGEM DAS SETENTA SEMANAS DE DANIEL (Dn.9.23-26)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A ORIGEM DAS SETENTA SEMANAS DE DANIEL (Dn.9.23-26)
» AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL
» Infográfico - das 70 semanas de Daniel
» Cálculo das Setentas Semanas de Daniel...
» As 2300 "tardes e manhãs" de Dn 8 e as 70 "semanas" de Dn 9

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: