SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. ” 2 Corintios 5.17
ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
26 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 25 Visitantes :: 2 Motores de busca

Paulo Cezar

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
» Minuto com Deus!!!
Hoje à(s) 02:13 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Ontem à(s) 22:18 por Henrique

» PASTOR JOSUÉ BRANDÃO - N°026 - A CHAMADA DE MATEUS
Qua 22 Mar 2017, 22:12 por Paulo Cezar

» Após 500 anos, Reforma Protestante ainda está em curso, afirma importante líder cristão
Qua 22 Mar 2017, 20:30 por Henrique

» Pastor e escritor Paul Washer sofre ataque cardíaco e é internado em estado grave
Qua 22 Mar 2017, 20:20 por Henrique

»  AS SETE TROMBETAS 2ª.Parte Ap.8.1-6
Seg 20 Mar 2017, 22:11 por guganic

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 3: MÁS PRÁTICAS NO EVANGELISMO
Dom 19 Mar 2017, 06:47 por Henrique

» Uma nova porta
Sab 18 Mar 2017, 13:46 por M.Rogério

» MARAVILHADOS COM A DOUTRINA DE CRISTO Mt. 22.15-33
Sab 18 Mar 2017, 09:08 por guganic

»  ERROS MONUMENTAIS & ERROS COMUNS Dt. 4.1-9
Sex 17 Mar 2017, 16:54 por guganic

» Eleitos para a Salvação em Cristo ???
Sex 17 Mar 2017, 00:21 por M.Rogério

» É De Arrepiar! A voz desta cantora Deficiente Visual vai tocar seu coração!
Qui 16 Mar 2017, 21:01 por Paulo Cezar

» 3 perguntas para fazer antes de ouvir qualquer sermão
Qua 15 Mar 2017, 21:04 por Henrique

»  AS SETE TROMBETAS Ap.1.1-3 - 1ª. Parte -
Qua 15 Mar 2017, 12:15 por guganic

» SIMEÃO E A PROFUNDA AFLIÇÃO DE MARIA Lc. 2.25-35
Dom 12 Mar 2017, 10:49 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 1 comentários
Sab 11 Mar 2017, 21:59 por Henrique

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 2: O TESTEMUNHO E EVANGELISMO
Sab 11 Mar 2017, 21:56 por Henrique

» Duas verdades infinitamente fortes e doces DEVOCIONAL
Sab 11 Mar 2017, 19:14 por Henrique

»  UM NOVO DIA NA VIDA DE JAIRO Mc. 5.21-24 e 41 (Ou na tua vida!)
Sex 10 Mar 2017, 23:30 por guganic

» . Sublime Amor -N:031 Hinário Adventista
Ter 07 Mar 2017, 11:00 por elizeu crepaldi

» Quem salva é Jesus e ninguém mais! - "Dedos de Davi" !!!
Seg 06 Mar 2017, 23:30 por Paulo Cezar

» Hora da mensagem .
Dom 05 Mar 2017, 13:03 por jairo nuness

» ESCOLA BÍBLICA MARÇO 2017 ENTENDIMENTO BÍBLICO CONVERSÃO. PARTE 1
Sab 04 Mar 2017, 23:12 por Henrique

» FAZENDO O CERTO DE MANEIRA ERRADA. I Cr. 13.
Sex 03 Mar 2017, 15:10 por guganic

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

 A INSOLENTE PERSONALIDADE DO SOBERBO. (Pv.30.7-9)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2050
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: A INSOLENTE PERSONALIDADE DO SOBERBO. (Pv.30.7-9)   Sex 07 Nov 2014, 10:36

A INSOLENTE PERSONALIDADE DO SOBERBO

Pv.30.7
Duas coisas ti pedi; não mas negues antes que eu morra:
Vs.8
Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume;
Vs.9
Para que, porventura, estando farto não te negue, e venha a dizer: Quem é o Senhor? Ou que, empobrecendo, não venha a furtar, e profane nome de Deus.
 
Agur, um homem em busca de um caráter nobre; que devido às circunstâncias da vida busca em Deus a possibilidade de não colocar em risco este mesmo caráter: nobre.
 
Agur queria distância da vaidade, distância da mentira e também da soberba evitando as circunstâncias que poderiam favorecer tais atitudes.
- A soberba é um traço de personalidade que certos indivíduos têm e que causa forte repulsa ao Deus Criador. Deus os abomina.
 
A minha Bíblia diz (Sl.39.6) que na verdade todo homem anda numa vã aparência.
 
 - E as circunstâncias fazem brotar nossas realidades ou o que verdadeiramente somos.
 
Nabucodonosor é um exemplo clássico de que as circunstâncias cooperam para fazer aflorar em nós sentimentos que mascaramos não possuir; e estão latentes em nossa personalidade.
 
No capitulo três do livro do profeta Daniel podemos identificar o orgulho político de Nabucodonosor e o orgulho de exorbitar castigos aos seus subalternos.
E no capitulo quatro escrito por ele mesmo, na sua trajetória de orgulho ele entra na estação da soberba onde é confrontado por Deus.
 
Nabucodonosor não caiu em desgraça sem antes em sonho ser advertido por Deus e pelo próprio Daniel que o avisou:
 
Aceita o meu conselho ó rei meu senhor (Dn.4.27) e põe termo em teus pecados usando de misericórdia para com os pobres; e talvez se prolongue a tua tranquilidade.
 
- Se há uma virtude que você nunca vai encontrar num soberbo é justamente a misericórdia e também a humildade
 
Depois de avisado por Deus pela pessoa de Daniel, Deus ainda esperou 12 meses para Nabucodonosor se arrepender do seu orgulho e da soberba que cada dia se fortalecia em seu coração.
 
Está escrito que a soberba precede a ruína (Pv.16.18.) e a altivez do espírito precede a queda. E Nabucodonosor caiu: foi comer grama por sete anos seguidos. (Dn. 4.32,33).
 
Agur tinha medo que ficando farto viesse a negar o nome do Senhor ou viesse a desconhecer e perguntar: quem é o Senhor?
 
Negar ao Senhor ou desconhecê-lo é as atitudes de um soberbo.
 
O soberbo desconhece que sem arrependimento não há a mínima chance de ele obter a misericórdia de Deus em sua vida.
 
Na Bíblia não há uma palavra de esperança ou consolo para o soberbo no seu orgulho; muito pelo contrário: por duas vezes a Bíblia diz que o Senhor o resiste. (Tg.4.6; I Pd.55).
 
O soberbo só consegue se relacionar bem com outros soberbos. Pois eles pensam e age igual.
A soberba nada mais é do que o egoísmo no grau mais elevado da egolatria o endeusamento de si mesmo e suas “virtudes”.
O soberbo é tão seguro de si que acha Deus dispensável em sua vida e seus negócios; atribuindo a si mesmo os poucos bons resultados que têm, à sua capacidade humana.
 
A Bíblia diz que a soberba da vida não é do Pai, mas do mundo e que o mundo passa; (I Jo.2.16,17) logo tanto a soberba como o soberbo um dia deixarão de existir: passarão!
 
Mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
 
Nabucodonosor passou a glorificar e exaltar a Deus e reconhecê-lo como Santo, e Justo, Rei do céu e Único e Verdadeiro Deus, depois que a ferro e fogo foi duramente humilhado.
 
O soberbo não faz a vontade de Deus e sim a sua própria.
 
Na analogia do cinto de linho que o profeta Jeremias usou por alguns dias e depois o enterrou a beira do rio Eufrates aonde depois de alguns dias veio a apodrecer?
 
O tal cinto retrata o estado de miséria que fica o soberbo que por sua soberba é que se afasta de Deus.
 
“E eis que o cinto tinha apodrecido e para nada prestava”.
 
Disse o Senhor: “Do mesmo modo farei apodrecer a soberba de Judá e a muita soberba de Jerusalém”. (Jr.13.7-10).
 
A soberba cheira mal porque o soberbo tem a alma apodrecida por estar separado de Deus como o cinto de linho ficou separado dos lombos de Jeremias.
 

E neste caso o soberbo começa a receber o duro castigo do justo juízo de Deus antecipado: aqui na terra mesmo e com acréscimos no juízo vindouro, caso não se humilhe antes.
 
Nas raríssimas vezes que o soberbo faz algo por alguém, ele o faz como algo que só ele é o único capaz de fazer.
Daí ele transforma a ação que praticou em algo que possa ser visto pelos homens e ele venha a ser publicamente elogiado; mesmo que o elogiante o faça por força da educação.
 
Quando um soberbo contribui em alguma coisa para o bem ou para alguma coisa boa é porque há neste ato intenções para o alcance de benefícios próprio.
 
O soberbo nunca se coloca na posição de um bem feitor a favor de alguém ou de alguma coisa se isto não lhe render ganhos.
 
Suas contribuições em qualquer área da vida são carregadas de segundas intenções.
 
Os soberbos têm uma virtude: eles são obstinados na prática da soberba; e eles não hesitam em prejudicar o semelhante; para eles não interessa os meios empregado e sim o fim almejado.
Conclusão: lembra  da analogia do cinto que separado dos lombos do profeta  Jeremias e  enterrado na lama do Eufrates apodreceu?
Pois bem: o lugar de todo soberbo é enterrado na lama da sua soberba o Eufrates da impiedade e da arrogância.
 
Por estas poucas razões até aqui apresentadas, porém suficientes para Deus resistir ao soberbo no tempo oportuno que é agora e que se chama hoje eu os aviso:
 
Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno (o soberbo) os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele. (Is.55.7)
 
Torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.
 
Guganic

P.S.
Esta é a minha homenagem aos soberbos, aos prepotentes e aos arrogantes.

Pois todo estes têm o mesmo nível espiritual: nenhum.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A INSOLENTE PERSONALIDADE DO SOBERBO. (Pv.30.7-9)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A INSOLENTE PERSONALIDADE DO SOBERBO. (Pv.30.7-9)
» A personalidade de Gideão.
» Transtorno de Personalidade Esquiva
» Os Vários Tipos do Anticristo
» O papel da escola na formação do indivíduo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: