SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO.


 
InícioPortalRegistrar-seConectar-se

O Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns se desviarão da fé e darão ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios; 1 Timóteo 4:1

ESCOLA BÍBLICA
ORAÇÕES
Quem está conectado
30 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 30 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 183 em Ter 19 Nov 2013, 18:07
Últimos assuntos
»  Crianças católicas forçadas a aprender canções islâmicas no ensino fundamental
Hoje à(s) 09:38 por Henrique

» Centro Islâmico arrecada dinheiro para o grupo terrorista da jihad, Hizballah
Hoje à(s) 09:25 por Henrique

» DEVOCIONAL - Eu posso estar contente em tudo
Hoje à(s) 09:09 por Henrique

» Pesquisa em 198 países aponta crescimento da perseguição religiosa aos cristãos e judeus
Ontem à(s) 12:52 por Henrique

» Domínio do Pecado ou da Graça ?
Sex 22 Jun 2018, 21:51 por M.Rogério

» Minuto com Deus!!!
Sex 22 Jun 2018, 01:52 por Paulo Cezar

» Frase do dia.
Qua 20 Jun 2018, 09:27 por Henrique

» Escola biblica mes de Junho. Tema a volta de Jesus Cristo. Lição 3
Dom 17 Jun 2018, 10:54 por jairo nuness

» Novo estudo favorece o criacionismo ao dizer que 90% das espécies surgiram ao mesmo tempo
Qui 14 Jun 2018, 20:58 por Henrique

» SERÁ ASSIM QUE O IMPÉRIO ROMANO VAI RESSURGIR?
Qua 13 Jun 2018, 22:07 por Henrique

» DIA DOS NAMORADOS. Então, o que é o namoro, o que a Bíblia diz sobre isso?
Ter 12 Jun 2018, 20:11 por Henrique

» SALA ESPECIAL DOS LOUVORES
Seg 11 Jun 2018, 20:28 por M.Rogério

» Por que foi necessário que Cristo, o Redentor, morresse?
Seg 11 Jun 2018, 18:45 por Henrique

»  URGENTE! O TERCEIRO TEMPLO VAI SER RECONSTRUÍDO EM BREVE!
Dom 10 Jun 2018, 14:02 por jairo nuness

» Escola biblica referência mês de junho. Tema apostasia. Lição 2
Dom 10 Jun 2018, 13:57 por jairo nuness

» O Perigo da Apostasia - Paul Washer
Sab 09 Jun 2018, 23:20 por Henrique

» "A Doutrina da Reencarnação em Hebreus 11:35."
Qua 06 Jun 2018, 21:37 por M.Rogério

» Tópico Exclusivo Pregações
Qua 06 Jun 2018, 21:30 por M.Rogério

» Como Jesus Pode Ser Deus e Homem?
Qua 06 Jun 2018, 21:02 por M.Rogério

» Levantando os abatidos
Seg 04 Jun 2018, 20:57 por M.Rogério

» O CASO DOS PORCOS POSSUÍDOS
Seg 04 Jun 2018, 18:26 por Henrique

» Escola biblica referência mês de junho. Lição 1 - Heresias.
Dom 03 Jun 2018, 11:16 por jairo nuness

» Existência da Embaixada Palestina no Brasil é questionada por Feliciano:“Não possui status de Estado
Sab 02 Jun 2018, 21:45 por Henrique

» Alerta Brasil.
Sab 02 Jun 2018, 21:22 por Henrique

Navegação
______ _______ ______ ______ _______ _______ ______ _______ ______ ________
Choose Your Language
English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
BÍBLIA EM ÁUDIO

Fórum grátis

DICIONÁRIO BÍBLICO



FIQUE POR DENTRO


imprimir uma pagina


Compartilhe | 
 

  HÁ MORTE E HÁ VIDA (Tg.1.26) No poder da língua.

Ir em baixo 
AutorMensagem
guganic

avatar

Mensagens : 2146
inscrito em : 08/08/2011

MensagemAssunto: HÁ MORTE E HÁ VIDA (Tg.1.26) No poder da língua.   Dom 06 Jul 2014, 00:52

        HÁ MORTE E HÁ VIDA
             No poder da língua
 
Tg.1.26
Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desses é vã.
 
Está escrito (Tg. 3.2) que todos tropeçamos em muitas coisas; e se alguém não tropeça em palavras, o tal é perfeito e poderoso também para refrear todo corpo.
Podemos ver que há uma tríplice responsabilidade sobre nossos ombros. Diante de nós mesmos, diante do próximo e diante de Deus.
Refrear a língua evita nossos tropeços e de alguém mais.
 
O apóstolo Tiago escreve de um jeito tão  especial que nós da à nítida ideia de que parece ser impossível alguém não tropeçar em palavras.
 E o tropeço nas palavras é um indicativo de imperfeição e falta de força que temos para governar a nossa língua.
 

A responsabilidade diante de nós mesmos.


I Pd. 3.10
Porque quem quer amar a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, E os seus lábios não falem engano.
 
Algumas pessoas infelizmente não veem os dias bons por culpa única e exclusiva deles mesmos.
 
Há pessoas que se auto deprecia proferindo palavras pejorativas sobe si mesmas, admitem constantemente serem azarados.
 
Quando alguém se autointitula um “pé frio” e diz que tudo que faz não vai para frente, está fazendo o quê? Tropeçando nas próprias palavras que o fazem sentir-se o que ele diz que é.


Pv.18.20
Do fruto da boca de cada um se fartará o seu ventre; dos renovos dos seus lábios ficará satisfeito.
Vs.21
A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.
 
Quando alguém declara abertamente: não nasci para ser feliz! Ele é justamente o que diz ser: infeliz. Ele está alimentando o seu ventre de infelicidade.
 
Assim como o interior do homem, (o nosso interior) fica satisfeito com palavras e respostas sábias, o inverso também acontece.
 
A morte e a vida são determinadas pelo poder da língua; quem usa esse poder corretamente viverá; do contrário, morrerá.
 
Os homens que foram enviados por Moisés para espiar a terra prometida (Nm.14.36,37)  infamaram a terra diante do povo e morreram no deserto perante o Senhor.
 
A responsabilidade diante do próximo.
 
Por causa da língua solta de Doegue, os sacerdotes de Nobe, o sacerdote Aimeleque filho de Aitube e toda sua casa morreram.
 
Há vida e há morte no poder da língua; quem a usa corretamente viverá.
 
Os amonitas não refrearam a língua e desandaram a falar mal do santuário de Deus (Ez.25.3-7) e a se alegrarem quando o mesmo foi profanado e Israel assolado. (Ez.25.4 e 10)
 
Deus prometeu e apagou a memória de Amom de entre as nações; cinco anos depois da tomada e destruição de Jerusalém por Nabucodonosor o território deles virou pastagens de camelos
No oitavo mês do segundo ano do reinado de Dario, o profeta Zacarias andou tendo umas visões da parte de Deus e a primeira delas foi de um homem montado num cavalo vermelho.
Nesta visão um anjo pergunta ao Senhor dos Exercito até quando (Zc.1.7-17) não teria ele compaixão de Jerusalém.
 
Era um tempo de angustia para o povo de Jacó (Zc. 1.13), mas o Senhor respondeu com palavras consoladoras ao anjo que falava com Zacarias.
 
Palavras consoladoras são palavras que edificam encorajam traz à lúmem a esperança daquele que está desvanecente na fé.
 
A recomendação bíblica é: Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. (Ef.4.29).
 
A responsabilidade diante de Deus.
 
Mt.13.37
Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado. (Mt.13.36).
 
Está escrito que o que contamina o homem (Mt.15.11) não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é que contamina o homem.
 
As palavras são altamente contagiosas para o bem ou para o mal de alguém.
 
Guganic
 
 
 
 
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
HÁ MORTE E HÁ VIDA (Tg.1.26) No poder da língua.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O crente que comete um pecado para morte vai para o inferno ou somente morre fisicamente?
» Como enxergar a musica "Ao findar o labor desta vida" com a morte do ser humano?
» Obrigado Senhor por mais um dia de vida!
» As últimas palavras dos ateus na hora de sua morte
» Vida Eterna citada no velho e no novo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA DE DEUS - A PORTA DE DEUS PARA A SALVAÇÃO. :: FÓRUM ESTUDOS BÍBLICOS-
Ir para: